Auto Added by WPeMatico

Na manhã desta quinta-feira (11), a Nintendo anunciou o lançamento de Kirby’s Dream Buffet para a próxima semana, no dia 17 de agosto, também divulgou preço, localização em português do Brasil, detalhes do game, trailer e mais.

O anúncio aconteceu durante o concerto “Kirby 30th Anniversary Music Fest”, que celebrou os trinta anos da franquia.

Leia mais:

Durante o evento a Nintendo mencionou alguns detalhes do jogo como o modo de até quatro jogadores e os quatro tipos de competição repletas de morangos: o modo de corrida com cenários cheios de obstáculos e comidas para seu Kirby comer e se tornar mais forte; o modo mini-game que a competição é para comer o máximo de morangos antes que o tempo acabe; e o modo battle royale que o objetivo é derrubar outros Kirby’s para ficar com seus morangos e vencer. 

“Role por um bufê de fases em quatro rodadas divertidas para quatro jogadores como Kirby… E ele parece mais redondinho do que o normal?! Corra em deliciosas fases com obstáculos para coletar morangos enquanto Kirby fica cada vez maior. Depois, vire a mesa na rodada final — uma batalha frutífera em uma plataforma flutuante”, diz a descrição do jogo na eShop brasileira. 

Kirby´s Dream Buffet custará US$15. No Brasil o preço será mais salgado já que o game já aparece na em pré-venda na loja digital da Nintendo por R$77.

Imagem: Divulgação/Nintendo

Com informações de The Verge e Nintendo eShop

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Kirby´s Dream Buffet será lançado na próxima semana com tradução em português! apareceu primeiro em Olhar Digital.

O aguardado game The Lord of the Rings: Gollum foi adiado em “alguns meses” para atender às expectativas da comunidade, segundo anúncio da Daedalic Entertainment.

O anúncio foi feito pelo perfil oficial do jogo no Twitter, e uma nova data não foi revelada, ficando apenas a expectativa de que estes “poucos meses” sejam de fato poucos. A Daedalic diz no pronunciamento que atualizará a comunidade com a data exata “em um futuro próximo”.

Confira a tradução do anúncio do adiamento na íntegra abaixo:

“Em primeiro lugar, gostaríamos de agradecer a todos pela paciência e apoio até agora. Nos últimos anos, nossa equipe tem trabalhado duro para trazer a você uma história notável em um mundo de tirar o fôlego, cheio de magia e maravilha.

Estamos dedicados a atender às expectativas de nossa comunidade e descobrir a história não contada de Gollum de uma forma que honre a visão de J. R. R. Tolkien.

Dito isto, para oferecer a melhor experiência possível, decidimos atrasar o lançamento de The Lord of the Rings: Gollum em alguns meses.

Vamos atualizá-lo com um tempo exato em um futuro próximo.

Somos gratos por nossa comunidade apaixonada e mal podemos esperar para compartilhar essa aventura única com você em breve!

Até aqui, The Lord of the Rings: Gollum tinha previsão para ser lançado em 1º de setembro. No entanto, este não é o primeiro adiamento do jogo, que estava previsto inicialmente para um lançamento em 2021, o que foi posteriormente adiado para 2022. Agora, a não ser que a Daedalic pretenda fazer o lançamento em novembro ou dezembro, é muito provável que o jogo chegue apenas em 2023.

O adiamento chega logo após a desenvolvedora fornecer as primeiras imagens de gameplay, exibidas durante um evento da Nacon. O trailer de gameplay acabou muito criticado, e o jogo teve sua qualidade questionada após o lançamento das imagens.

Agora, aparentemente a Daedalic levou as críticas a sério e optou por aumentar o tempo de desenvolvimento, em vez de se apressar para um lançamento em setembro.

Leia mais:

The Lord of the Rings: Gollum se passa na Terra-média, universo criado por J.R.R. Tolkien, e acompanhará a jornada de um personagem conhecido na trilogia de Peter Jackson “O Senhor dos Anéis“: Gollum, ou Sméagol. O jogo não será de combate tradicional, e se baseará mais em furtividade e mecânicas de plataforma com elementos leves de quebra-cabeças.

