Auto Added by WPeMatico

A Paramount anunciou a data de lançamento da sequência “Sonic 3: O Filme”, novo capítulo da franquia do ouriço azul que vem fazendo sucesso nos cinemas.

Depois de “Sonic: O Filme” fazer um sucesso estrondoso em 2020, uma continuação, “Sonic 2: O Filme”, chegou aos cinemas em abril deste ano, repetindo e até melhorando o bom desempenho de seu antecessor.

Agora, o terceiro filme da franquia, “Sonic 3: O Filme”, acaba de ganhar uma data de lançamento oficial, com chegada prevista para daqui há pouco mais de dois anos.

O anúncio foi feito no Twitter oficial do Sonic the Hedgehog, em um tweet que diz: “Correndo mais rápido, voando mais alto e batendo mais forte. Sonic 3: O Filme chega aos cinemas em 20 de dezembro de 2024.”

A data de lançamento para 2024 não é novidade, visto que os roteiristas Pat Casey e Josh Miller já haviam confirmado na KCC Comic-Con 2022 os planos para lançar o “Sonic 3” até 2024.

O novo filme é parte do plano ambicioso da Paramount para o “universo cinematográfico” do Sonic the Hedgehog, que inclui, além desta continuação, uma série de TV centrada no Knuckles para o Paramount+, com Idris Elba de volta dublando o personagem.

Leia mais:

Pouco se sabe sobre o novo filme, mas como tudo é digno de ser analisado, o anúncio foi feito utilizando um GIF que contêm Sonic, Tails e Knuckles, o que pode significar que os três personagens estarão envolvidos em “Sonic 3: O Filme”.

A série spin-off do Knuckles está prevista para 2023 no Paramount+, e será o próximo lançamento da franquia. Ainda não está claro se Sonic e Tails farão aparições na série, nem o quanto o filme, que agora sabemos que chega em 2024, será uma continuação da série.

“Sonic 3: O Filme” chega aos cinemas no dia 20 de dezembro de 2024.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post “Sonic 3” ganha data de lançamento oficial; saiba mais apareceu primeiro em Olhar Digital.

Neste domingo, 7 de agosto, o Brasil celebra o Dia Nacional do Documentário, então separamos uma lista com 5 dos melhores documentários da história do país.

A lista em questão foi desenvolvida pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema, a ABRACCINE, que publicou em setembro 2016 um livro com os 100 melhores filmes brasileiros, via o site AvMakers. Entre os melhores filmes nacionais, estão diversos documentários, e vamos elencar aqui os cinco primeiros:

1. Cabra Marcado Para Morrer

  • Lançamento: 1984
  • Direção: Eduardo Coutinho
  • Sinopse: Em 1962, João Pedro Teixeira, líder da liga camponesa de Sapé, na Paraíba, é assassinado por ordem de latifundiários. Um filme sobre sua vida começa a ser rodado em 1964, com a reconstituição ficcional da ação política que levou ao assassinato e direção de Eduardo Coutinho. As filmagens são interrompidas pelo golpe militar de 1964. Dezessete anos depois, em 1981, Eduardo Coutinho retoma o projeto e procura Elizabeth Teixeira e outros participantes do filme interrompido.
  • Onde assistir: TamanduáTV e Globoplay

2. Jogo de Cena

  • Lançamento: 2007
  • Direção: Eduardo Coutinho
  • Sinopse: Atendendo a um anúncio de jornal, 83 mulheres contaram sua história de vida em um estúdio. Vinte e três delas foram selecionadas e filmadas em junho de 2006. Em setembro do mesmo ano, várias atrizes interpretaram, a seu modo, as mesmas histórias.
  • Onde assistir: Looke, Now e Globoplay

3. Santiago

  • Lançamento: 2007
  • Direção: João Moreira Salles
  • Sinopse: João Moreira Salles revisita a própria história por meio das lembranças do mordomo Santiago, que trabalhou para sua família por 30 anos.
  • Onde assistir: TamanduáTV

