Nem mesmo os heróis estão totalmente protegidos da Covid-19. Nesta quinta-feira (3) surgiu a informação de que as filmagens do novo filme do Batman foram interrompidas por um motivo simples: Robert Pattinson, que protagonizará o filme interpretando o homem morcego, foi diagnosticado com o coronavírus.A Warner Bros. confirmou à Vanity Fair que, de fato, um membro da equipe do filme foi diagnosticado com Covid-19 e está isolado, mas não cita diretamente que essa pessoa é Robert Pattinson. A empresa também confirma que as gravações foram interrompidas por enquanto por questão de segurança.É mais um obstáculo na produção do filme. O longa já teve uma grande paralisação da ordem de alguns meses justamente em decorrência da pandemia de Covid-19 em março, quando o mundo percebeu que não poderia seguir a vida normalmente, e agora suas gravações voltam a ser interrompidas após um participante ser diagnosticado com o vírus.O resultado disso é que o filme terá seu lançamento atrasado. Com a primeira interrupção, a previsão inicial era de que os espectadores poderiam assisti-lo em junho de 2021, mas a estimativa foi reajustada para outubro de 2021. Com o contágio de um membro e mais tempo de paralisação, é possível que essa data esteja ainda mais distante, especialmente se mais membros da equipe forem diagnosticados.A notícia chega justamente quando os ânimos para o filme estão mais altos entre o público. A Warner lançou na semana passada o primeiro trailer para o longa, mostrando as primeiras cenas de Pattinson como Batman.