Além disso, o jogo incluirá decisões narrativas, o que pode motivar os jogadores a jogar novamente para descobrir outros caminhos.

The Lord of the Rings: Gollum será lançado para PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series X|S, PC e Nintendo Switch.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post The Lord of the Rings: Gollum sofre adiamento; entenda apareceu primeiro em Olhar Digital.

A San Diego Comic Con (SDCC 22) segue seu curso neste sábado (23), em seu terceiro dia. Como de costume, um dos maiores eventos da cultura pop mundial está recheado de anúncios – tanto de produções que já esperávamos, como de algumas belas surpresas.

Recentemente, foram divulgados novos vídeos de “Os Anéis do Poder”, obra baseada na franquia O Senhor dos Anéis; e um trailer surpresa de “House of the Dragon”, spin-off de Game of Thrones, que foi lançado dois dias antes do início da feira. Abaixo, você confere mais anúncios feitos hoje.

Leia também

imagem

SDCC 22: The Rock traz o caos em trailer de Black Adam

Uma versão reduzida do trailer de Black Adam (“Adão Negro”) foi lançada no canal da Warner no YouTube, mostrando Dwayne “The Rock” Johnson vestindo o icônico uniforme do vilão da DC Comics. No vídeo, a voz de Johnson diz: “o mundo precisava de um herói. Ao invés disso, ele conseguiu a mim”, enquanto o herói titular destrói caças da Força Aérea e derruba prédios/arremessa inimigos – incluindo membros da Sociedade da Justiça América.

No palco de exibição ao vivo, em San Diego, foi exibido um trailer maior, que confirmou o retorno da atriz Viola Davis no papel de Amanda Waller, reprisando a personagem à qual deu vida em O Esquadrão Suicida.

Black Adam tem estreia marcada nos cinemas em 21 de outubro de 2022.

SDCC 22: Shazam! Fury of the Gods vai apostar na comédia

O ator Zachary Levi estava presente no Hall H do centro de convenções onde a feira está ocorrendo, e apresentou o trailer de Shazam! Fury of the Gods para os presentes. No vídeo, o herói titular se une aos seus companheiros super poderosos para enfrentar Hespera e Kalypso, irmãs de Atlas. Hespera, aliás, é vivida por Hellen Mirren: o trailer mostra uma ou outra referência em homenagem à atriz britânica pelo seu papel como Magdalene Shaw, na franquia Velozes e Furiosos.

Ao que tudo indica, o segundo filme de Shazam vai apostar nos tons de comédia que asseguraram o sucesso de seu predecessor. Não está claro se outros heróis do “DCVerso” farão alguma participação direta, mas o personagem que dá nome ao filme está lidando com a chamada “síndrome do impostor” ao não se ver como um herói tão importante quanto os demais.

Shazam! Fury of the Gods estreia em 21 de dezembro de 2022.

SDCC 22: John Wick está de volta…e o homem tá nervoso

“Baba Yaga”, “Aquele que você envia para matar o Bicho Papão” – muitos são os nomes pelos quais é conhecido o homem chamado Jardani Jovanovich. Mas você provavelmente o reconhece como “John Wick”.

Keanu Reeves está de volta para viver, pela quarta vez, o papel que lhe colocou novamente sob os holofotes dos filmes de ação: o lendário assassino, no trailer, aparece treinando para enfrentar seus inimigos – os membros da Ordem de Assassinos, enquanto busca se vingar da traição sofrida no filme anterior. Na segunda metade do trailer em diante, Wick é visto enfrentando todo tipo de inimigo, quebrando quaisquer objetos do cenário que estiverem em seu alcance e, de uma forma geral, promovendo o caos elegante que só ele mesmo consegue.

John Wick 4 tem estreia prevista para 23 de março de 2023.

E o que mais?

Outras novidades também permearam este terceiro dia de SDCC 22: nos games, Teenage Mutant Ninja Turtles: The Cowabunga Collection ganhou uma data de lançamento – a coletânea de vários jogos das Tartarugas Ninja chegará ao PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Series S, Series X, Switch e PCs em 30 de agosto, com 13 jogos clássicos da franquia desde a era do Super Nintendo.

