Auto Added by WPeMatico

Faltando menos de dois meses para as eleições de 2022 no Brasil um documento da Global Witness, uma ONG internacional, revelou que a Meta, empresa dona do Facebook, não foi capaz de identificar falsos anúncios políticos. 

A ONG testou a competência e habilidade do Facebook de captar desinformações referentes a eleições publicando dez posts com anúncios.

Cinco das dez postagens continham informações abertamente falsas sobre a eleição. Como, por exemplo, datas erradas da eleição, invenção de métodos que a sociedade poderia utilizar para votar, etc.

Leia mais:

As outras cinco tinham o objetivo de desacreditar o processo eleitoral do Brasil, envolvendo o sistema de votação eletrônica que o país usa desde 1996. 

De todos os dez posts, o Facebook recusou apenas um, porém, logo em seguida o aprovou sem nenhuma ação adicional da Global Witness.

Além das postagens terem informações falsas, elas possuíam outras ‘bandeiras vermelhas’ (gatilhos) e a Global Witness afirma que Meta deveria ter captado e proibido essas publicações.

“Esta é uma proteção que a Meta tem para evitar interferência nas eleições, mas conseguimos facilmente contornar isso”, disse a Global Witness, sem mencionar que publicou os posts de Londres, na Inglaterra, e Nairóbi, no Quênia.

Ao fazer isso, não precisou usar uma VPN ou sistema de pagamento local para mascarar sua identidade. Além disso, os anúncios não apresentavam um aviso de isenção de responsabilidade “pago por”, que a Meta observa que todos os anúncios de “questão social” no Brasil devem incluir até 22 de junho de 2022.

Facebook possui sistema fraco para detectar desinformação em posts eleitorais; afirma ONG

“O que está bem claro a partir dos resultados desta investigação e de outras é que seus recursos de moderação de conteúdo e os sistemas de integridade que eles implantam para mitigar alguns dos riscos durante os períodos eleitorais simplesmente não estão funcionando”, disse Jon Lloyd, consultor sênior da Global Witness.

Um porta-voz da Meta afirmou que “se preparou extensivamente” para as próximas eleições no Brasil. “Lançamos ferramentas que promovem informações confiáveis ​​e rotulam postagens relacionadas às eleições, estabelecemos um canal direto para que o Tribunal Superior Eleitoral (autoridade eleitoral do Brasil) nos envie conteúdo potencialmente prejudicial para análise e continuamos colaborando estreitamente com autoridades e pesquisadores brasileiros ”, relatou a empresa.

É importante ressaltar que essa não é a primeira pesquisa que a Global Witness realiza e aponta erros referente a informações eleitorais no Facebook

No começo de 2022, a ONG fez uma análise parecida durante a eleição do Quênia e o resultado também foi semelhante. Por isso, a Global Witness intimidou a Meta para aumentar e consolidar seus serviços e sistemas de controle a integridade dos conteúdos publicados em sua plataforma.

Via: Engadget

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Facebook possui sistema fraco para detectar desinformação em posts eleitorais, afirma ONG apareceu primeiro em Olhar Digital.

Palmeiras x Atlético-MG se enfrentam às 21h30 (horário de Brasília) desta quarta-feira (10), no Allianz Parque, em São Paulo, pelo jogo de volta das quartas de final da Libertadores 2022. A transmissão ao vivo será feita pela ESPN na TV fechada e pelo Facebook Watch no streaming. Clique aqui para assistir!

A partida de ida, no Mineirão, em Belo Horizonte, terminou empatada por 2 a 2. Um novo empate leva a decisão para os pênaltis.

Quem se classificar enfrentará o vencedor de Estudiantes, da Argentina, e Athletico-PR, nas semifinais.

Leia mais:

Palmeiras x Atlético-MG: prováveis escalações

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Murilo e Piquerez; Danilo, Zé Rafael e Raphael Veiga; Gustavo Scarpa, Dudu e Rony (Flaco López). Técnico: Abel Ferreira
Fora: Jailson (lesionado)

Atlético-MG: Everson; Mariano, Nathan Silva (Igor Rabello), Junior Alonso e Rubens (Dodô ou Guilherme Arana); Allan, Jair (Otávio) e Zaracho; Ademir (Nacho Fernández), Keno e Hulk. Técnico: Cuca

Arbitragem

Árbitro: Wilmar Roldán (COL)
Auxiliares: Alexander Guzman e Wilmar Navarro (COL)
Quarto árbitro: Carlos Ortega (COL)
VAR: Julio Bascuñan (CHI)

Premiação

A classificação para as semifinal da Libertadores rende US$ 2 milhões (cerca de R$ 11,3 milhões).

