Auto Added by WPeMatico

Já é possível criar links para vídeos, fotos, textos e praticamente qualquer coisa da internet. Mas e se você quisesse criar um link para a sua própria conta do WhatsApp, de maneira que qualquer pessoa que clicasse nele fosse direcionada a uma conversa com você no aplicativo?

Saiba que isso já é possível, graças a um recurso do WhatsApp chamado “Click to Chat” (algo como “clique para conversar”). Ele gera um link que, ao ser clicado, leva o usuário a uma conversa com determinado número. Você pode até criar o link com uma mensagem pré-determinada para a pessoa que clicar nele te enviar automaticamente.

Esse recurso pode ter uma série de utilidades. Por exemplo, se você estiver tentando vender seu carro, pode colocar as fotos dele junto com um link para o seu número. Nesse link, você também pode colocar uma mensagem como “Olá, estou interessado em comprar seu carro!”; assim, o potencial comprador não terá nem o trabalho de digitar. E você pode fazer tudo isso sem revelar seu número de telefone à internet inteira.

Aprenda como criar um link no WhatsApp neste tutorial.

Há várias vantagens em ter um link WhatsApp, como por exemplo:

  • Você pode gerar um link para sua conta WhatsApp sem revelar seu número de telefone;
  • Você pode incluir uma mensagem no link, para que, quando alguém clicar nele, ele lhe envie automaticamente essa mensagem;
  • Você pode usar o link para iniciar uma conversa com uma pessoa ou grupo sem ter seu número de telefone guardado em seus contatos;
  • O link pode ser usado em websites, mídias sociais e em praticamente qualquer outro lugar na internet.

Só é possível gerar link no WhatsApp business?

Não é necessário do WhatsApp Business para gerar link no WhatsApp
Não é necessário do WhatsApp Business para gerar link no WhatsApp. Imagem: Alex Photo Stock / Shutterstock

Não, qualquer pessoa pode gerar um link para sua conta WhatsApp, independentemente de ter ou não uma conta WhatsApp Business. O único requisito é que você tenha a versão mais recente do WhatsApp instalada em seu telefone.

Leia também:

Como gerar um link no WhatsApp?

Manualmente

1. Copie e cole este link: https://api.whatsapp.com/send?phone=seunumerodetelefone&text=sua%20mensagem

2. Substitua o espaço “seunumerodetelefone” pelo seu número, da seguinte maneira: XXYY000000000. Sendo que:

  • “XX” é o código internacional do seu número. O código do Brasil é 55, então, se o seu celular for daqui, substitua XX por 55.
  • “YY” é o DDD. Se seu número for de São Paulo, por exemplo, substitua YY por 11; se for do Rio de Janeiro, substitua YY por 21.
  • “000000000” é o seu número de telefone. Se ele for, por exemplo, 98765-4321, substitua o 000000000 por 987654321.

Assim, se o seu número for brasileiro, de São Paulo, e for 98765-4321, você deverá substituir “seunumerodetelefone” por 5511987654321.

3. Substitua o espaço “sua%20mensagem” pela sua mensagem, da seguinte maneira:

Como não é possível inserir acentos e espaços nos links, é necessário substituí-los por símbolos. Assim, se você quiser que a sua mensagem seja “Olá, meu amigo!”, você precisará substituir o espaço “sua%20mensagem” por “Ol%C3%A1%2C%20meu%20amigo!”

Então, se você quiser criar um link para o seu número com a mensagem pré-definida “Olá, meu amigo!”, e o seu celular for brasileiro, de São Paulo, com o número 98765-4321, o seu link ficará https://api.whatsapp.com/send?phone=5511987654321&text=Ol%C3%A1%2C%20meu%20amigo!.

5. Você já pode enviar esse link para qualquer pessoa. Quem clicar nele será levado para uma tela de conversa do WhatsApp assim:

Existem alguns problemas com o método manual. O primeiro é que, como pode ser visto acima, seu número de telefone fica exposto – mas é possível contornar essa situação; veja como no tópico abaixo “Como encurtar link do WhatsApp” para encurtar link.