4. Edifício Master

  • Lançamento: 2002
  • Direção: Eduardo Coutinho
  • Sinopse: O filme registra o cotidiano dos moradores do Edifício Master, em Copacabana, e apresenta um rico painel de histórias. Com 276 apartamentos e 12 andares, o local serve de moradia aos entrevistados, que revelam dramas, solidões, desejos e vaidades.
  • Onde assistir: Looke e GloboPlay

Leia mais:

5. Serras da Desordem

  • Lançamento: 2006
  • Direção: Andrea Tonacci
  • Sinopse: Carapiru é um indígena nômade que escapa de um ataque surpresa de fazendeiros. Durante dez anos, anda sozinho pelas serras do Brasil central, até ser capturado em novembro de 1988, a dois mil quilômetros de seu ponto de partida.
  • Onde assistir: TamanduáTV

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post 5 filmes para celebrar o Dia Nacional do Documentário Brasileiro apareceu primeiro em Olhar Digital.

O cancelamento do filme “Batgirl” pegou todos de surpresa, incluindo os próprios diretores, que se disseram “chocados” com a decisão. Sem ter comentado nada durante o dia, a protagonista do longa que viveria a heroína, Leslie Grace, quebrou o silêncio na noite desta quarta-feira (3).

“Querida família! Logo após as recentes notícias sobre nosso filme ‘Batgirl’, estou orgulhosa do amor, trabalho duro e intenção que todo nosso elenco incrível e equipe incansável colocaram neste filme ao longo de 7 meses na Escóci”, disse Grace, que seria a primeira atriz latina a dar vida à heroína.

“Sinto-me abençoada por ter trabalhado entre grandes nomes e forjado relacionamentos por toda uma vida no processo! Para todos os fãs da Batgirl – OBRIGADO pelo amor e crença, permitindo que eu pegasse a capa e me tornasse, como Babs disse melhor, ‘meu próprio maldito herói!’”, completou.

Leia mais:

“Batgirl”: Conflitos com o Universo DC teriam causado cancelamento

Nesta última terça-feira (2) foi anunciado que o filme “Batgirl” não seria lançado, mesmo com um prejuízo milionário, e apesar de as informações iniciais apontarem para a qualidade do filme ter sido o motivo do cancelamento, fontes da Warner Bros. defendem que não é o caso.

A princípio, a notícia do cancelamento surgiu junto com rumores de que a qualidade do filme teria motivado o cancelamento de “Batgirl”, após testes de audiência serem insatisfatórios. Um artigo do New York Post afirmou que pessoas que assistiram ao filme terem afirmado que ele seria “irremediável”.

Para saber mais, acesse a reportagem do Olhar Digital.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Protagonista de “Batgirl” quebra silêncio e comenta cancelamento do filme apareceu primeiro em Olhar Digital.

O icônico ator Arnold Schwarzenegger está completando 75 anos neste sábado, 30 de julho, e por isso montamos uma lista de 7 filmes para celebrar a data.

Schwarzenegger teve uma carreira cheia de mudanças, indo de modelo a Mister Universo, a fisiculturista, a ator de sucesso, chegando até a se tornar o governador da Califórnia. O ator austríaco que tem diversos grandes sucessos no currículo, e é considerado um dos grandes nomes da ação no cinema.

Então, separamos uma lista de 7 filmes para conhecer a carreira de Arnold Schwarzenegger, e celebrar os 75 anos do ator!

Hércules em Nova York

A carreira de Arnold Schwarzenegger certamente se transformou quando ele conseguiu seu primeiro papel no cinema, o de Hércules, em “Hércules em Nova York”. Não teria como citar a carreira brilhante do ator sem colocar seu primeiro filme na lista.

  • Ano de lançamento: 1970
  • Direção: Arthur Allan Seidelman
  • Elenco: Arnold Schwarzenegger, Arnold Stang, Taina Elg
  • Sinopse: Hércules, o filho de Zeus, é enviado do Monte Olimpo para a Manhattan moderna, onde começa a lutar luta livre profissional antes de se envolver com mafiosos.
  • Onde assistir: Aluguel

Conan, o Bárbaro

Indo de Hércules para Conan, este é um dos filmes mais marcantes da carreira de Schwarzenegger. Inclusive, Arnold Schwarzenegger e Sandahl Bergman fizeram todas as próprias cenas de ação no filme, pela incapacidade de encontrar dublês com corpos compatíveis aos deles.