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Palmeiras x Atlético-MG: onde assistir, horário e prováveis escalações na Libertadores apareceu primeiro em Olhar Digital.

Em julho de 2022, o presidente de soluções comerciais globais do TikTok, Blake Chandlee, foi questionado a respeito de estar preocupado ou não com a concorrência do aplicativo com outras redes sociais, como os grandes da Meta.

Blake passou 12 anos trabalhando no Facebook junto ao Mark Zuckerberg, mas, depois dessa longa experiência, decidiu migrar para o TikTok. Tendo em vista essa bagagem, ao responder o questionamento, disse:

“O Facebook é um aplicativo social. Construíram todos os seus algoritmos tendo como base o gráfico social. Somos uma plataforma de entretenimento. A diferença entre os dois é bem significativa”, afirmou.

Leia mais:

De acordo com o The New Yorker, as respostas do presidente de soluções foram relacionadas às mudanças recentes que a Meta implementou em suas redes, como o Facebook. A empresa tenta cada vez mais tornar seus aplicativos semelhantes ao TikTok e já disse isso explicitamente.

Em 2021, a Meta inseriu o formato de compartilhamento de vídeos curtos, os famosos Reels, ao Facebook e ao Instagram. Depois disso, recentemente em um memorando, o executivo sênior, Tom Alison, divulgou uma estratégia de mudar o feed de notícias do Facebook e focar mais nos Reels. Com isso, além da mudança de layout, o algoritmo seria influenciado a mostrar vídeos de criadores de conteúdo aleatórios, sem que obrigatoriamente o usuário estivesse o seguindo.

menu de opções do facebook
Imagem: Grey82/Shutterstock

Comparando o serviço da concorrência com o TikTok, a rede social que cresceu graças às trends de dancinhas na pandemia, os vídeos curtos são apresentados, muitas vezes, com menos de um minuto de duração e preenchem a tela toda do celular. Quando o usuário quer ver algo diferente, só precisa deslizar a tela para cima e um novo vídeo, uma nova experiência lhe é apresentada.

Essa plataforma não depende dos usuários para compartilharem os conteúdos manualmente entre os seguidores, mas sim de um algoritmo de recomendação muito habilidoso.

O Wall Street Journal, no ano passado, fez uma investigação sobre o TikTok onde os repórteres criaram mais de cem perfis para entenderem o raciocínio primário do algoritmo. Com isso, eles notaram que o aplicativo pode entender quais são os interesses do usuário com extrema precisão em cerca de 40 minutos de uso.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Quais as diferenças entre TikTok e Facebook? apareceu primeiro em Olhar Digital.

Quem nunca encontrou ‘postagens artificiais’ no Instagram, TikTok e Facebook? Seja com uma pessoa usando filtros ou até mesmo editando fotos para tirar algumas imperfeições da sua fisionomia ou do local onde fez o clique. Para combater estas coisas e promover a vida como ela é, Alexis Barreyat e Kévin Perreau criaram a BeReal (Seja Real, na tradução para português) em 2020, na França.

Dois anos depois, a rede social começa a cair nas graças dos usuários e, após figurar entre os aplicativos mais baixados da App Store e da Google Play Store, está bombando nos Estados Unidos.

Leia mais:

Mas como funciona a BeReal?

A plataforma permite uma única postagem diária, mas nada de vídeo, edição ou filtros. Como a intenção é evitar a artificialidade, os usuários têm até dois minutos para registrar o que querem mostrar com duas fotos. A primeira com a câmera traseira e uma outra menor com a câmera frontal.

A pessoa até pode tirar outra foto caso não tenha gostado do resultado, mas tudo precisa ser feito antes do término dos dois minutos.

“Todos os dias, em horários variados, os usuários do BeReal recebem uma notificação em seus smartphones para tirar uma foto e compartilhar exatamente o que estão fazendo naquele momento”, explica a página da BeReal na Google Play Store.