O segundo problema é que é quase impossível escrever uma mensagem pré-definida com todos os símbolos certos. Para esse problema, existem as plataformas online gratuitas.

Em plataformas online

Convertte

Convertte é uma plataforma online que permite que você crie um link para o WhatsApp sem precisar fazer nenhuma alteração no seu número de telefone.

Para usá-lo, basta acessar o site e informar o seu número de telefone na caixa de texto e a sua mensagem. Depois disso, basta clicar em “Gerar Link”:

Você receberá um link que poderá ser compartilhado livremente. Ao clicar nele, a pessoa será direcionada para uma conversa no WhatsApp Business já com uma mensagem pré-definida.

O link gerado pelo Convertte pode ser usado em sites, redes sociais ou qualquer outro lugar na internet.

Canmore

O Canmore é outra plataforma online que oferece um link para o WhatsApp com mensagem pré-definida.

O site funciona de maneira similar ao Convertte. Para usá-lo, basta acessar o site e informar o seu número de telefone na caixa de texto e a sua mensagem. Depois, basta clicar em “Gerar link”.

Você receberá um link para compartilhar como quiser. Ao clicar nele, a pessoa será direcionada para uma conversa no WhatsApp já com uma mensagem pré-definida.

O link gerado pelo Canmore pode ser usado em sites, redes sociais ou qualquer outro lugar na internet.

Nuvemshop

O Nuvemshop é uma plataforma de comércio eletrônico que oferece uma ferramenta gratuita para gerar link para o WhatsApp.

Novamente, basta acessar o site, informar o seu número de telefone na caixa de texto e escrever sua mensagem pré-definida. Depois, basta clicar em “Gerar link”:

Invertexto

Outro site que oferece o serviço é o Invertexto. Também é bem simples de usá-lo: acesse o site, informe seu número de telefone, escreva a mensagem inicial e clique em “Gerar link”.

Depois, copie o link para compartilhá-lo com sua mensagem pré-definida como você desejar, como sites, redes sociais ou aplicativos.

Wa.me

O Wa.me é o encurtador de link do WhatsApp para iniciar conversas no mensageiro. Ele funciona de maneira bem parecida à forma de adicionar manualmente o número de telefone e a mensagem.

Seu link deve começar com “https://wa.me/XXYY000000000”, sendo que os XY0s devem ser substituídos pelo número de telefone com o código do país e do DDD. Também, para inserir a mensagem, você precisará usar símbolos para substituir espaços e acentos.

Como você pode observar, não é a forma mais prática de criar um link para WhatsApp. Mas, se você quiser aprender, basta ler o tópico acima chamado “Manualmente

Quanto custa gerar um link no WhatsApp?

A boa notícia é que não custa nada gerar um link no WhatsApp! Quer você utilize uma das plataformas mencionadas acima ou o faça manualmente, gerar um link para o WhatsApp é completamente gratuito.

Onde usar o link do WhatsApp?

O link WhatsApp pode ser usado em websites, redes sociais ou em qualquer outro lugar na Internet.

A melhor maneira de usar o link WhatsApp é colocá-lo em um lugar onde seja facilmente acessível a seus clientes potenciais, como no cabeçalho ou rodapé de seu website, ou na biografia de seu perfil de mídia social.

Incluindo um link WhatsApp em seu website ou perfil de mídia social facilita o contato de potenciais clientes e o início de uma conversa.

Uma das vantagens de gerar um link personalizado no WhatsApp é gerar mais vendas
Uma das vantagens de gerar um link personalizado no WhatsApp é gerar mais vendas. Imagem: fizkes / Shutterstock

Quando usado corretamente, o link WhatsApp pode ser uma ferramenta poderosa para gerar leads e fechar vendas. Por isso, ele é muito útil para pessoas que trabalham como afiliados.

Leia também:

  1. Acesse um site de encurtamento de links, como o bit.ly ou o ow.ly.
  2. Cole o seu link no campo correspondente e clique em “encurtar URL” ou “Shorten”. 
  3. Você receberá uma versão “encurtada” do seu link. Por exemplo, jogando o link https://api.whatsapp.com/send?phone=5511987654321&text=Olá,%20meu%20amigo! (que usamos de exemplo acima) no bit.ly, recebemos o link https://bit.ly/2sZ43CR, que funciona da mesma maneira.
  4. Agora você pode usar o link sem o medo de deixar seu celular exposto! Compartilhe à vontade!

