Posts

O governo de Taiwan garante que criou um traje militar de exoesqueleto movido a bateria. De acordo com a administração do país asiático, o exoesqueleto permite que os soldados possam correr a uma velocidade maior do que a que eles alcançam sem eles, além de carregar objetos pesados.

O exoesqueleto foi projetado e construído por cientistas do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia Chung-Shan. O traje de combate faz parte de um projeto iniciado há quatro anos, que recebeu o nome não oficial de “Homem de Ferro de Taiwan”.

Orçamento limitado

O orçamento do projeto é relativamente baixo, apenas US$ 5,74 milhões (cerca de R$ 32 milhões, na cotação atual). Porém, o objetivo também não é muito ousado, o governo de Taiwan quer apenas que seus soldados tenham um exoesqueleto na parte inferior do corpo para terem mais força e resistência.

Traje permite que os soldados possam carregar mais peso por maiores distâncias com relativa facilidade. Crédito: Exército de Taiwan/Handout

De acordo com o chefe de desenvolvimento do projeto, Jen Kuo-Huang, o traje permitirá que os soldados possam carregar artigos mais pesados por maiores distâncias, mas com um nível menor de fadiga e cansaço durante as viagens.

Segundo Kuo-Huang, o exoesqueleto é capaz de reduzir o estresse nas articulações das pernas e do quadril. Isso permite que o soldado consiga tanto levantar, quanto carregar objetos mais pesados, atingindo velocidades de até seis quilômetros por hora.

Uso em combate

Os trajes poderão ser usados em operações de campo para o transporte de munições e armas pesadas. Isso é capaz de aumentar a mobilidade e a eficiência das equipes, seja em tempos de guerra, seja em missões de resgate após desastres naturais.

No momento, Taiwan tem planos para desenvolver uma segunda versão do traje. Essa atualização permite que os usuários possam carregar até 100kg. Segundo Kuo-Huang, isso pode ser útil para ajudar a mover soldados que sofram ferimentos durante uma batalha.

Leia mais:

O lançamento do exoesqueleto acontece em meio ao aumento das tensões entre a China continental e Taiwan. O governo de Pequim vê a ilha como parte de seu território. No início de outubro, a China enviou vários aviões de guerra ao espaço aéreo taiwanês, aumentando o clima de tensão.

Via: Futurism

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Taiwan apresenta exoesqueleto militar inspirado no Homem de Ferro apareceu primeiro em Olhar Digital.

Já imaginou ter seus dados roubados com apenas uma mensagem? Assustador, porém possível, um jornalista disse que um hacker foi capaz de acessar seu iPhone depois de lhe enviar uma mensagem de texto. O mais preocupante é que ele alega que não teria clicado em nada.

Ben Hubbard é um repórter do The New York Times que costuma cobrir os ocorridos do Oriente Médio e disse que os hackers usaram algo chamado “exploit zero-click” para entrar em seu telefone em 2020 e 2021. A informação é de acordo com um artigo que ele mesmo escreveu para o jornal.

Os especialistas afirmaram que apenas receber um iMessage de um hacker usando esse exploit pode ser sim suficiente para deixar os dados pessoais dos usuários expostos. “É como ser roubado por um fantasma”, contou Hubbard. 

Depois de consultar o Citizen Lab, que é um instituto de pesquisa, Hubbard conseguiu rastrear a origem do texto até um spyware chamado Pegasus. A tecnologia foi criada pelo NSO Group, um desenvolvedor de software com sede em Israel e já havia sido vinculado a hacks de telefones celulares, por mais que a empresa negue rotineiramente as alegações. 

Imagem: Pira25 – Shutterstock

Tudo isso mostra o quão estão cada vez mais sofisticadas as ferramentas que os hackers utilizam. Portanto, evitar links suspeitos pode não ser mais suficiente para se proteger, já que os dados pessoais estarão em risco se você simplesmente receber uma mensagem de texto. 

Pensando nisso, a Apple está desenvolvendo várias formas – e tentativas – para atualizar a segurança de seus telefones para se proteger contra essas novas ameaças, porém, nada muito certo.

Leia mais:

Fonte: Futurism

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Você pode ter seus dados expostos com apenas uma mensagem de texto apareceu primeiro em Olhar Digital.