  • Ano de lançamento: 1982
  • Direção: John Milius
  • Elenco: Arnold Schwarzenegger, James Earl Jones, Max von Sydow
  • Sinopse: Para vingar a morte de seus pais, Conan (Arnold Schwarzenegger) enfrenta um perigoso feiticeiro em busca da liga de aço, que fará com que sua espada se torne invencível. Quando criança, Conan viu seus pais serem mortos na sua frente e seu povo massacrado. Criado em um campo de escravos, ele desenvolve uma enorme força física e se torna um gladiador. Mas Conan nunca esqueceu seu triste passado e está determinado a vingar o assassinato de sua família.
  • Onde assistir: Star+

O Exterminador do Futuro

“I’ll be back!” Uma das frases mais icônicas do cinema, e marca registrada de Arnold Schwarzenegger, são de “O Exterminador do Futuro”. Não existe lista de filmes para exemplificar a carreira do ator sem este filme, um marco na história do cinema e início de uma franquia de sucesso.

  • Ano de lançamento: 1984
  • Direção: James Cameron
  • Elenco: Arnold Schwarzenegger, Jorgeh Ramos, Michael Biehn
  • Sinopse: Disfarçado de humano, o assassino conhecido como o Exterminador (Arnold Schwarzenegger) viaja de 2029 a 1984 para matar Sarah Connor (Linda Hamilton). Enviado para proteger Sarah está Kyle Reese (Michael Biehn), que divulga a chegada do Skynet, um sistema de inteligência artificial que detonará um holocausto nuclear. Sarah é o alvo porque a Skynet sabe que seu futuro filho comandará a luta contra eles. Com o implacável Exterminador os perseguindo, Sarah e Kyle tentam sobreviver.
  • Onde assistir: Amazon Prime Video

O Predador

Falando em franquias, “O Predador” é outro grande filme de Schwarzenegger que marcou a história dos filmes de monstro. “O Predador” iniciou uma franquia e é um daqueles filmes que você simplesmente precisa assistir.

  • Ano de lançamento: 1987
  • Direção: John McTiernan
  • Elenco: Arnold Schwarzenegger, Carl Weathers, Elpidia Carrillo
  • Sinopse: Dutch é contratado pelo governo dos Estados Unidos para resgatar políticos presos na Guatemala. Mas quando ele e sua equipe chegam na América Central, logo percebem que há algo errado. Depois de descobrir vários cadáveres, a equipe descobre que está sendo caçada por uma criatura brutal com força sobre-humana e uma capacidade surpreendente de se camuflar.
  • Onde assistir: Star+

Irmãos Gêmeos

Schwarzenegger também se aventurou nas comédias, e em “Irmãos Gêmeos” ele dividiu cena com o brilhante Danny DeVito, vivendo irmãos gêmeos bem diferentes.

  • Ano de lançamento: 1988
  • Direção: Ivan Reitman
  • Elenco: Arnold Schwarzenegger, Danny DeVito, Kelly Preston
  • Sinopse: Resultados de uma experiência genética, os gêmeos fraternos Julius e Vincent são separados ao nascer. Mary Ann, a mãe, acha que eles estão mortos. Agora, Vincent é um vendedor de rua sem escrúpulos em Los Angeles. Julius, criado por um cientista, cresce humilde, inteligente e forte, mas muito ingênuo sobre o mundo. Quando Julius fica sabendo sobre sua mãe e irmão, ele vai para Los Angeles para encontrar sua família.
  • Onde assistir: Star+

O Vingador do Futuro

Na onda dos filmes futuristas, “O Vingador do Futuro” é, além de um grande filme da carreira do ator, um marco técnico na história do cinema, sendo um dos últimos filmes a utilizar miniaturas em vez de CGI nos efeitos especiais, e foi também o primeiro grande filme de Hollywood a fazer uso de CGI, em uma cena específica.

