Auto Added by WPeMatico

A Microsoft está prometendo diversas novidades relacionadas ao tablet Surface para a próxima quarta-feira (22). E, entre elas, podem estar uma nova tela de 13 polegadas de 120 Hz de taxa de frequência e duas portas Thunderbolt para o Surface Pro 8. As informações foram vazadas pela conta do Twitter ‘Shadow_Leak’.

Uma suposta imagem do Surface Pro 8 feita para o varejo mostra o aparelho com algumas das novidades. O anúncio ainda indica um processador Core de 11ª geração da Intel e a possibilidade de trocar a memória interna SSD – como já acontece com os modelos Surface Laptop 4, Surface Pro X e o Surface Pro 7 plus.

O Surface Pro 8 deve ser a estrela principal do evento da Microsoft, que ainda terá lançamentos do Surface Duo 2 e possíveis atualizações do Surface Book, Surface Go e Surface Pro X. A linha Pro é a principal dos Surface desde o lançamento do Windows 8, em 2012. A Microsoft agora está planejando lançar um novo Surface Pro 8, pronto para o Windows 11.

Leia também:

Vazamentos anteriores já adiantam algumas características do tablet. O dispositivo deve passar a oferecer mais memória RAM por padrão, com 8 GB de RAM em sua versão mais básica, o dobro disponível no Surface Pro 7 de entrada. A Microsoft também deve oferecer várias versões do novo Surface Pro com configurações de hardware diferentes para atender diversos tipos de usuário. Desde os que precisam de uma máquina mais modesta para tarefas básicas, até quem precisa de um conjunto de hardware mais potente para trabalhar.

Para o armazenamento interno, o usuário pode optar por versões com 128 até 1 TB de espaço. A memória RAM disponível também muda de acordo com o processador e a capacidade de armazenamento. A versão mais poderosa do Surface Pro 8, por exemplo, possui 32 GB de RAM, processador Core i7 e 1 TB de espaço interno. O preço final do modelo mais básico do Surface Pro 8 deve ficar em US$ 749,99.

Via: The Verge

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Vazamento: Surface Pro 8 pode vir com tela de 13″ e duas entradas Thunderbolt apareceu primeiro em Olhar Digital.

Há quase 40 anos, em 1982, a Microsoft lançou o primeiro título da série de jogos ‘Flight Simulator’. Uma década depois, a Nintendo colocou o primeiro título do ‘Mario Kart’ no mercado. Agora, o modder Illogicoma resolveu juntar os dois games em um e levou as pistas de kart de desenho animado ao simulador de voo hiper-realista.

“Então, achei que as pistas de ‘Mario Kart 8’ seriam divertidas também de jogar no ‘Flight Simulator’, então eu coloquei as pistas de ‘Mario Karl 8’ dentro do ‘Flight Simulator’ e joguei. E era verdade (seriam divertidas)”, escreveu o modder, em sua conta no Twitter.

Leia mais:

Illogicoma explicou que customizar o mod foi um pouco complicado e contou com ajuda. Normalmente, o game da Microsoft lida bem com a interpretação de objetos e pontos de referência do mundo real. Foi na mais recente versão de ‘Microsoft Flight Simulator’, lançada em 2020, que o modder realizou a façanha com outro game.

O ‘Mario Kart’ mais atual, o ‘Tour’, é de 2019. Mas, Illogicoma usou o oitavo lançamento, jogo de 2014. Ele pegou os modelos de pista no site The Models Resource e complementou a personalização com um Blender2MSFS. Isso quer dizer que o modder inseriu os modelos no Blender 3D Creation Suite e produziu as pistas de corrida mágicas para voar.

O vídeo com o gameplay de ‘Flight Simulator’ usando as pistas de ‘Mario Kart 8’ foi publicado no canal e Illogicoma no YouTube. Como há diversos outros momentos, vale adiantar a publicação até as 3 horas e 26 minutos, para chegar no mod.

É bom lembrar que o mod é bem rustico. Os objetos do jogo da Nintendo estão flutuando no ar e não há colisão, sendo possível voar por eles se o piloto assim desejar. É apenas um jeito de se divertir voando sobre o mapa com dados de satélite.

Via: Kotaku

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post ‘Mario Kart’ ganha mod em ‘Flight Simulator’ apareceu primeiro em Olhar Digital.

O Facebook e a Microsoft aderiram a uma iniciativa para unir informações de seus bancos de dados e combater usuários que tenham comportamentos extremistas, como grupos terroristas, neonazistas e supremacistas brancos. A ideia é que as plataformas consigam identificar esse conteúdo de foram mais inteligente.