Falando nas tartarugas, um crossover entre elas e os Power Rangers originais está planejado para os quadrinhos, ainda sem previsão de lançamento. Durante o evento, foi confirmado que o roteirista Ryan Parrott e o ilustrador Dan Mora retornarão para dar sequência ao especial de ambas as marcas de 2019.

O jogo Gotham Knights ganhou um trailer detalhado de gameplay focado na Batgirl e, seguindo a ausência de Bruce Wayne (o Batman) do game, os produtores no palco também confirmaram que o Coringa não será um dos vilões do jogo (mas eles não confirmaram nem negaram se a Arlequina estará no elenco).

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post SDCC 22: Adão Negro, John Wick 4 e Shazam 2 ganham trailers apareceu primeiro em Olhar Digital.

A Sony revelou a lista de jogos que entrarão para o novo PS Plus, serviço de games da PlayStation que foi reformulado, e a aventura felina Stray está na lista.

Stray fará sua estreia como parte do catálogo e chegará ao PS Plus no dia do lançamento, nesta terça-feira, 19 de julho. O jogo foi desenvolvido pela BlueTwelve Studio e publicado pela Annapurna Interactive, e trata-se de uma aventura que acompanha um gato de rua.

Outras novidades que também chegam nesta terça-feira incluem a chegada de Final Fantasy VII Remake Intergrade, Marvel’s Avengers, cinco títulos de Assassin’s Creed e dois títulos de Saints Row. Os jogos poderão ser aproveitados por membros dos planos Extra e Deluxe (conheça mais sobre os planos do PS Plus aqui).

Além disso, os membros do PS Plus Deluxe ainda terão acesso a dois novos jogos clássicos de PSP: No Heroes Allowed! e LocoRoco Midnight Carnival.

stray ps plus
Imagem: PlayStation.Blog
  • Stray

    • Disponível para: PS4 e PS5
    • Descrição do game: “Perdido, sozinho e separado de sua família, um gato de rua precisa solucionar um antigo mistério para escapar de uma cidade cibernética há muito esquecida. Stray é um jogo de aventura de terceira pessoa protagonizado por um gato, que se passa nos becos detalhados de neon de uma cidade cibernética decadente e seus ambientes sombrios e marginalizados.  Veja o mundo através dos olhos de um gato perdido e interaja com o ambiente de formas divertidas, enquanto este felino aventureiro desvenda um mistério antigo para escapar e encontrar um caminho para casa.”
  • Final Fantasy VII Remake Intergrade

    • Disponível para: PS5 (Final Fantasy VII Remake está disponível para PS4)
    • Descrição do game: “Esta versão expandida de Final Fantasy VII Remake foi aprimorada para o PS5, oferecendo imersão extra com o controle DualSense e gráficos aprimorados, além de incluir FF7R Episode INTERmission, uma nova e emocionante história protagonizada pela ninja de Wutai Yuffie Kisaragi, que se infiltra em Midgar para roubar a matéria final.”
  • Marvel’s Avengers

    • Disponível para: PS4, PS5
    • Descrição do game: “Marvel’s Avengers é um jogo épico de ação e aventura em terceira pessoa que combina uma história cinematográfica original com jogabilidade de um jogador e cooperativa. Reúna-se em uma equipe de até quatro jogadores on-line, domine habilidades extraordinárias, personalize um elenco cada vez maior de heróis e defenda a Terra contra ameaças crescentes.”

Leia mais:

Outros jogos que entram para o Catálogo de Jogos do PS Plus no dia 19 de julho:

  • Assassin’s Creed Unity | PS4
  • Assassin’s Creed IV Black Flag | PS4
  • Assassin’s Creed Rogue Remastered | PS4
  • Assassin’s Creed Freedom Cry | PS4
  • Assassin’s Creed: The Ezio Collection | PS4
  • Saints Row IV: Re-Elected | PS4
  • Saints Row Gat out of Hell | PS4
  • Spirit of the North: Enhanced Edition | PS5
  • Ice Age: Scrat’s Nutty Adventure | PS4
  • Jumanji The Video Game | PS4
  • Paw Patrol on a Roll! | PS4
  • ReadySet Heroes | PS4

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Stray é destaque entre os games que chegam ao PS Plus esta semana apareceu primeiro em Olhar Digital.