  • Ano de lançamento: 1990
  • Direção: Paul Verhoeven
  • Elenco: Arnold Schwarzenegger, Rachel Ticotin, Sharon Stone
  • Sinopse: No ano de 2084, o operário Doug Quaid recorre a um implante de memória para poder simular uma viagem a Marte. Mas algo sai errado e ele começa a se lembrar de quem realmente era e de fatos que, até então, desconhecia. Agora, Quaid quer vingança contra aqueles que o enganaram.
  • Onde assistir: Amazon Prime Video

Leia mais:

Sabotagem

Para fechar a lista, vamos com “Sabotagem”, um longa mais recente do ator, em que ele interpreta o líder de um esquadrão de elite da DEA, que acaba entrando numa missão perigosa.

  • Ano de lançamento: 2014
  • Direção: David Ayer
  • Elenco: Arnold Schwarzenegger, Sam Worthington, Olivia Williams
  • Sinopse: Uma equipe de elite da Agência Antidrogas dos Estados Unidos invade um cartel de narcóticos e rouba dez milhões de dólares. Quando eles voltam para buscar o dinheiro, que foi escondido em um encanamento, ele não está lá mais. O comandante descobre o roubo e suspende todo o grupo por vários meses. Durante este período, eles são misteriosamente eliminados.
  • Onde assistir: Netflix

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post 7 filmes de Arnold Schwarzenegger para celebrar os 75 anos do ator apareceu primeiro em Olhar Digital.

Destin Cretton, que dirigiu “Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis”, dirigirá “Vingadores: A Dinastia Kang”, próximo filme da famosa reunião de heróis da Marvel.

“Vingadores: Ultimato”, lançado em 2019, marcou a última grande reunião de heróis até aqui, e a Marvel vem adiando filmes com seus personagens principais, e foca mais na introdução de novos heróis. Mas, durante a San Diego Comic-Con, Kevin Feige anunciou dois novos filmes dos Vingadores, que serão lançados em sequência no mesmo ano.

São eles: “Avengers: The Kang Dynasty”, ou “Vingadores: A Dinastia Kang”, em tradução livre; e “Avengers: Secret Wars”, ou “Vingadores: Guerras Secretas”.

Agora, o primeiro dos próximos “Vingadores” ganhou seu diretor, ninguém menos que Destin Daniel Cretton, que assinou “Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis”, de acordo com o The Hollywood Reporter.

Cretton já está bastante familiarizado com a Marvel Studios, tendo assinado um contrato com a Marvel após o sucesso de “Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis”, que arrecadou cerca de US$ 432 milhões globalmente. Além disso, o diretor trabalha ao lado de Andrew Guest no desenvolvimento da série live-action “Wonder Man”, que terá foco no personagem Magnum, para o Disney+. Para completar, Destin Cretton trabalha numa sequência de “Shang-Chi”.

Ainda não foi divulgado quem assinará o roteiro do novo filme dos Vingadores, e nem quais heróis vão compor este grupo, que deve aparecer bastante repaginado após boa parte dos heróis originais ou morrer, ou se aposentarem após “Ultimato”.

A única coisa que sabemos por meio do título é que provavelmente qualquer grupo de heróis que se formar terá que enfrentar Kang, personagem introduzido em “Loki” e vivido por Jonathan Majors. Uma versão de Kang aparecerá em “Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania”, que chega em 17 de fevereiro de 2023, dando início à Fase 5 do MCU.

Com o anúncio de Destin Cretton como diretor do próximo Vingadores, ele assume um dos trabalhos de maios prestígio em Hollywood. Os demais Vingadores foram dirigidos por Joss Whedon, que comandou “Vingadores” e “Vingadores: Era de Ultron”, e os irmãos Joe e Anthony Russo, que dirigiram “Vingadores: Guerra Infinita” e “Vingadores: Ultimato”.

Leia mais:

Além da revelação do diretor do próximo Vingadores, a Marvel já revelou que Bassam Tariq dirigirá “Blade”, que chega em 3 de novembro de 2023; Julius Onah dirigirá “Capitão América: Nova Ordem Mundial”, que será estrelado por Anthony Mackie como o Capitão América que estreia em 3 de maio de 2024; e Jake Schreier dirigirá “Thunderbolts”, que fechará a Fase 5 em 26 de julho de 2024. Ainda não foi revelado quem assumirá “Vingadores: Guerras Secretas”

“Vingadores: A Dinastia Kang” tem previsão de estreia para 2 de maio de 2025.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Próximo “Vingadores” será comandado por diretor de “Shang-Chi” apareceu primeiro em Olhar Digital.