O banco vai identificar padrões de comportamento de usuários com essas características. A intenção é que o sistema fique mais funcional com o passar do tempo, na medida em que mais informações são adicionadas a ele.

As duas empresas consideram a medida necessária já que o banco de dados usado atualmente para isso, o Fórum Global da Internet para Contra o Terrorismo (GIFCT), se baseia em uma lista da Organização das Nações Unidas de comportamento terroristas tradicional. No entanto, no mundo virtual, isso é bem diferente, e muitos não são localizados.

Facebook e Microsoft

Além do Facebook e da Microsoft, outras empresas da internet, como o Google e o Twitter também participam do programa e já adicionaram conteúdo ao banco de dados. Outras redes sociais também se inscreveram.

O sistema funciona baseado em hashes, que permite a identificação de conteúdos semelhantes aos adicionados no banco. Como o foco está nas publicações, é mais fácil fazer remoções em massa, já que não é necessário criar um mapa do perfil desses usuários.

Esse movimento ganha força na medida em que as empresas de mídia digital estão se tornando grandes vetores de propagação de fake news e conteúdo de ódio. Ainda vamos ter que aguardar um tempo para vermos o resultado da medida do Facebook e da Microsoft.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Facebook e Microsoft se unem para combater grupos extremistas apareceu primeiro em Olhar Digital.

A Microsoft apresentou a mais nova versão do Windows 10, a “21H2“. De acordo com a empresa, a nova atualização que terá como foco “a produtividade e a segurança“, de modo a atender “o feedback de seus clientes”. O lançamento oficial ocorrerá ainda em 2021, a partir de outubro.

No anúncio, a empresa reitera o comprometimento com os 1,3 bilhões de usuários do software, apesar da “empolgação” com a chegada de seu sucessor, o Windows 11. Lembrando que o atual sistema operacional, lançado em 29 de julho de 2015, receberá suporte oficial até outubro de 2025, totalizando mais de 10 anos de “serviço”.

versão 21h2
Imagem: RoSonic – Shutterstock

Entre as novidades da versão 21H2, estão o suporte para computação de GPU para o Windows Subsystem for Linux (WSL) e Azure IoT Edge for Linux on Windows (EFLOW), voltado principalmente para fluxos de trabalhos “intensos”, e a implementação do padrão WPA3 H2E para maior proteção de conexões sem fio. O update ainda conta com melhorias para o Windows Hello para Empresas.

A novidade já está sendo distribuída para os participantes do programa Windows Insider (o que é gratuito). A nova versão será lançada como uma “pequena manutenção”, conforme explica a Microsoft. Ou seja, os usuários com a versão 2004 ou superior do sistema operacional terão uma experiência de instalação mais rápida.

Leia mais:

Ainda de acordo com a Microsoft, o Windows 10 21H2 terá suporte para clientes LTSC até 2026, pelo menos. Já para as versões Home e Pro do Windows, o amparo é de 18 meses, enquanto os clientes das edições Educação e Empresa terão 30 meses de assistência.

Fonte: Windows Blog

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Microsoft apresenta nova versão do Windows 10: a “21H2”; confira detalhes apareceu primeiro em Olhar Digital.

No mês de abril, a Microsoft começou a testar um novo recurso no Edge Canary com o objetivo de tornar mais fácil a usabilidade para as pessoas enviarem páginas ou guias da Web entre dispositivos diferentes. Agora, a empresa está expandindo esse recurso para o canal estável.

O compartilhamento de guias foi ativado para um conjunto de usuários na versão Edge 91.0.864.54. Só que neste momento, segue em atualização, por exemplo, ainda não suporta o compartilhamento de guias com dispositivos Android ou iOS executando a versão Edge estável. Sendo assim, é necessário baixar a versão Canary ou Dev do Edge para que funcione. 

Como o próprio nome indica, o recurso de compartilhamento de guias permite enviar uma página da web para seus dispositivos Android ou Windows que executam o navegador Edge e assinados com a mesma conta da Microsoft. 

A implementação é parecida com o Chrome, basta abrir uma página da web que estará visível o ícone de laptop/telefone no canto esquerdo da barra de endereço. Ao clicar nele, será exibida uma lista dos dispositivos disponíveis. Caso estiver enviando para um smartphone, terá uma notificação com o link do URL e o nome da página pop-up nas notificações, depois de clicar no botão enviar. 

A capacidade de compartilhar guias entre dispositivos é algo que o Google Chrome e o Firefox possuem há alguns anos. Com a novidade na Microsoft, para experimentar o compartilhamento de guias, não esqueça de que está executando a versão estável mais recente do Edge. Vale lembrar que o recurso foi lançado atualmente apenas para um pequeno conjunto de usuários. 