O game FIFA 23 receberá seu primeiro trailer nesta quarta-feira, 20 de julho, com Kylian Mbappé e Sam Kerr alinhados para estampar a capa da Ultimate Edition.

O lançamento do trailer foi anunciado para as 13h (horário de Brasília) desta quarta-feira, 20 de julho, e já possui um link agendado em que poderá ser assistido na hora da estreia.

Além da contagem regressiva para vermos em primeira mão as primeiras imagens do aguardado FIFA 23, também foram revelados os nomes que estarão na capa da Ultimate Edition.

Kylian Mbappé volta a estampar a capa do game pela terceira vez consecutiva. Mbappé, do Paris Saint-Germain, é um dos jogadores mais famosos do futebol mundial. A novidade é que, ao lado dele, estará Sam Kerr, jogadora do Chelsea que será a primeira mulher a aparecer na capa da Ultimate Edition do FIFA.

fifa 23
Mbappé e Sam Kerr estrelarão a capa da Ultimate Edition do FIFA 23. Imagem: Electronic Arts

Leia mais:

Esta edição do game será particularmente marcante porque trata-se do último jogo da EA a receber o nome FIFA após o contrato não ser renovado com a entidade máxima do futebol. A parceria que vinha desde 1993 será encerrada a partir do fim de 2022, e a EA passará a lançar o EA Sports FC como simulador de futebol da companhia.

Apesar da mudança, a EA afirma que o EA Sports FC incluirá tudo o que os fãs de FIFA já estão acostumados, incluindo modos, ligas, torneios, clubes e atletas, assim como o Ultimate Team, modo de carreira, Pro Clubs e Volta. Apesar de não ter mais a marca FIFA atrelada, a EA reterá a licença de mais de 19 mil jogadores, mais de 700 clubes, 100 estádios e 30 ligas, incluindo Premier League, LaLiga, Bundesliga, Serie A e MLS.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post FIFA 23: EA revela data de trailer e estrelas da capa da Ultimate Edition apareceu primeiro em Olhar Digital.

A SEGA e o Amplitude Studios anunciaram Endless Dungeon, um roguelite de ação tático do universo Endless, e o Olhar Digital conversou com dois diretores do game.

Romain de Waubert, Diretor de Criação e Chefe do Estúdio de Endless Dungeon, e Jean-Maxime Moris, Diretor Criativo do game, apresentaram esta nova aventura da grande franquia Endless, que, eles destacam, possui um elemento mais forte de ação do que os demais jogos que já vimos até aqui neste universo.

“É mais orientado para a ação do que muitos dos outros jogos. Mas ele mantém um elemento comum, que é muito importante para nós. É o jogo de estratégia, é um jogo tático. É tudo sobre ser inteligente na ação. É tudo uma questão de pensar,” disse Waubert. “Também é mais divertido quando você tem amigos com você – todos os nossos jogos são sempre multiplayer, mas é a primeira vez que pensamos em multiplayer no coração do jogo,” continuou ele.

A decisão para colocar mais ação na franquia Endless com Endless Dungeon, segundo Jean-Maxime Moris, gira em torno de dois fatores. “A primeira é que queríamos trazer o cooperativo para o jogo desde o primeiro dia em uma masmorra sem fim e expandir o amor que o multiplayer em Dungeon of the Endless recebeu quando foi lançado,” explicou ele. “Pensamos: ‘vamos tentar realmente estar no controle direto dos personagens usando um controle e levar a experiência adiante. Com mais controle e mais pressão nas decisões que você precisa tomar para realmente promover essa emoção e essa tensão entre os jogadores.”

O outro ponto destacado por ele é mais voltado para o que a audiência quer. “Acontece que também é algo que os jogadores de console gostam bastante, títulos orientados para a ação. Portanto, é uma evolução da nossa receita e acho que uma maneira de encontrarmos nosso público de console em sua casa.”

Este fato de que o game chegará para consoles e PCs também é algo que Moris comentou, destacando que é algo novo para a equipe “Isso é muito novo para nós também. O universo Endless basicamente nasceu no ecossistema do PC, e agora este é um jogo que vai alcançar muito mais pessoas e eu acho isso muito incrível”.