O ator Paul Sorvino, mais conhecido por seu papel de Paulie Cicero em “Os Bons Companheiros”, morreu nesta segunda-feira (25 de julho) aos 83 anos.

A morte de Sorvino foi comunicada por sua esposa, Dee Dee Benkie, em sua conta no Instagram, onde ela informou que o ator morreu por causas naturais. “Eu estou completamente devastada”, diz Benkie na publicação. “O amor da minha vida e o homem mais maravilhoso que já viveu se foi. Eu estou com o coração partido,” concluiu ela.

A atriz e filha de Paul Sorvino, Mira Sorvino, também publicou em seu Twitter um comunicado informando a morte do pai: “Meu pai o grande Paul Sorvino faleceu. Meu coração está dilacerado – uma vida de amor, alegria e sabedoria com ele acabou. Ele era o pai mais maravilhoso. Eu o amo tanto. Estou lhe enviando amor nas estrelas, papai, enquanto você ascende.”

Paul Sorvino começou a carreira de atuação no teatro, fazendo parte do espetáculo da Broadway Bajour, em 1964. A estreia nos cinemas veio em 1970, em “Where’s Poppa”. Sorvino construiu uma carreira de sucesso, principalmente com papéis em que vivia policiais ou bandidos no cinema e na TV, até interpretar o gângster Paulie Cicero em “Os Bons Companheiros” de Martin Scorsese.

Leia mais:

Outro papel de destaque de Sorvino foi o do sargento do Departamento de Polícia de Nova York, Phil Cerreta, na série de TV “Law & Order”. Ele também teve papéis secundários em filmes como “Um Toque de Classe” (1973), “Reds” (1981), “Rocketeer” (1991), “Nixon” (1995) e “Romeu + Julieta” (1996).

Em maio, o protagonista de “Os Bons Companheiros” e colega de elenco de Sorvino, Ray Liotta, também morreu, aos 67 anos.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Paul Sorvino, de “Os Bons Companheiros”, morre aos 83 anos apareceu primeiro em Olhar Digital.

Thor: Amor e Trovão” é cheio de referências sutis aos quadrinhos e à cultura pop, mas dois personagens nada sutis marcam presença no filme: as cabras que o Deus do Trovão ganha como recompensa.

Apesar de parecer algo totalmente aleatório, os animais tem nome e possuem seu lugar na mitologia nórdica e nos quadrinhos da Marvel Comics. Tanngrisnir e Tanngnjóstr são as duas cabras que, na mitologia, puxam a carruagem de Thor, o Deus Trovão.

Nos quadrinhos da Marvel elas recebem outra versão com os nomes Toothgnasher e Toothgrinder e apareceram pela primeira vez em Thor Annual Vol. 1 #5 de 1976, em meio à Guerra dos Deuses. Além disso, as criaturas podem até mesmo voltar à vida, e isto já aconteceu nos quadrinhos algumas vezes.

Toothgnasher e Toothgrinder em Thor (Vol. 2) #83. Imagem: Marvel Comics

Apesar de serem facilmente subestimáveis por sua aparência e gritos estridentes, a dupla possui grandes poderes, e ajuda Thor em sua jornada, percorrendo grandes distâncias para derrotar o Carniceiro dos Deuses, Gorr. Toothgnasher e Toothgrinder possuem super força e viajam entre os reinos em alta velocidade, e nos quadrinhos são até mesmo capazes de danificar o martelo Mjölnir.

Inclusive, a embarcação carregada pela dupla tem nome nos quadrinhos: “The Goat Boat”, ou literalmente “O Bote das Cabras”.

Leia mais:

A dupla até mesmo ganhou cartazes próprios. Confira:

Thor cabras
Imagem: Marvel Studios

“Thor: Amor e Trovão” é dirigido por Taika Waititi e estrelado por Chris Hemsworth, Natalie Portman, Christian Bale e Tessa Thompson. O filme está disponível nos cinemas.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post “Thor: Amor e Trovão”: Entenda quem são as cabras gritantes do filme apareceu primeiro em Olhar Digital.