Leia também:

Conclusão

Agora, você já sabe criar seu link para WhatsApp com uma mensagem personalizada. Que tal conhecer agora nossa lista com os melhores bancos digitais?

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Gerar link no WhatsApp: passo a passo para você começar a utilizar essa ferramenta apareceu primeiro em Olhar Digital.

Nos últimos dias, um caso gerou repercussão nas redes sociais. O passageiro Adriano Gomes teve que pagar mais de R$ 1 mil ao Uber no último sábado (11) por uma corrida de 12 Km (ou 29 minutos) em João Pessoa, capital da Paraíba. 

Em nota, o Uber informou que após a confirmação da viagem — fechada por R$ 21,71 —, o usuário solicitou por acidente uma parada em outra cidade que fica a mais de 150 quilômetros de distância do destino. No fim, a empresa reembolsou o passageiro nesta segunda-feira (13).

Tarifa dinâmica

Após Adriano entrar em contato com o Uber, a resposta foi: a causa da cobrança foi o chamado “preço dinâmico”, incluído no valor final das corridas.

Para não ser pego de surpresa, a recomendação é verificar o valor exato antes de chamar um veículo. Pelo celular, o processo é o mesmo que solicitar uma corrida, basta não finalizar o pedido. Se preferir, o mesmo procedimento pode ser feito no computador.

Vale destacar que o valor exato só é mostrado pelo celular. No PC, o preço final pode variar.

Veja também:

Consultar o preço estimado do Uber pelo PC

1. Primeiro, acesse a versão móvel do site oficial do serviço pelo endereço https://m.uber.com/.

2. Em seguida, preencha os campos com o seu ponto de partida e chegada.

3. No fim, como na captura de tela, os valores estimados da corrida serão mostrados logo abaixo. 

Consultar o preço estimado do Uber pelo PC
Imagem: Reprodução

O recurso é uma boa pedida caso esteja longe do celular ou queira apenas se preparar para uma viagem.

Como saber o preço do Uber pelo celular

O procedimento é o mesmo no celular, com a diferença que mostra os valores exatos.

1. Abra o aplicativo do Uber e digite o seu destino no campo ‘Para onde?’.

2. Confira se o local de partida está correto (normalmente o app utiliza a sua localização atual).

3. No fim, os valores exatos para o momento da consulta serão mostrados na tela. Note que há uma variação de cerca de R$ 20 entre o preço final mostrado na consulta feita pelo PC.

Como saber o preço exato do Uber pelo celular
Imagem: Reprodução

Importante: Para não pedir uma corrida por engano, não toque na opção ‘Confirmar’ na parte inferior da tela!

Pronto! Agora você já sabe como consultar os valores do Uber. Lembrando que o preço só vale para o momento da consulta. Em outro horário, os valores mudam de acordo com uma série de fatores, como a demanda por passageiros, por exemplo. É aí que entra o preço dinâmico, que, como visto antes, pode aumentar e muito o valor final de uma corrida.

O que fazer quando o preço final não coincide com o mostrado na tela?

Segundo a página de suporte do Uber, o preço inicial é baseado em uma rota sugerida entre o início e o fim de uma corrida no momento da solicitação. Se, por algum motivo, a rota mudar de forma considerável, a plataforma recalcula automaticamente o valor da viagem.

Situações que podem alterar o valor de uma corrida

  • Paradas extras ou mudança de destino.
  • Aumento de tempo para a conclusão da viagem, o que pode ser causado por acidentes, eventos climáticos, trânsito intenso, dentre outros.
  • Mudança considerável de trajeto da viagem

O tempo e distância adicionais podem originar um valor final maior. Se desejar, o usuário do serviço pode solicitar uma revisão da cobrança pela página de ajuda do Uber.

Por fim, outro fator que pode gerar valores mais altos no fim de uma corrida é o motorista não encerrar a viagem quando o passageiro sai do veículo. O que também pode ser resolvido pelo link acima.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Como consultar o preço estimado do Uber pelo celular ou PC apareceu primeiro em Olhar Digital.