Leia também:

Fonte: XDA

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Microsoft Edge permite enviar guias entre dispositivos apareceu primeiro em Olhar Digital.

O presidente-executivo (CEO) da Microsoft, Satya Nadella, foi nomeado para assumir também o cargo de presidente do conselho da empresa. A informação foi divulgada pela Microsoft nesta quarta-feira (16) e marca o segundo ano consecutivo em que a empresa não terá seu cofundador, Bill Gates, como o chefe do conselho administrativo da companhia. Gates deixou o cargo no ano passado, cerca de três meses após ter sido reeleito para presidir o órgão.

Satya Nadella tem 53 anos e assumiu o cargo de CEO da empresa em 2014 e tem apresentado bons resultados. Sua gestão focou na restauração da empresa, principalmente na divisão de computação em nuvem, que teve um crescimento bastante robusto desde que Nadella assumiu a chefia-executiva da companhia.

Leia mais:

Com ele no comando, a Microsoft assumiu o posto de terceira maior empresa do mundo em valor de mercado, com US$ 1,9 trilhão, atrás apenas da Apple (US$ 2,2 trilhões) e da petroleira saudita Saudi Aramco (US$ 2,4 trilhões).

Dança das cadeiras

Cargo de presidente do conselho da Microsoft era ocupado por John W. Thompson desde a saída de Bill Gates. Crédito: Stephen Brashear/iStock

Até agora, o cargo de presidente do conselho administrativo da Microsoft era ocupado por John Wendell Thompson, que retorna para o cargo de diretor independente principal, posto que ocupou entre 2012 e 2014. As conversas entre Nadella e Thompson para uma possível transição de cargo têm acontecido desde o final do ano passado, de acordo com uma porta-voz da empresa ouvida pelo The Wall Street Journal. Contudo, a mudança não está relacionada à saída de Gates do conselho.

A saída de Bill Gates do cargo teria se dado logo após o conselho da empresa decidir que ele deveria renunciar seu posto durante a investigação sobre um caso extraconjugal entre o bilionário e uma funcionária da empresa, que foi considerado impróprio. De acordo com a assessoria de Gates, o caso realmente ocorreu, mas terminou de maneira amigável há cerca de 20 anos e não tinha relação com a saída do cofundador da Microsoft do conselho da companhia.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Microsoft nomeia CEO Satya Nadella como novo presidente do conselho apareceu primeiro em Olhar Digital.

A Microsoft fez a sua tradicional apresentação para a E3 2021 neste domingo com bastante coisa para donos de consoles Xbox. Alguns jogos bastante aguardados ganharam data de lançamento, e algumas surpresas pegaram os fãs de surpresa durante a conferência.

Entre títulos com data de lançamento marcada, os destaques ficam para Forza Horizon 5 (previsto para 9 de novembro de 2021), Age of Empires IV (28 de outubro) e Diablo II Resurrected (previsto para 23 de setembro de 2021). Um aguardadíssimo título também ganhou lançamento, mas ainda vai demorar: Starfield, novo RPG espacial da Bethesda, está marcado para 11 de novembro de 2022 – isso mesmo, só no ano que vem.

Halo Infinite, inicialmente previsto para sair junto com o Xbox Series X e S, ganhou uma janela de lançamento: último trimestre do ano. Outros destaques da apresentação da Microsoft são The Outer World 2, novo RPG da Obsidian, e RedFall, da Arkane Studios.

A Microsoft não foi a primeira empresa a apresentar suas novidades na E3 2021; No sábado (12), a Ubisoft também fez a sua conferência tradicional. Confira os principais destaques no especial preparado pelo Olhar Digital.

Confira abaixo 28 trailers de jogos apresentados durante a conferência do Xbox para a E3 2021:

Xbox na E3 2021: trailers

Starfield

S.T.A.L.K.E.R 2: Heart of Chernobyl

Back 4 Blood

Contraband

Sea of Thieves: A Pirate’s Life

Battlefield 2042

Twelve Minutes

Psychonauts 2

Fallout 76: Steel Reign

Party Animals

Hades

Sommerville

Halo Infinite

Diablo II Resurrected

A Plague Tale: Requiem

Far Cry 6

Slime Rancher 2

Shredders

Atomic Heart

Replaced

Grounded: The Shroom & Doom

Eiyuden Chronicle: Hundred Heroes

The Ascent

Age of Empires IV

The Outer Worlds 2

Microsoft Flight Simulator

Forza Horizon 5

RedFall

O post Xbox na E3 2021: confira o trailer de 28 jogos apresentados pela Microsoft apareceu primeiro em Olhar Digital.