Notificação BeReal
Notificação BeReal. Imagem: Divulgação/BeReal

Nada de emojis!

Outra coisa bacana é que as reações são feitas com o que a plataforma chama de “RealMojis”. Ou seja, nada de emojis. Selfies dos usuários são publicadas para mostrar o que acharam do conteúdo.

“BeReal é a primeira plataforma espontânea e imprevisível onde você pode compartilhar, uma vez por dia, seus momentos mais autênticos com seus amigos através de fotos”, acrescenta a rede social.

RealMojis. Imagem: Divulgação/BeReal

Quer stalkear? Então mostre uma foto

Outra peculiaridade é para os famosos stalkers (pessoas que ficam olhando as postagens dos outros). Na BeReal, para espiar o que os outros usuários estão fazendo é obrigatório mostrar uma foto sua.

As postagens antigas também são removidas sempre que uma nova notificação para publicar é enviada.

Mostre uma foto. BeReal
Mostre uma foto. BeReal. Imagem: Divulgação/BeReal

Números da BeReal

No total, já são quase 3 milhões de usuários em todo o mundo com o app da rede social, sendo que o crescimento de pessoas somente em 2022 já representa 400%.

O Google Trends mostra que a procura por “BeReal” nos últimos 12 meses aumentou consideravelmente desde abril deste ano.

BeReal no Google Trends
BeReal no Google Trends. Imagem: Reprodução/Google Trends

Por outro lado, vale lembrar que aplicativos como Snapchat e Clubhouse tiveram sucesso em determinado período, mas depois perderam força.

Resta saber o que acontecerá com a BeReal neste mundo cada vez menos autêntico das redes sociais.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post BeReal: conheça a rede social que promove a vida como ela é apareceu primeiro em Olhar Digital.

A Meta, empresa dona do Facebook, compartilhou nesta quinta-feira (4) o relatório trimestral no qual mostra detalhadamente as ações que tomaram contra um grupo de trolls, contas falsas e hackers.

O grupo de trolls é formado por russos que tentaram criar o movimento de apoio à guerra que está acontecendo entre a Rússia e a Ucrânia. Esses russos criaram contas no Facebook e no Instagram para publicar comentários a favor do país natal nas publicações de veículos oficiais da mídia e até mesmo dos criadores de conteúdo.

Leia mais:

A Meta conseguiu remover 1.037 contas falsas do Instagram e 45 contas desse grupo no Facebook. A empresa relacionou os donos das contas ao grupo conhecido como “Cyber Front Z”. A Agência de Pesquisa da Internet, que é um grupo famoso de trolls da Rússia que já tentou influenciar as eleições americanas de 2016, possui pessoas que também estão ligadas a essas contas removidas.

No passado, grupos de defesa criticaram a Meta pela demora em combater esse tipo de ameaça virtual e a atitude que a Meta teve desta vez demonstra o empenho da empresa em destruir as ameaças à cibersegurança.

O grupo dos trolls fez uso do Telegram, aplicativo de mensagens, para organizar suas forças e focá-las nas outras redes sociais, como o TikTok, o Twitter, Linkedin e YouTube. De acordo com a Meta, o grupo tentou criar uma imagem falsa sobre seus esforços estarem sendo bem sucedidos, mas na verdade não estavam fazendo um bom trabalho.

A empresa acrescentou ao relatório informações sobre as medidas contra dois grupos de hackers no sul da Ásia. Um deles é o Bitter APT que mirava na Índia, Nova Zelândia, no Paquistão e no Reino Unido.

meta facebook tokens
Imagem: Rokas Tenys/Shutterstock

Meta é processada por coletar dados de saúde para publicidade direcionada

A Meta, o UCSF Medical Center e a Dignity Health Medical Foundation estão sendo processados nos Estados Unidos por coletar ilegalmente informações de saúde dos pacientes. A ação coletiva, no Distrito Norte da Califórnia, alega que os dados era secretamente coletados para publicidade direcionada.

A denúncia afirma que os sites de 33 dos 100 principais hospitais norte-americanos, além de portais de sete sistemas de saúde protegidos por senha, incluindo os do centro e da fundação processados, tinham a ferramenta de monitoramento Pixel, da Meta.

