Auto Added by WPeMatico

A Nintendo está trabalhando em um novo controle para o Switch. Os detalhes do joystick, porém, são mantidos em sigilo por pelo menos seis meses, a pedido da companhia. A informação do novo periférico para o console híbrido foi revelada em um arquivo da FCC, agência de certificação internacional (antiga VGC).

O que se sabe, até agora, sobre o novo controle é que ele será sem fio e conectado ao Nintendo Switch via Bluetooth. Esquemas, manual do usuário e diagrama de blocos seguem em segredo. Eles devem ser revelados no ano que vem, já que o processo da FCC mostra que os documentos confidenciais serão divulgados ao público após o período solicitado pela empresa.

Leia mais:

De acordo com o site Gamespot, a solicitação de confidencialidade foi enviada em uma carta, assinada por um representante da Nintendo. “O aplicativo contém informações técnicas que consideramos ser segredos comerciais e proprietários. Se tornadas públicas, as informações podem ser usadas em desvantagem do requerente no mercado”, diz a correspondência.

O novo controle não vai substituir o Joy-con, mas corrigir um problema que os atuais joysticks do console apresentam. Depois de cerca de quatro anos no mercado, o controlador do Nintendo Switch ainda dá dor de cabeça aos usuários, com um deles inserindo uma direção sem ser tocado pelo jogador. Isso se tornou tão frequente que Shuntaro Furukawa, presidente da Nintendo, apresentou um pedido de desculpas no ano passado.

Nintendo Switch. Imagem: Wachiwit / Shutterstock.com
Os atuais Joy-con apresentam uma falha que já virou até pedido de desculpas pela companhia. Imagem: Wachiwit / Shutterstock.com

O console foi revelado pela Nintendo em outubro de 2016 e lançado oficialmente em março de 2017, mas chegou ao mercado brasileiro apenas em setembro do ano passado. O país, inclusive, recebe apenas agora a versão Lite, já em pré-venda, com lançamento previsto para o dia 1º de outubro.

Vale lembrar que o modelo Lite funciona apenas como portátil, sem que os controles possam ser destacados. A versão do Brasil está no site da Amazon em promoção, por R$ 1.650,75, podendo ser parcelado em até dez vezes sem juros nos cartões de créditos. Por ser uma venda Prime, o Nintendo Switch Lite tem frete grátis.

Via: Gamespot / GameRant

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Nintendo desenvolve novo controle para Switch apareceu primeiro em Olhar Digital.

Há quase 40 anos, em 1982, a Microsoft lançou o primeiro título da série de jogos ‘Flight Simulator’. Uma década depois, a Nintendo colocou o primeiro título do ‘Mario Kart’ no mercado. Agora, o modder Illogicoma resolveu juntar os dois games em um e levou as pistas de kart de desenho animado ao simulador de voo hiper-realista.

“Então, achei que as pistas de ‘Mario Kart 8’ seriam divertidas também de jogar no ‘Flight Simulator’, então eu coloquei as pistas de ‘Mario Karl 8’ dentro do ‘Flight Simulator’ e joguei. E era verdade (seriam divertidas)”, escreveu o modder, em sua conta no Twitter.

Leia mais:

Illogicoma explicou que customizar o mod foi um pouco complicado e contou com ajuda. Normalmente, o game da Microsoft lida bem com a interpretação de objetos e pontos de referência do mundo real. Foi na mais recente versão de ‘Microsoft Flight Simulator’, lançada em 2020, que o modder realizou a façanha com outro game.

O ‘Mario Kart’ mais atual, o ‘Tour’, é de 2019. Mas, Illogicoma usou o oitavo lançamento, jogo de 2014. Ele pegou os modelos de pista no site The Models Resource e complementou a personalização com um Blender2MSFS. Isso quer dizer que o modder inseriu os modelos no Blender 3D Creation Suite e produziu as pistas de corrida mágicas para voar.

O vídeo com o gameplay de ‘Flight Simulator’ usando as pistas de ‘Mario Kart 8’ foi publicado no canal e Illogicoma no YouTube. Como há diversos outros momentos, vale adiantar a publicação até as 3 horas e 26 minutos, para chegar no mod.