É claro, a dupla também falou sobre o Brasil, e a recepção e paixão que os fãs daqui têm com os games. Romain de Waubert citou uma situação que ocorreu no lançamento de um outro jogo da SEGA, Humankind.

“Fizemos um trailer para o anúncio do jogo, o lançamento do jogo, e tivemos dois astronautas lutando na lua. E um tinha a bandeira do Brasil, e o outro tinha a bandeira dos EUA. E quem estava ganhando era o astronauta brasileiro. E no lançamento do jogo tivemos um grande pico de espectadores e atividade no Brasil. E levamos dias para perceber por que havia um pico tão grande, sabe? Fez bastante barulho por aí. É por isso que estamos localizando nossos jogos em português do Brasil,” afirmou ele. “É uma das nossas grandes comunidades.”

O trailer citado por Romain pode ser visto abaixo:

Leia mais:

O game acaba de lançar um Open Dev e alguns jogadores selecionados tiveram a oportunidade de jogar uma amostra de Endless Dungeon. Além de esperar que os betas gostem do que foram apresentados, os diretores dizem querer os feedbacks para melhorar e adicionar elementos ao jogo de acordo com o gosto dos fãs.

Endless Dungeon ainda não tem data de lançamento divulgada, e chega em breve para PC via Steam, Xbox Series X|S, PlayStation 4, PlayStation 5 e Nintendo Switch.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Endless Dungeon: Diretores discutem novo jogo e recepção dos brasileiros apareceu primeiro em Olhar Digital.

Veterancheats, LaviCheats e Elite Boss Tech, os domínios mantidos por criadores de um software cheater do jogo Destiny 2, concordaram em pagar o valor de US$ 13,5 milhões (R$ 69,58 milhões) à produtora Bungie, que os havia processado em agosto de 2021.

Cheater”, dentro do presente contexto, é o nome atribuído a um programa que modifica a parte sistêmica de um jogo, oferecendo benefícios automatizados a quem fizer o seu download. Na prática, esses benefícios podem ter uma variedade de naturezas, desde miras automáticas para jogos de tiro, munição ou energia infinita; até a liberação de conteúdo privado ou liberado mediante compra.

Leia também

Softwares "cheater" em Destiny 2 conferem vantagens injustas - e ilegais - a quem os usa no jogo de tiro online, mas produtora venceu processo e vai obter indenização milionária contra criadores de um desses programas
Softwares “cheater” em Destiny 2 conferem vantagens injustas – e ilegais – a quem os usa no jogo de tiro online, mas produtora venceu processo e vai obter indenização milionária contra criadores de um desses programas (Imagem: Bungie/Divulgação)

O processo movido pela Bungie acusava as três páginas, mantidas pelas empresas Elite Boss Tech e 11020781 Canada Inc. – ambas tendo como dono um certo Robert James Duthie Nelson – e mais uma série de “réus” não nomeados de violação ou quebra de legislação referente a direitos autorais (nos EUA, contemplada pelo Digital Millennium Copyright Act, ou simplesmente “DMCA”), além de outras ofensas, como extorsão, fraude, lavagem de dinheiro e violações ao Computer Fraud and Abuse Act.

Desde agosto do ano passado, ambas as partes estavam decididas a levar o caso a julgamento, com a defesa das páginas em questão argumentando que, independente do desenvolvimento do software cheater levar a benefícios estratégicos dentro do jogo, nenhuma cópia de Destiny 2 foi ilegalmente comercializada nem tampouco houve abuso de qualquer legislação, pois “trapacear não é piratear”.

A Bungie, por outro lado, argumentou que os benefícios obtidos pelo software cheater eram injustos com o ambiente de gameplay de um jogo de natureza online como Destiny 2: pelo fato de muitos jogadores na mesma sessão não estarem envolvidos na trama, alguns usuários acabavam minando a experiência com vantagens irregularmente obtidas. Por sua vez, a Bungie “foi forçada” a desenvolver vários “mecanismos de defesa” que teriam custado à empresa “centenas de milhões de dólares”.