Recentemente, a SpaceX compartilhou uma vídeo curto de 90 segundos com o título “Gateway to Mars” no Twitter, para mostrar os seus protótipos de espaçonaves sendo construídos, lançados e devolvidos com segurança. A ideia é divulgar o quanto a empresa avançou para concretizar a possibilidade de viajar até Marte, por exemplo

As imagens revelam vários takes do foguete com detalhes de sua estrutura de lançamento com destino a Marte e momentos de testes, só que sem as explosões massivas, pois em mais de uma ocasião, os protótipos não sobreviveram à viagem de volta. Isso porque fazem uma aterrissagem forçada ou acabam explodindo no ar com o impacto no solo.

Vale lembrar que a SpaceX já percorre um longo caminho quando o assunto é tecnologia espacial, tanto que em maio, o quinto protótipo em escala real – chamado SN15 –  conseguiu manter o pouso.

Depois de trabalhar por meses, a empresa instalou uma torre para capturar tanto a nave estelar quanto seu impulsionador Super Pesado. Seguindo a linha dos avanços, já na semana passada, o primeiro protótipo de nave estelar acendeu pela primeira vez durante um teste estático através do vácuo do espaço sideral.

Além disso, a ocasião preparou o cenário para o primeiro voo de teste da SpaceX em órbita nos próximos meses. Por mais que não esteja definido quando isso acontecerá, a Federal Aviation Administration informou que está concluindo a sua avaliação ambiental para que aconteça o teste orbital da Starship.

Mas o dia não pode chegar em breve – será um espetáculo.

Leia mais:

Fonte: Futurism

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Rumo a Marte: SpaceX revela detalhes sobre testes de foguete apareceu primeiro em Olhar Digital.

A série ‘Round 6’ é um sucesso inevitável e está conquistando cada vez mais a atenção e curiosidade das pessoas. Com tamanha repercussão, a Netflix divulgou fotos de bastidores da produção coreana que mudam um pouco a forma de ver as cenas brutais, nem parecendo que são momentos tensos.

As imagens são das gravações dos personagens durante o “Jogo da Lula” e trazem os principais nomes do elenco sorrindo e aproveitando cada momento do que viria a ser o maior sucesso da história da plataforma de streaming.

O enredo de ‘Round 6’ envolve cidadãos com diversos problemas financeiros que são escolhidos para participar de um jogo de sobrevivência em busca de um prêmio milionário. O time de atores conta com Lee Jung-jae, Lee Beyung-hyun e Gong Yoo. Veja as cenas divertidas de bastidores no Twitter:

Leia mais:

‘Round 6’: atriz posta vídeo de teste para fazer a Jogadora 067 na série

‘Round 6’ é um sucesso. Mas, você já parou para pensar como os atores chegaram à produção sul-coreana exclusiva da Netflix? A atriz Jung Ho-yeon publicou em sua conta oficial no Instagram dois vídeos com imagens dos testes que realizou antes de ser escalada para interpretar Kang Sae-byeok, conhecida como a Jogadora 067 na série mundialmente aclamada.

Por algum motivo, Jung publicou os vídeos sem som, então não é possível saber se ela ou mais alguém dizia algo. Ao seu lado, estão outras estrelas de ‘Round 6’, Lee Yoo-mi e Anupam Tripathi. A atriz é uma das profissionais que foi alçada à fama graças à série. Antes da produção, Jung não tinha experiência profissional. Ao se destacar, ela reúne hoje cerca de 22,5 milhões de seguidores do mundo inteiro no Instagram.

Para saber mais, acesse a reportagem completa no Olhar Digital.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post ‘Round 6’: Netflix divulga bastidores do “Jogo da Lula”; veja apareceu primeiro em Olhar Digital.

Na terça-feira (26), o governo do Distrito Federal editou o decreto e retirou a obrigatoriedade do uso de máscaras em ambientes abertos. A medida começará a valer a partir do dia 3 de novembro. O Decreto 42.656 dá nova direção em relação aos anteriores que disciplinavam as medidas de distanciamento como forma de combate à Covid-19. Agora, a exigência de máscara fica valendo somente para locais fechados.