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Meta relata luta contra grupos de trolls russos e hackers apareceu primeiro em Olhar Digital.

O Instagram pode até estar se sentindo ameaçado pelo TikTok, mas essa preocupação não vai durar muito. O TikTok está muito à frente das plataformas quando se trata de marketing, e está gastando milhares de dólares para fazer propagandas influentes nos Estados Unidos.

Conforme citado em um novo relatório de analistas, o Instagram está indo na direção certa para obter praticamente 3 vezes mais a quantidade de gastos em cima de marketing influente, isso em comparação ao TikTok neste ano. A rede social chinesa gastou US$ 774.8 milhões (cerca de R$ 4 bilhões) e o Instagram pagou US$ 2,23 bilhões (aproximadamente R$ 10,6 bilhões) em publicidade.

Leia mais:

Enquanto o Insta está a frente do concorrente nessa parte, o Facebook, a outra plataforma da Meta, já fica um pouco para trás. Os analistas de dados da Insider Intelligence disseram que o TikTok continua no caminho certo e agora está deixando o Facebook comendo poeira quanto ao dinheiro investido no marketing influente de 2022. Afirmam que é provável que o TikTok chegue a ultrapassar o YouTube até 2024, que está em segundo lugar.

O YouTube está investindo US$ 948 milhões (R$ 5 bilhões) neste tipo de marketing nos Estados Unidos, enquanto o Facebook investe US$ 739 milhões (R$ 3,9 bilhões).

O relatório diz também que TikTok já ultrapassou o YouTube em questão do uso de marketer para os marketings com influencers.

Símbolo do TikTok ao lado de células americana s e chinesas
Imagem: Ascannio/Shutterstock

A Insider Intelligence mostra que os ajustes das timelines do Instagram, que vem causando opiniões divergentes entre os usuários ultimamente, autorizava os pequenos influencers a participarem dos lucros. Esses criadores de conteúdos, nano-influencers são categorizados como pessoas com 1.000 a 4.999 seguidores na rede, enquanto os micro influencers têm de 5.000 até 19.000 seguidores.

A analista principal da empresa responsável pelo relatório, Jasmine Enberg, diz que mesmo crescendo, o TikTok ainda não está perto de atingir o nível do Instagram com gastos de marketing influente. Diz ainda que: “Isso se deve em parte aos preços mais altos que os criadores do Instagram cobram pelo conteúdo, mas também por conta da sua ampla variedade de formatos de conteúdo, a maioria dos quais agora pode ser comprada”.

Por fim, Jasmine afirma: “Mesmo assim, o Instagram está tentando ser mais semelhante ao TikTok para atrair os criadores menores, os que são mais influentes no TikTok. Isso é fundamental para que o Instagram permaneça com a sua liderança no espaço do marketing influente, principalmente porque vários criadores do TikTok agora se sentem orgulhosos de ter seguidores que rivalizam ou superam os do Instagram e do YouTube”.

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post TikTok vai ultrapassar o Facebook em gastos com marketing, dizem analistas apareceu primeiro em Olhar Digital.

Uma operação cibercriminosa está focada nos profissionais de marketing digital e recursos humanos, e demonstra força e empenho para sequestrar contas comerciais do Facebook usando um malware de roubo de dados. Essa ameaça hacker foi descoberta há pouco tempo.

Na empresa spin-off WithSecure, que é propriedade da F-Secure, pesquisadores descobriram que uma campanha está em andamento. A empresa de segurança apelidou de Ducktail a campanha de roubo de dados, e descobriu também provas que insinuam que uma pessoa do Vietnã está desenvolvendo e compartilhando o malware desde o segundo semestre de 2021.

A WithSecure disse que a motivação desse cibercrime aparenta ser apenas financeira. Afirma também que os primeiros alvos da operação são do Linkedin. Eles selecionam empregados que provavelmente vão ter a possibilidade de chegar a altos níveis de acesso a algumas contas do Facebook.

Leia mais:

O analista e pesquisador de malware da WithSecure Intellgence, Mohammad Kazem Hassan Nejad, falou: “Acreditamos que os operadores da Ducktail selecionam cuidadosamente um pequeno número de alvos para aumentar suas chances de sucesso e continuam despercebidos”. Também acrescentou: “Observamos que pessoas com cargos gerenciais, como marketing digital, de mídia e de recursos humanos em empresas foram alvos deles”.