É bom lembrar que o mod é bem rustico. Os objetos do jogo da Nintendo estão flutuando no ar e não há colisão, sendo possível voar por eles se o piloto assim desejar. É apenas um jeito de se divertir voando sobre o mapa com dados de satélite.

Via: Kotaku

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post ‘Mario Kart’ ganha mod em ‘Flight Simulator’ apareceu primeiro em Olhar Digital.

Um robô feito em impressora 3D conseguiu vencer a primeira fase do jogo “Super Mario Bros.”, da Nintendo. A tarefa não é das mais complicadas, mas o objetivo dos engenheiros nem é criar um super jogador de games!

O projeto é parte da subdivisão de “soft robotics” da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, conhecida por fugir das construções tradicionais e inventar robôs com componentes flexíveis, que imitam atribuições físicas encontradas em tecidos de animais.

É o caso do projeto atual, que apresenta uma mão com três dedos, com destreza suficiente para manipular os botões e o controle direcional de um joystick.

Segundo a universidade, há inúmeras vantagens no uso de materiais flexíveis: imagine um robô cujo corpo inteiro é maleável a ponto de se enfiar em aberturas menores, na busca de vítimas de desastres como desabamentos ou terremotos. Isso sem falar nas possibilidades de usos como próteses de membros perdidos ou aplicações da biomedicina.

Ao contrário de outras pesquisas do tipo, os criadores decidiram socializar os desenhos do robô que venceu Super Mario, para que qualquer um possa baixar os arquivos, modificar sob demanda e imprimir em 3D. Segundo eles, o custo para esse tipo de produção seria de aproximadamente 100 dólares, com o software que eles próprios utilizaram via GitHub.

O objetivo principal é aumentar o volume de pesquisas e trabalhos como esse, para ter aplicações úteis em um futuro próximo.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Técnica multiuso: robô impresso em 3D joga Super Mario Bros. apareceu primeiro em Olhar Digital.

O Super Nintendo Entertainment System, conhecido como SNES ou apenas Super Nintendo, foi originalmente lançado em 1990 no Japão, mas só chegou à América do Sul três anos depois. O console, primeiro a apresentar gráficos de 16 bits, é um clássico e recebeu diversos jogos igualmente icônicos. Ele também teve títulos de menor expressão, mas não por isso menos divertidos. Vamos lembrar 10 desses games!

Leia mais:

Final Fantasy V

A franquia já é um ícone por si só. Mas, o quinto título não tem a mesma atenção que o ‘Final Fantasy IV’ e o ‘Final Fantasy VI’. Ele é, basicamente, o filho do meio esquecido. O título é bastante personalizável e permite que os jogadores trainem os personagens como acharem melhor, além de formar as próprias estratégias.

Fire Emblem: Seisen no Keifu

O jogo é o quarto título da franquia ‘Fire Emblem’, um RPG tático estelar. Ele, porém, só foi lançado oficialmente no Japão, o que dificultou a acessibilidade. A história abrange duas gerações de personagens e conta com uma escrita envolvente.

Zombies Ate My Neighbors

No modelo clássico de ação, o tem a forma de um run-and-gun para dois jogadores, desenvolvido pela LucasArts, fundada por George Lucas e que publicava a maior parte dos games baseados em ‘Star Wars’. O game está disponível atualmente para o Nintendo Switch.

‘Zoombies Ate My Neighbors’ está disponível para Switch. Imagem: Reprodução

Kirby’s Dream Course

De outra franquia conhecida, o título é um jogo subestimado. O jogo é bastante agitado, mas promete profundidade com uma variedade de power-ups e mecânicas exclusivas.

Joe & Mac

Este jogo oferece um modo de cooperação. Ele pode ser totalmente jogado por dois jogadores em um típico game de plataformas pré-histórico.

Saturday Night Slam Masters

Um game de luta pro-wrestling lançado em 1993. O título se passa no universo compartilhado de ‘Street Fighter’ e ‘Final Fight’, com Mike Haggar como um dos personagens. Quanto à jogabilidade, o título é um híbrido de luta livre tradicional e um jogo de luta.