“Fica determinada a obrigatoriedade da utilização de máscaras de proteção facial, conforme orientações da Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal, em todos os espaços públicos fechados, equipamentos de transporte público coletivo, estabelecimentos comerciais, industriais e de serviços e nas áreas de uso comum dos condomínios residenciais e comerciais, no âmbito do Distrito Federal”, explicou o novo texto.

Ainda é necessário usar máscara no Brasil mesmo após a liberação nos EUA?
Imagem: Yaroslav Olieinikov (iStock)

Ademais, a norma retira a vinculação do horário de funcionamento de estabelecimentos a normas específicas aprovadas com medidas tomadas contra a pandemia de Covid-19 e volta a disciplinar a abertura dos negócios com as licenças de funcionamento.

Leia mais:

O decreto trata dos protocolos na organização das rotinas produtivas, retirando medidas de segurança em estabelecimentos como a organização de revezamento de dia e horário entre os trabalhadores do negócio.

Até este momento, o DF aplicou 2,24 milhões da primeira dose da vacina contra a Covid-19, conseguindo a cobertura de 73,43% da população em geral e 86,94% da população com 12 anos ou mais. Com isso, a imunização completa (com duas doses ou dose única) atingiu 51,22% da população em geral e 60,63% das pessoas com 12 anos ou mais.

Fonte: Agência Brasil

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Covid-19: DF retira obrigatoriedade de máscaras em locais abertos apareceu primeiro em Olhar Digital.

ATENÇÃO, SPOILERS À FRENTE!

Depois de uma semana em hiato, The Good Doctor está de volta com um novo episódio, o 5×4, para sua 5ª temporada. O intitulado como “Rationality” adicionou novas tensões aos dramas enfrentados pelos personagens e seguiu com alguns aspectos interessantes para os protagonistas. 

Leia mais…

O Homem-Aranha se consagrou como um dos principais super-heróis no mundo inteiro, conhecido e amado por pessoas de todos os lugares e, por isso, a Sony pretendia lançar um terceiro filme para a trilogia O Espetacular Homem-Aranha.

Entretanto, o segundo filme não teve uma recepção muito agradável e isso fez com que o ator Andrew Garfield desse adeus ao seu papel como o lançador de teias. Com as notícias sobre isso rolando, a Marvel Studios começou a planejar como conseguiria os direitos do personagem para utilizá-lo no MCU.

Leia mais…

Nessa segunda-feira, 25, a Netflix divulgou as primeiras imagens de Inventando Anna, nova série do serviço de streaming. Escrita por Shonda Rhimes, mesma criadora de Grey’s Anatomy e Scandal, a nova produção tem estreia prevista para o primeiro trimestre de 2022. 

Para divulgar a novidade aos seus assinantes, a Netflix utilizou sua conta do Twitter e também revelou a sinopse do show. 

Leia mais…

Nesta terça-feira (26), o jornal The Washington Post, com base em documentos vazados do Facebook, informou que o algoritmo da rede social considerava reações com emojis até cinco vezes mais valiosas do que curtidas para ranquear publicações em feeds de notícias de 2017 a 2020. Além disso, pesquisadores da companhia confirmaram em 2019 que posts que incentivavam o uso da carinha de “raiva” contavam com uma probabilidade maior de ter desinformação, toxicidade e notícias de “baixa qualidade”.  

Empregados dos “times de integridade” alertaram várias vezes para os potenciais riscos de elementos específicos do ranqueamento de conteúdos. A lógica seguida pela companhia era de que o emoji possui uma impressão emocional maior do que a curtida e que a “carinha” exige um clique a mais. Respostas, por exemplo, precisam de ainda mais “esforço” do usuário e contam com 30 vezes o valor de um like.

Leia mais…

De acordo com informações reveladas pelo jornal britânico Financial Times, as três agências de espionagem do Reino Unido fecharam uma parceria com a Amazon para armazenar dados secretos no serviço de nuvem Amazon Web Services (AWS).

A ideia das agências é usar o serviço de nuvem para impulsionar a análise de dados e uso de inteligência artificial para espionagem. O MI5, MI6 e GCHQ devem ser os principais serviços de seguranças usando a nuvem — em operações conjuntas, outros departamentos governamentais também devem tirar proveito do sistema, como o Ministério da Defesa do Reino Unido.

Leia mais…