Usando a engenharia social, o desenvolvedor da ameaça convence o alvo a fazer download de um arquivo hospedado num host de nuvem legítimo, como o Dropbox ou iCloud.

O arquivo mostra a presença de palavras-chaves ligadas a marcas, produtos e planejamento de produtos. Com isso, parecendo legítimos, ele fazem a inserção do malware. A WithSecure afirma que este é o primeiro malware que eles observaram especificamente ser projetado para sequestrar as contas comerciais do Facebook.

EUA recuperam fundos roubados de hospitais
Imagem: JARIRIYAWAT/Shutterstock

Assim que é instalado no sistema da vítima, o Ducktail rouba os cookies do navegador e faz o sequestro de sessões autenticadas no Facebook, com o foco em roubar informações das contas. Entre esses dados, contém: dados de localização, códigos de autenticação de dois fatores e informações gerais de acesso.

Essa ameaça permite que a pessoa que desenvolveu o malware tenha acesso a qualquer conta comercial do Facebook, mesmo que a vítima tenha tido acesso por um curto período de tempo. Para isso, basta que a vítima tenha adicionado seu endereço de e-mail à conta, o que leva a plataforma a enviar um link via e-mail.

Mohammad Kazem diz: “O destinatário, o desenvolvedor da ameaça, interage com o link enviado ao e-mail e obtém acesso à conta. Este mesmo processo representa o processo padrão utilizado para conceder aos usuários acesso a um negócio no Facebook, e assim, se esquiva dos recursos de segurança da Meta, que existem para nos proteger desses abusos”.

A WithSecure avisou a Meta e compartilhou as pesquisas com a empresa, porém disse ser “incapaz de determinar o sucesso ou a falta dele” sobre a campanha Ducktail. Afirmam ainda que não podem dizer quantos usuários já foram potencialmente afetados, mas notaram que não foi visto um padrão regional na mira do Ducktail. As vítimas estão espalhadas pela América do Norte, África, Europa e Oriente Médio.

Um representante da Meta deu uma declaração ao site TechCrunch: “Acolhemos com satisfação a pesquisa de segurança sobre as ameaças que rondam nossa indústria. Este é um espaço vastamente adversário e sabemos que estes grupos maliciosos continuarão tentando escapar dos nossos detectores”. Na declaração avisam que estão cientes sobre os golpistas em particular e que continuam fazendo atualizações dos sistemas para detectar as tentativas de invasão.

Como este malware é baixado normalmente fora do aplicativo, a Meta encoraja os usuários a pensar com calma sobre qual software eles vão instalar nos seus dispositivos.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Operação cibercriminosa está roubando dados do Facebook; entenda apareceu primeiro em Olhar Digital.

O sorteio das quartas de final da Copa do Brasil 2022 será realizado na sede da CBF, no Rio de Janeiro, às 13h30 (horários de Brasília), desta terça-feira (19), com transmissão ao vivo e gratuita pela CBF TV no YouTube e Facebook da entidade que organiza o futebol brasileiro.

América-MG, Athletico-PR, Atlético-GO, Corinthians, Flamengo, Fluminense, Fortaleza e São Paulo são os oito clubes que estarão no sorteio. Não existe nenhuma trava e qualquer time pode enfrentar o outro, sendo que a CBF também sorteará os mandos de campo nos jogos de ida e de volta.

Nas oitavas de final, o América-MG eliminou o Botafogo, o Athletico-PR venceu o Bahia, o Atlético-GO passou pelo Goiás, o Corinthians goleou o Santos no placar agregado, o Flamengo eliminou o Atlético-MG, o Fluminense venceu o Cruzeiro, o Fortaleza passou passou pelo Ceará e o São Paulo eliminou o Palmeiras nos pênaltis.

Leia mais:

Datas das quartas de final

O calendário divulgado pela CBF em dezembro de 2021 aponta que os jogos de ida das quartas de final acontecem nos dias 27 e 28 de julho. Já os de volta entre 17 e 18 de agosto.

As semifinais serão disputadas nos dias 24 de agosto e 14 de setembro, e as finais nos dias 12 e 19 de outubro.