A atriz Lena Headey pode sofrer um grande prejuízo por causa de um processo por comissões alegadamente não pagas por diversos projetos, inclusive “Thor: Amor e Trovão“.

As informações são da Variety, que indica que Headey está sendo processada por um valor de US$ 1 milhão pela sua antiga agência britânica, Troika, que foi renomeada para YMU em 2020. A YMU alega que a atriz deve pelo menos US$ 500 mil para a agência, o equivalente a 7% de seus pagamentos pelo filme da Marvel.

Lena Headey gravou uma participação em “Thor: Amor e Trovão”, que acabou não entrando no corte final do filme, que estreia na próxima semana estrelando Chris Hemsworth e Natalie Portman, de acordo com a Variety.

A revista aponta que os documentos legais indicam que Headey entrou para a Troika em 2005, seguindo seu representante pessoal, Michael Duff, que é um dos fundadores da agência. Em 2017, a empresa sofreu uma fusão com um grupo e em 2018 foi adquirida por uma firma privada. Duff e Headey deixaram a agência nos primeiros meses de 2020.

No entanto, a YMU (antiga Troika) alega que pelos termos do acordo firmado com Headey, eles ainda tem os direitos de comissão de projetos como “Thor: Amor e Trovão”, de “Em Fuga” – outro filme da atriz lançado este ano, e a série de drama e comédia “Rita”, do Showtime. Nesta última, a atriz estava escalada para viver a protagonista, mas a série não foi além do episódio piloto.

Por outro lado, Headey afirma que nunca assinou qualquer contrato com a Troika ou com Duff, e que as partes agiam por meio de acordos verbais firmados no final dos anos 1990 entre a atriz e seu representante. Além disso, ela aponta que a Troika nunca foi a única agência de Headey, que é representada pela CAA nos Estados Unidos.

Assim, Headey nega que a Troika tenha qualquer poder de solicitar a comissão por “Thor: Amor e Trovão”, projeto em que ela afirma ter entrado após o diretor Taika Waititi abordar ela diretamente, nem por “Em Fuga”, que não teria sido negociado nem pela Troika, nem por Duff. Já o caso de “Rita”, a atriz diz ter recebido US$ 325 mil pelo episódio piloto, e que a Troika já foi paga em cima deste valor, que não seria o que a agência alega já que “nenhum outro episódio está planejado.”

Outras participações

Além de Headey, sabemos de outros dois atores gravaram participações especiais para “Thor: Amor e Trovão” que não entraram para o corte final. E um deles é bastante conhecido de Lena Headey, afinal ele viveu Tyrion, o irmão de sua personagem Cersei Lannister, na série da HBO “Game of Thrones”.

O ator Christian Bale, que vive o vilão do filme Gorr, disse em entrevista ao canal Prensaescenario ter gravado com Peter Dinklage e Jeff Goldblum, mas que suas cenas ficaram de fora da versão final de “Thor 4” após o processo de edição.

Leia mais:

“Eu pude trabalhar com Peter. Ele não está na versão final do filme, mas foi fantástico. Também trabalhei com Jeff, e ele também foi editado. Como você pode ver, muita coisa acaba sendo excluída do filme, mesmo que sejam cenas bonitas e brilhantes”, contou ele.

“Thor: Amor e Trovão” chega aos cinemas no dia 7 de julho.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Lena Headey é processada por participação cortada em “Thor: Amor e Trovão” apareceu primeiro em Olhar Digital.

A personagem da atriz Kate Winslet em “Avatar: O Caminho da Água“, uma Na’vi chamada Ronal, foi revelada e ganhou uma primeira imagem.