“Um ponto de inflexão para o setor de energia”.

Assim foi apresentado o novo modelo de reator nuclear intitulado Natrium. O projeto piloto foi desenvolvido pelo fundador da Microsoft, Bill Gates, e pelo investidor multimilionário Warren Buffett.

A iniciativa é parte do objetivo de Gates de impulsionar as energias renováveis e o combate às mudanças climáticas.

Warren Buffet e Bill Gates foto: divulgação

Os conceitos nuclear e renovável podem soar antagônicos. Porém, pequenos reatores avançados, que funcionam por meio de combustíveis diferentes dos tradicionais, são vistos por alguns setores como uma tecnologia-chave livre de emissões de gases de efeito estufa que pode complementar o fornecimento de eletricidade em situações de baixa produção de energia eólica e solar.

O Natrium, apresentado durante cerimônia na quarta-feira (02), será desenvolvido pela empresa TerraPower, fundada por Gates há 15 anos, e pela PacifiCorp de Warren Buffet.

“O reator Natrium e seu sistema de energia integrada redefinem o que a energia nuclear pode ser: competitiva e flexível”, diz a TerraPower em seu site.

O projeto piloto será construído em uma usina de carvão desativada em Wyoming, nos Estados Unidos, o estado com a maior produção de carvão do país.

Como funciona o reator

A iniciativa é um novo conceito de geração e armazenamento de energia que combina um reator rápido de sódio com um sistema de armazenamento de sais fundidos capaz de produzir 345 megawatts, explica a TerraPower em seu site.

A empresa afirma que o sistema de armazenamento será capaz de aumentar a produção de energia para 500 megawatts de eletricidade por mais de cinco horas e meia quando necessário, quantidade suficiente para fornecer energia a cerca de 400 mil residências.

“Natrium é uma nova tecnologia que pretende simplificar os tipos de reatores já existentes”, explica o Fórum da Indústria Nuclear Espanhola, que é vinculado à GE Hitachi Nuclear Energy, empresa que desenvolve a tecnologia junto com a TerraPower.

O reator nuclear – do tipo ondas viajantes (TWR, na sigla em inglês) – usará urânio empobrecido ou urânio natural como combustível. E todos os equipamentos que não forem nucleares ficarão alojados em prédios separados, para reduzir a complexidade da instalação e seu custo, detalha o Fórum.

Reactor nuclear.
Ilustração demonstra funcionamento de reator Natrium

O presidente da TerraPower, Chris Levesque, explicou que a planta-piloto levará cerca de sete anos para ser construída.

“Precisamos desse tipo de energia limpa no sistema nos anos de 2030”, declarou Levesque.

O Natrium faz parte do Programa de Demonstração de Reatores Avançados do Departamento de Energia dos Estados Unidos.

A TerraPower recebeu US$ 80 milhões (cerca de R$ 400 milhões) em um pacote de financiamento inicial do Departamento de Energia para demonstrar o projeto, informou o portal Business Insider.

O departamento se comprometeu a conceder financiamento adicional para o projeto nos próximos anos.

O governador de Wyoming, Mark Gordon, enfatizou, durante a apresentação do Natrium, que esse é o “caminho mais rápido e claro” para o estado rumo a uma “pegada negativa de carbono”.

“Esse pequeno reator modular fornecerá energia sob demanda e resultará em uma redução geral nas emissões de CO2. Também criará centenas de empregos bem remunerados por meio da construção e operação da unidade”, escreveu em seu perfil no Twitter.

Preocupações

Mas projetos desse tipo geram certa desconfiança em alguns setores.

A UCS, Union of Concerned Scientists (União de Cientistas Preocupados, em tradução livre), um grupo de defesa da ciência sem fins lucrativos dos Estados Unidos, alertou que reatores avançados como o Natrium podem representar um risco maior do que os convencionais.

“As tecnologias (desses reatores) são, sem dúvidas, diferentes dos reatores atuais. Mas não está nada claro que sejam melhores”, declarou Edwin Lyman, diretor da UCS, à Reuters.

“Em muitos casos, são piores em termos de segurança, possibilidade de acidentes graves e proliferação nuclear”, acrescentou Lyman, autor de um relatório intitulado “Avançado nem sempre é melhor”, publicado pela UCS.

No relatório, o grupo alerta que o combustível para muitos reatores avançados teria que ser enriquecido a uma taxa muito maior que o combustível tradicional. Isso significa, segundo os estudiosos, que a cadeia de abastecimento de combustível poderia ser um alvo atraente para terroristas que buscam criar uma área nuclear rudimentar.