Entretanto, de forma inesperada, os réus aceitaram o acordo oferecido recentemente pela acusação, que envolve o valor mencionado acima, bem como o reconhecimento de que seu software “lia e adulterava” o código-fonte proprietário de Destiny 2, o que configura uma violação de propriedade privada.

Mais além, Nelson também foi forçado a admitir em juízo que a violação foi premeditada, intencional, e que sua criação “violava medidas tecnológicas empregadas pela Bungie para controlar o acesso ao seu jogo, assim violando as previsões legais de antipirataria do DMCA”.

O valor da indenização levou em consideração o volume de pessoas que baixaram o programa de trapaças (6.765 downloads), multiplicado pelo valor individual de multa atribuída a cada download, conforme previsto no inciso 1201 do DMCA: não menos que US$ 200 (R$ 1.030,78) e não mais que US$ 2 mil (R$ 10.307,84). Com isso, todas as outras acusações (lavagem de dinheiro, extorsão etc.) foram retiradas e os acusados escapam de cumprir pena de prisão.

Finalmente, o réu é proibido de “criar, distribuir ou tornar disponível por qualquer outro meio” qualquer software cheater que viole códigos proprietários da Bungie, não limitados a Destiny 2. Isso vale também para qualquer pessoa ligada a Nelson e qualquer empresa ou parceira da Bungie – vale lembrar: a Sony, dona do PlayStation, comprou a Bungie em janeiro de 2022.

No que tange a terceiros, empresas que forneçam serviços de hospedagem ou registro de domínio serão legalmente obrigadas a terminar suas ofertas ao réu, caso seja identificada a veiculação por parte dele de qualquer conteúdo que viole as diretrizes previstas no acordo. Na prática, eles não poderão produzir softwares com essa finalidade, nem tampouco tratar do caso e, menos ainda, divulgar ou promover quaisquer ferramentas de similar natureza, ainda que feitas por outras pessoas.

De acordo com o despacho do processo, as diretrizes listadas têm valor mundial, “irrelevante a escopo territorial”. Em outras palavras, se eles se mudarem para outros países, a ordem continua valendo.

A Bungie não comentou a decisão.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Criadores de software “cheater” do jogo “Destiny 2” vão pagar US$ 13,5 milhões à produtora apareceu primeiro em Olhar Digital.

O Bend Studios, estúdio responsável por Days Gone, anunciou que está trabalhando em um novo game multiplayer, e revelou seu novo logo.

De acordo com o anúncio, o novo game que o estúdio Sony Bend está trabalhando não é uma sequência de Days Gone, mas se constrói a partir da fundação deixada pelo famoso jogo de sobrevivência do estúdio.

“Hoje, estamos empolgados em compartilhar apenas um trecho de notícias sobre nosso projeto atual”, afirmou o especialista da comunidade on-line do Bend Studio Kevin McAllister, no PlayStation Blog. “Estamos atualmente trabalhando em um novo IP que inclui multiplayer e se baseia nos sistemas de mundo aberto de Days Gone, mas traz a você um mundo totalmente novo que estamos extremamente empolgados em criar para você. Mal podemos esperar para revelá-lo quando for a hora certa.”

O CEO da PlayStation Studios Herman Hulst já havia confirmado que a Sony Bend estava trabalhando em um novo projeto, que não era uma sequência de Days Gone, em junho de 2021. Agora, duas novas informações importantes sobre o tal game foram reveladas: trata-se de um jogo com componente multiplayer, que possui estrutura de mundo aberto.

Ainda existe uma grande quantidade de fãs que pedem por um Days Gone 2, mas não parece que uma sequência do jogo de 2019 chegará, pelo menos não nos próximos anos. Days Gone foi um sucesso comercial, mas não agradou tanto a crítica.

Além disso, existem informações de que a Sony Bend está trabalhando junto com a Naughty Dog em um jogo multiplayer e que outro time dentro do estúdio está ajudando no novo Uncharted. Assim, o estúdio parece estar bastante sobrecarregado quando se adiciona o novo game multiplayer na equação.

Novo logo, e suas variações, do estúdio Sony Bend. Divulgação/Sony Bend Studios

Leia mais! 