Estas informações, e também a imagem, foram reveladas pela revista Empire, cuja próxima edição terá foco no novo filme de James Cameron. Inclusive, Cameron e Winslet, que agora se reuniram em “Avatar: O Caminho da Água”, também trabalharam juntos no grande sucesso dos anos 1990, “Titanic“.

avatar winslet
Foto exclusiva da Empire que oferece a primeira visão da personagem de Kate Winslet em “Avatar: O Caminho da Água”. Imagem: Empire/20th Century Studios

De acordo com a revista, Ronal, personagem de Winslet, é uma guerreira Na’vi, povo que conhecemos em 2009 em “Avatar”, e terá um papel importante na sequência. Ronal comanda a tribo Metkayina ao lado de Tonowari, vivido por Cliff Curtis um povo “que habita as águas rasas dos vastos oceanos de Pandora”.

“Ela é uma líder profundamente leal e destemida”, disse Winslet à Empire. “Ela é forte. Uma guerreira. Mesmo enfrentando um grande perigo, e com um bebê não nascido a caminho, ela ainda assim se junta a seu povo e luta pelo que é mais querido para ela. Sua família e seu lar.”

Além disso, Winslet comentou sobre voltar a trabalhar com James Cameron, agora em “Avatar: O Caminho da Água”. “[Ele] e eu somos agora pessoas totalmente diferentes de quem éramos há 26 anos”, afirmou a atriz. “Ele está mais calmo e eu definitivamente estou mais hiperativa agora!”

Leia mais:

Winslet ainda falou sobre os desafios de viver a personagem Ronal, e destacou um feito impressionante: o tempo recorde que ficou embaixo d’água. “Sete minutos e 14 segundos, baby!”, disse ela, que destacou que “a coisa mais incrível para mim como uma mulher de meia idade foi aprender algo não apenas novo, mas super-humano.”

“Avatar: O Caminho da Água” chega aos cinemas no dia 15 de dezembro de 2022.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post “Avatar 2”: Personagem de Kate Winslet é revelada e ganha imagem apareceu primeiro em Olhar Digital.

Uma rede de cinemas peruana retirou um aviso de “ideologia de gênero” que estava sendo mostrado durante as exibições de “Lightyear”. A rede Cineplanet estava exibindo o comunicado desde a estreia do filme por conta de um beijo lésbico entre duas personagens do longa infantil. No entanto, após críticas nas redes sociais e protestos de entidades, a empresa descartou o alerta. 

“A história de Buzz Lightyear, o herói que inspirou o brinquedo, e que nos apresenta o lendário Space Ranger que conquistou gerações de fãs, contém cenas com ideologia de gênero”, disse a Cineplanet após a estreia do filme e durante as exibições. 

A cena em questão, mostra Alisha Hawthorne, uma Patrulheira Espacial que é aliada e amiga de Buzz Lightyear, em um momento com sua parceira, enquanto as duas formam uma família.

beijo lightyear
Divulgação/Pixar

Polêmica com “Lightyear”

Não é a primeira vez que esta cena gerou controvérsias dentro da Disney e Pixar. No começo de 2022, vazou a informação de que a Disney havia solicitado o corte da cena na versão que seria lançada nos cinemas. Com isso, a companhia enfrentou protestos vindos de fãs e de dentro da própria Pixar (que pertence à Disney), e a cena foi adicionada de volta ao filme.

Leia mais:

Ser capaz de devolver o beijo [ao filme] foi importante para nós – é um momento comovente,” comentou a produtora de “Lightyear” em entrevista ao /Film. “Ajuda o Buzz a ver o que ele está perdendo. É a vida que está sendo vivida na frente dele por sua melhor amiga, o que ele não está tendo”.

A Disney recentemente enfrentou outro caso de proibição por inclusão de temas LGBT+. “Doutor Estranho no Multiverso da Loucura” foi banido da Arábia Saudita, Egito e Kuwait por causa de uma cena em que America Chavez fala sobre o destino de suas “duas mães”. Autoridades chegaram a solicitar a edição da cena, mas Disney e Marvel Studios se negaram a obedecer ao pedido.

“Lightyear” conta a história do Patrulheiro Espacial Buzz Lightyear, dando foco ao personagem que deu origem ao brinquedo que protagoniza os filmes da franquia “Toy Story” ao lado de Woody. O filme está em cartaz nos cinemas brasileiros desde o último dia 16.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Rede de cinema retira aviso polêmico em Lightyear após reações negativas no Peru apareceu primeiro em Olhar Digital.