Premiação da Copa do Brasil

Ao eliminar seus concorrentes e assim classificar para as quartas de final, as oito equipes receberam R$ 3,9 milhões. Os clubes que passarem para as semifinais receberão R$ 8 milhões. Na final, o campeão embolsará R$ 60 milhões e o vice R$ 25 milhões.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Sorteio da Copa do Brasil 2022: onde assistir, horário e regras apareceu primeiro em Olhar Digital.

Com a desaceleração econômica no setor de tecnologia, o Facebook passou a orientar seus gerentes de engenharia a identificar e demitir funcionários com baixo desempenho.

Em memorando enviado na última sexta-feira (8), o diretor de engenharia Maher Saba solicitou aos gerentes a identificação e a delação de pessoas “com necessidade de apoio” ao sistema interno de recursos humanos.

“Se um subordinado direto está vagando ou tem baixo desempenho, eles não são quem nós precisamos. Eles estão falhando com essa empresa. Como gerente, você não pode permitir que alguém seja neutro ou negativo para a Meta”, diz um trecho do memorando.

Segundo o Washington Post, muitos funcionários do Facebook se chocaram com o memorando, preocupados com possíveis demissões, bônus reduzidos e menos promoções.

“Isso será usado para criar ‘planos de melhoria de desempenho’, o que resultará em demissões em massa”, diz uma fonte anônima familiarizada com o assunto, em entrevista à publicação americana.

No cerne da ameaça corporativa, reside uma provável política de corte de custos no Facebook, que tem visto suas arrecadações com publicidade digital despencarem desde o início deste ano.

Boa parte do problema se deve às recentes mudanças de privacidade na Apple, que impactou não apenas no modelo de negócios do Facebook como Twitter e Snapchat. A Meta não comentou o tema.

Leia mais:

Queda de usuários preocupa executivos do Facebook

No último trimestre de 2021, pela primeira vez em 18 anos, o Facebook perdeu usuários ativos diários. O número estabilizou no início deste ano, mas os executivos da empresa ainda se mantêm inquietos em relação à crescente concorrência de plataformas como o TikTok.

Daí o investimento massivo no Reels, a plataforma de vídeos curtos da Meta. Tanto que, em breve, o produto será aberto à monetização da mesma forma como já é possível com publicações no feed de notícias.

O Facebook também aposta na popularização do metaverso — um termo usado para descrever ambientes virtuais imersivos que são acessados por realidade virtual e aumentada.

Com informações do Washington Post e The Information

*Crédito da imagem principal: Rokas Tenys/Shutterstock

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Em fase de contenção de custos, Facebook ameaça demitir funcionários com baixo desempenho apareceu primeiro em Olhar Digital.

Com o objetivo de manter a privacidade das pessoas segura, o Facebook conta com vários recursos para proteger seus usuários. Um deles é o bloqueio do perfil de alguém que esteja sendo inconveniente ou que venha protagonizando diversos tipos de problemas nas conversas na rede social. Dessa maneira, você pode ter controle sobre quais pessoas poderão acessar o seu perfil, mantendo afastadas as pessoas que não merecem a sua atenção.

Ao bloquear um contato, a pessoa não poderá mais acessar o seu perfil, seja por meio de links ou através da busca. Além disso, a pessoa também não conseguirá visualizar suas postagens, mesmo que estejam públicas. As funções de comentar e curtir as publicações também ficarão vetadas.

Passo a passo para bloquear alguém no Facebook

Primeiramente, você deverá acessar o perfil da pessoa que deseja bloquear. Clique no botão com os três pontinhos que fica no canto inferior direito da imagem.

Após clicar nos três pontinhos, uma caixa com vários recursos aparecerá. Aí basta você clicar em bloquear.

Ao clicar em bloquear, uma nova janela com um aviso de bloqueio surgirá em sua tela. Trata-se de mensagens informando o que acontecerá caso você prossiga com a decisão. Caso a sua escolha seja se afastar dessa pessoa, basta confirmar o bloqueio.

É possível também apenas limitar o que você compartilha com essa pessoa, vendo menos conteúdo dela no Facebook, o que contribuirá para uma pausa na interação. Agora, se o bloqueio for concretizado, a interação estará totalmente cortada.

Leia mais:

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Descubra como bloquear uma pessoa no Facebook apareceu primeiro em Olhar Digital.