Junto às novas informações sobre o jogo multiplayer, a Sony Bend revelou seu novo logo. De acordo com o estúdio, o design representa sua localização, história e estilo de vida no centro de Oregon. O estado americano também serviu como ambientação para Days Gone, mas ainda não se sabe se o novo game se passará no mesmo lugar.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal! 

O post Estúdio de Days Gone revela mudança de logo e novo game multiplayer apareceu primeiro em Olhar Digital.

As primeiras imagens de gameplay de Sonic Frontiers, futuro jogo de mundo aberto da SEGA, foram reveladas em um pequeno vídeo.

O teaser de apenas 38 segundos oferece mais uma antecipação ao aguardado jogo de mundo aberto do Sonic. Nele vemos o Sonic correndo em uma floresta antes de entrar em um campo de flores, algo que vimos anteriormente no trailer cinematográfico do game.

Confira o teaser de revelação do gameplay de Sonic Frontiers:

Depois da sequência inicial, vemos o personagem correndo em uma estrutura que libera uma espécie de campo energético, batalhando contra diferentes criaturas e percorrendo caminhos desafiadores pelo universo aberto do game.

Ainda há poucos detalhes divulgados sobre Sonic Frontiers, mas podemos ver alguns detalhes e ter uma noção maior do mundo aberto do game, estilo de gameplay inédito na série Sonic the Hedgehog.

Apesar de ser a primeira vez que a SEGA revelou imagens de gameplay de Sonic Frontiers, não trata-se do primeiro trailer. O game teve um trailer cinematográfico de anúncio lançado durante o The Games Awards 2012.

Anteriormente, o jogo seria lançado em 2021, em comemoração aos 30 anos do Sonic, mas para garantir a qualidade do game, Sonic Frontiers foi adiado.

Leia mais!

A SEGA planeja lançar Sonic Frontiers no final de 2022, e uma data de lançamento para 15 de novembro deste ano foi descoberta na base de dados da PlayStation em dezembro do ano passado, mas por enquanto ela ainda não foi confirmada.

Sonic Frontiers será lançado para PlayStation 5, PlayStation 4, Xbox Series X|S, Xbox One, Nintendo Switch e PC.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Sonic Frontiers ganha primeiras imagens de gameplay; assista apareceu primeiro em Olhar Digital.

O battle royale da Respawn Apex Legends Mobile já chegou nos dispositivos móveis fazendo sucesso, com arrecadação de quase US5 milhões na primeira semana de lançamento do game.

O jogo foi lançado no dia 17 de maio, e sete dias após o lançamento, já arrecadou US$ 4,8 milhões em compras dentro do game por jogadores, de acordo com a firma de rastreamento de dados móveis SensorTower.

Comparando com lançamentos similares, os US$ 4,8 milhões foram um grande desempenho em relação ao de PUBG mobile, que gerou US$ 600 mil na primeira semana de lançamento em 2018. No entanto, o lançamento ficou bem atrás de Call of Duty Mobile, que alcançou US$ 14,8 milhões na primeira semana em 2019.

Tanto Call of Duty Mobile, quanto PUBG mobile já ultrapassarão a marca de bilhões em arrecadação quando o assunto são gastos de jogadores dentro dos games nos anos que seguiram o lançamento dos games. As versões para console/PC de Apex Legends já arrecadaram US$ 2 bilhões em receitas desde o lançamento em 2019, e é possível que a versão para celular ultrapasse a versão original do jogo em receita por compras de jogadores.

Apex Legends Mobile foi o jogo mais baixado na App Store do iOS em 60 países, inclusive nos Estados Unidos, e esteve no top 10 em downloads em 89 países. Além disso, os dados apontam que 44% das compras dentro do game foram feitas por jogadores nos EUA.

Leia mais! 

Além disso, o Japão e a Tailândia estiveram entre os países que mais gastaram em Apex Legends Mobile na última semana. Mais de 15 milhões de jogadores fizeram pré-registro para o jogo e os Estados Unidos também lideram em mais downloads na semana de lançamento, seguidos da Índia e do Brasil.

O battle royale Apex Legends Mobile é gratuito para jogar e o jogo de tiro está disponível para download no iOS e Android.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal

O post Apex Legends Mobile arrecada quase US$ 5 milhões na primeira semana apareceu primeiro em Olhar Digital.