Auto Added by WPeMatico

A Tesla havia decidido testar o seu software avançado de assistência ao motorista chamado de “Full Self Driving” com proprietários de veículos em estradas públicas, porém, a iniciativa atraiu muitas críticas. A ansiedade para a tecnologia era tanta, que a versão 10.3 possuía uma longa lista de notas de lançamento.

A empresa menciona as mudanças com a introdução de perfis de motorista que podem alternar entre diferentes características para distância de seguimento, paradas de rolamento ou faixas de ultrapassagem de saída. O software deve detectar melhor as luzes de freio, piscas e luzes de perigo de outros veículos, junto com a redução da desaceleração falsa e deslocamento aprimorado para pedestres.

Porém, não saiu como imaginava e ainda tarde de domingo (24), o líder da Tesla, Elon Musk postou no Twitter que a marca está “vendo alguns problemas com o 10.3, então voltando para o 10.2 temporariamente”.

O CEO da Tesla disse que acredita que a versão “completa de recursos” do software que sua empresa chama de “Full Self-Driving” irá levar alguém de sua casa para o trabalho sem intervenção humana e ainda exigirá supervisão, sendo que isso não descreve um carro totalmente autônomo.

Enquanto isso, algumas pessoas já compartilharam os seus vídeos com impressões da experiência com o lançamento da Tesla, uns falaram que atualização introduz avisos de colisão dianteira fantasma (FCW) e outros problemas observados incluíram problemas de controle de cruzeiro ciente de tráfego (TACC) e pânico do piloto automático ocasional. 

Além disso, outro problema detectado é que vários alegaram que os falsos incidentes de FCW reduziram sua “pontuação de segurança” tido baixo suficiente para que eles não pudessem permanecer no beta.

Leia mais:

Fonte: The Verge

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Tesla retira novo software após reclamações sobre falsos avisos e outros bugs apareceu primeiro em Olhar Digital.

O WhatsApp pode ser usado em seu computador de duas maneiras: pelo WhatsApp Web, por meio do navegador de internet, e pelo aplicativo WhatsApp para Computador. O segundo pode ser baixado pela Microsoft Store, App Store ou no site da plataforma e é compatível com o sistema Windows, a partir da versão 8.1, e o macOS 10.10 ou posterior. 

Para auxiliar no processo de instalação do WhatsApp para Computador, o TecMundo desenvolveu um tutorial simples e prático. Confira o passo a passo a seguir.

Leia mais…

O WhatsApp disponibilizou na quinta-feira (14) uma nova e importante atualização para os participantes do programa beta do mensageiro no Android. Ela não traz nenhum recurso inédito, porém corrige alguns erros que surgiram após a instalação da compilação anterior.

Lançada na quarta-feira (13), a versão 2.21.21.9 do WhatsApp Beta para Android veio com um bug que impedia a abertura de grupos ou das informações referentes aos bate-papos. Ao tentar executar tais funções, o usuário era surpreendido com o travamento do app, que também podia fechar sozinho, segundo os relatos dos testadores.

Leia mais…

Com a chegada do Windows 11 na terça-feira (5), o novo papel de parede do sistema, denominado Bloom, começou a ganhar destaque, assim como o seu redesenhado logotipo. Para saciar a curiosidade dos usuários, a Microsoft forneceu detalhes a respeito da criação destes símbolos.

Em comunicado divulgado na quarta-feira (6), a gigante de Redmond explicou que o Bloom foi projetado para complementar o layout centralizado da nova versão do Windows. Além disso, a equipe de design imaginou um elemento que tivesse movimento.

Leia mais…

Lançada nessa terça-feira (5), a versão estável do Windows 11 está chegando aos primeiros computadores compatíveis. E à medida em que é instalada em mais dispositivos, os primeiros bugs da nova geração do sistema operacional começam a aparecer.

Um dos erros conhecidos do Windows 11 relatados pela Microsoft é a falha de compatibilidade de drivers de rede Intel Killer, que deve ser corrigida no próximo dia 12 de outubro. Sob certas condições, os computadores afetados podem descartar pacotes User Datagram Protocol (UDP), ocasionando lentidão ao abrir sites e streamings de vídeo.

Leia mais…

O Windows 11 será lançado em 5 de outubro, mas, como planejado, a Microsoft segue lançando atualizações para a versão anterior do sistema. Os usuários do Windows 10 21H1, 10 20H2 e v2004 poderão se livrar de uma série de bugs que atinge o Outlook, como travamentos repentinos, com a atualização opcional KB5005611, lançada na quinta-feira (30).

A atualização permite que os usuários testem as correções antes de se tornar parte do patch principal que será oferecido a partir de 12 de outubro, uma semana após a previsão de lançamento do Windows 11.

Leia mais…

O aplicativo de teclado Gboard do Google começou a alertar os usuários para a remoção das figurinhas criadas com selfies, os Minis. A empresa, em uma nota ao 9to5Google, afirmou que o recurso será descontinuado no final de outubro, mas ainda não há uma data exata.

Introduzidos em 2018, os Minis são figurinhas personalizáveis similares aos Bitmojis. Através de uma foto do cliente, um avatar é formado para ilustrar diferentes sentimentos e brincadeiras em pacotes de adesivos com estilos artísticos únicos. 

Leia mais…

O time de desenvolvedores do Wallpaper Engine anunciou, nesta quinta-feira (23), que o serviço ganhará uma extensão gratuita para dispositivos Android, permitindo a transferência e uso de coleções de papéis de parede animados em celulares. Ainda não há uma data exata para o lançamento, mas a versão será oferecida em outubro ou no começo de novembro.

A comunicação acontecerá através da Wi-fi local do usuário e o app não terá propagandas e conteúdos adicionais monetizáveis. Dito isso, o cliente precisa ter o software para Windows, que está custando R$ 9,99 na Steam

Leia mais…

O Google oferece aos seus usuários uma infinidade de possibilidades quando se fala em soluções de armazenamento. As suas fotos, por exemplo, podem ser adicionadas integralmente no Google Fotos, que funciona como uma nuvem especializada em imagens, sincronizada com todos os seus dispositivos com uma única conta Google. Mas você sabia que é possível proteger algumas dessas imagens com senha?

Essa novidade surpreendente e com toda a certeza, vai deixar os usuários ainda mais seguros em organizar suas fotos dentro deste software, sobretudo por conta da privacidade que ele oferece a todos. Se você utiliza o Google Fotos em seu smartphone, saiba que com um simples toque, o aplicativo entende que seu aparelho está recheado de fotos e as salva, automaticamente, na nuvem.

Leia mais…

Um pesquisador de segurança publicou, nesta sexta-feira (24), um relatório acusando a Apple de ignorar várias vulnerabilidades presentes no lançamento do iOS 15. O profissional disse ter encontrado quatro problemas, sendo que um deles afeta gravemente a privacidade dos usuários.

Identificado apenas como “illusionofchaos”, o pesquisador também engrossou as críticas contra o programa de recompensas da Maçã. Outros especialistas dizem que a gigante da tecnologia é lenta na correção das falhas, que paga pouco e que às vezes até atrasa os pagamentos.

Leia mais…