Como votar no Olhar Digital no segundo turno do Prêmio Influency.me

Goof Troop

Outro jogo cooperativo subestimado. Ele é baseado no desenho animado de mesmo nome, do Pateta, da Disney. Os jogadores precisam resolver quebra-cabeças com a ajuda de outro jogador.

Captain Commando

Um dos jogos da Capcom com menos destaque. O jogo é um beat-em-up de estilo arcade estrelado pelo ex-mascote da desenvolvedora. Ele se situa na mesma linha do tempo de ‘Street Fighter’.

Weaponlord

Lançado em 1995, o jogo de luta apresenta mecânicas inovadoras. Baseado em armas, o título pavimentou o caminho para outros que seguiram, com uma jogabilidade também à frente do seu tempo.

Sailor Moon S

O jogo de luta baseado em ‘Sailor Moon’ só foi lançado no Japão. Com design moderno, ele tem uma jogabilidade justa e equilibrada. Cada personagem do game tem seus próprios especiais.

Via: Game Rant

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Os 10 jogos mais subestimados de Super Nintendo apareceu primeiro em Olhar Digital.

A E3 2021, maior feira da indústria de games, começa neste sábado, e ao longo dos próximos dias todas as fabricantes e grandes estúdios irão anunciar os títulos que chegarão ao mercado nos próximos meses (ou anos).

A Nintendo é uma destas empresas, com seu tradicional evento “Nintendo Direct” programado para esta quinta-feira, 15 de junho. Mas parece que a casa de Mario não aguenta mais esperar: um novo título com Mario e os Rabbids, os coelhos insanos da Ubisoft, apareceu brevemente no site da empresa na manhã deste sábado.

Chamado Mario+Rabbids: Sparks of Hope, o jogo é uma sequência de Mario + Rabbids: Kingdom Battle, que saiu para o Switch em 2017. Segundo a descrição oficial, Mario e seus amigos embarcarão em “uma jornada galáctica para derrotar uma entidade malévola e salvar seus companheiros, os Sparks. Explore planetas por toda a galáxia enquanto descobre segredos misteriosos e missões intrigantes!”.

O jogo tem lançamento programado para 2022 no Switch e está sendo desenvolvido pelo estúdio da Ubisoft em Milão, na Itália, que também criou o primeiro título. A empresa tem uma conferência na E3 no final da tarde deste sábado, mas provavelmente focará em suas franquias próprias (como Far Cry, Rainbow Six e Assassin’s Creed), deixando o anúncio do título a cargo da Nintendo.

Leia mais:

Teremos um Switch Pro?

Uma das grandes expectativas para o evento da Nintendo na E3 é o lançamento de uma nova versão do Switch, apelidada pelo público de “Switch Pro“. O console seria uma versão “turbinada” do modelo atual, capaz de renderizar gráficos em 4K e com uma tela OLED, porém mantendo compatibilidade total com os jogos atuais.

Não é raro a Nintendo “turbinar” seus consoles no meio de seu ciclo de vida: o Gameboy Advance SP, de 2003, mudou o formato físico e corrigiu o maior problema de seu antecessor: a falta de uma tela iluminada.

O Nintendo DSi, lançado em novembro de 2008 no Japão, era uma versão do Nintendo DS Lite com mais memória RAM e um processador mais poderoso. A fórmula foi repetida com o “New Nintendo 3DS”, em 2014.

Apesar de anunciado em junho, o console chegaria ao mercado apenas em setembro. O intervalo daria aos desenvolvedores tempo para mostrar os jogos atualizados para o novo modelo. E, apesar da escassez mundial de chips, a “Big N” deverá ter volume suficiente para um lançamento “em setembro” sem problemas.

“Os fornecedores estão confiantes de que podem atender aos pedidos da Nintendo, apesar da contínua escassez de chips”, diz o artigo. “Suas linhas de produção estão mais bem preparadas para a potencial mudança de componentes e as peças que a Nintendo está usando estão sujeitas a menos competição do que as dos consoles mais poderosos de seus rivais”.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post E3 2021: Nintendo vaza novo jogo com Mario e os Rabbids apareceu primeiro em Olhar Digital.