“Para que a energia nuclear desempenhe um papel maior na mitigação das mudanças climáticas, os reatores recém-construídos devem provar que são mais seguros e baratos que os atuais”, detalha o relatório.

Levesque, presidente da TerraPower, defendeu que as usinas com esses reatores reduzem os riscos de proliferação nuclear porque diminuem o lixo nuclear de forma generalizada.

Fonte: Uol e BBC

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Natrium: O que se sabe sobre reator nuclear desenvolvido por Bill Gates e Warren Buffett apareceu primeiro em Olhar Digital.

Se fosse possível converter em toneladas o tamanho em bytes do download inicial de ‘Flight Simulator 2020’, certamente ele se aproximaria do peso de um grande avião de passageiros. Com espantosos 170 GB, o pacote de instalação do jogo da Microsoft teve seu tamanho reduzido pela metade após um recém-lançado patch. Nas notas da atualização Sim Update 4 (patch 1.16.20.0), os desenvolvedores afirmam que novas otimizações de performance reduzem o volume do jogo base para 83GB.

Leia mais:

Ainda é um tamanho considerável, mas é um redução muito bem-vinda, sobretudo para quem não dispõe de planos de internet de alta velocidade. De todo modo, ‘Flight Simulator 2020’ ainda demanda um grande espaço disponível para a instalação, já que o game demanda pelo menos 150 GB, segundo especificações da Microsoft.

O patch ainda traz outras melhorias em termos de navegação, correção de crashes, ajustes gráficos e otimizações técnicas como balanceamento de alguns modelos de aeronaves etc. Os detalhes completos da atualização podem ser vistos aqui.

O jogo

Lançado para PC em agosto de 2020, o novo ‘Flight Simulator’ está disponível na Steam e na Microsoft Store, chegando em breve também ao consoles Xbox Series X/S. A atual versão do simulador de voo, que utiliza dados de satélites, impressiona pelo alto nível de realismo e pelas proporções.

É possível viajar para mais de 37 mil aeroporto, sobrevoar 1,5 bilhão de edifícios e vislumbrar detalhes reais da paisagem em milhões de cidades. O game também conta com atualizações de clima fornecidas em tempo real e transpõe para o gameplay mudanças e oscilações de temperatura, de direção e velocidade do vento, entre outras ocorrências meteorológicas, como chuvas, furacões etc.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post ‘Flight Simulator’: atualização reduz tamanho do download pela metade apareceu primeiro em Olhar Digital.

A Microsoft anunciou planos para melhorar o recurso Modo Juntos para videochamadas em grupo Teams na plataforma que permite que os desenvolvedores criem e carreguem cenas personalizadas. A empresa sinalizou as novas cenas de fundo personalizadas em seu Microsoft 365 Roadmap .

E 2020, foi lançado o Together Mode for Teams para ajudar a tornar as videochamadas mais pessoais, usando a tecnologia de segmentação de inteligência artificial para colocar as pessoas em uma reunião virtual na mesma sala, como se fosse um auditório. 

Isso se deve ao fato que com o trabalho remoto por conta da pandemia causada pelo coronavírus, foi necessário uma versão de planos de fundo personalizados em chamadas de vídeo, com o objetivo reduzir a tensão mental das pessoas que precisam entrar constantemente em reuniões de vídeo em grupo.  

O novo recurso da Microsoft permite criar cenas personalizadas para o Modo Juntos para desenvolvedores. “Construa suas próprias cenas que elevem sua experiência de reunião. Acreditamos que ao tornar o Modo Juntos extensível, os criadores podem criar cenas imersivas e os usuários podem ir além de uma simples videoconferência”, disse a empresa.

microsoft

Ao longo dos últimos meses, a Microsoft adicionou mais cenas à visualização original do auditório, só que não permitiu que os desenvolvedores criassem suas próprias cenas. Esta semana combinou os planos de fundo compartilhados do Zoom para contas gratuitas habilitando o Modo Juntos para contas pessoais em vez de apenas contas de trabalho vinculadas a assinaturas corporativas do Office 365. 

Os recursos gratuitos e pagos surgem à medida que as pessoas se cansam das videochamadas. O CEO do JP Morgan Chase, Jamie Dimon, afirmou que recentemente que cancelaria todas as suas reuniões do Zoom.

Veja também!

Fonte: Zdnet

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Microsoft Teams personaliza grandes reuniões como se fosse um auditório apareceu primeiro em Olhar Digital.