Quem utiliza o Google Drive tem uma excelente opção para manter os arquivos na nuvem e também para compartilhá-los, abrindo oportunidade para outras pessoas acessarem os conteúdos. Para isso, é preciso modificar as permissões de compartilhamento, permitindo que outros usuários editem as pastas. 

É possível realizar o procedimento na versão web e também no aplicativo para smartphones tanto no Android quanto no iOS. Além disso, existem as opções de dividir as pastas com grupos e pessoas e enviá-las por meio de links compartilháveis. 

Aprenda como compartilhar as pastas no Google Drive

Passo um

Abra o Google Drive em seu PC ou notebook.

Passo dois

Encontre o arquivo que você pretende compartilhar e clique com o botão direito na pasta. Acesse compartilhar.

Leia mais:

Passo três

Insira o e-mail das pessoas e grupos que poderão acessar a pasta. Clique em editor para permitir o acesso de seus contatos e aperte concluído. Depois, é só clicar em enviar, tendo a opção de notificar as pessoas caso você queira que elas recebam um e-mail sobre o compartilhamento da pasta.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Veja como compartilhar pastas no Google Drive apareceu primeiro em Olhar Digital.

Mesmo sendo muito útil para informar rotas desconhecidas, o Waze falha em determinadas ocasiões, deixando os motoristas perdidos em seus deslocamentos. Muitas vezes, isso acontece em razão da navegação via GPS, principalmente se ela estiver desatualizada.

Para resolver esse problema, é preciso calibrar a bússola de localização, atualizando as informações em seu smartphone. Portanto, somente com o GPS devidamente calibrado é possível seguir corretamente a rota almejada. Veja como fazer! 

Passo a passo para calibrar o GPS 

Atualize o aplicativo em seu smartphone

Apesar da desenvolvedora sempre atualizar o aplicativo, muitas vezes é necessário efetuar esse procedimento manualmente. Nesse caso, acesses às configurações do seu smartphone e procure por Localização.

Em seguida, ative a precisão de localização do Google. Assim, o Waze estará atualizado, podendo melhorar a qualidade das rotas necessárias para o seu deslocamento. Trata-se de uma ação que deve ser repetida a cada 15 dias.

Calibre a sua bússola

Outra maneira de manter as rotas atualizadas é por meio da calibragem da bússola do Waze. Abra o aplicativo e ative o GPS do seu smartphone. Clique em explorar no Google Maps e toque no ícone azul, símbolo que identifica a sua posição.

O próximo passo é clicar na opção “Calibrar bússola”.

Ao entrar na opção, você deverá seguir o movimento exigido pelo aplicativo. Depois, mova o aparelho três vezes no sentido do símbolo do infinito. Em seguida toque em ‘Concluído’ e verifique se os problemas de precisão foram corrigidos.

Prontinho! A função GPS estará atualizada, melhorando a qualidade no fornecimento das rotas, inclusive com menos quedas ao longo dos percursos.

Leia mais:

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Waze falhou na rota? Aprenda como calibrar o GPS do aplicativo apareceu primeiro em Olhar Digital.

Ao contrário do Facebook e Instagram, o status do WhatsApp só aceita textos com apenas uma cor de fundo e também emojis. Mas é possível criar um nas demais redes sociais da Meta e compartilhar a imagem no status do mensageiro. O procedimento é rápido e fácil e até mesmo novos usuários conseguem seguir as etapas sem complicações.

Veja como publicar seu status no WhatsApp

A primeira etapa é abrir o WhatsApp em seu smartphone. Em seguida, clique em Status.

Na sequência, atenção: não entre em “Meu Status”. É preciso clicar no ícone lápis em seu celular ou smartphone, que fica no canto inferior direito, como você vê na imagem abaixo.

Aí, basta digitar o que você pretende publicar em seu Status. Observe que é possível utilizar emojis e cores diferenciadas para o fundo da mensagem.

No T, você seleciona o tipo de fonte e na paleta para alterar a cor de fundo.

Após criar a sua publicação, basta clicar no ícone avião. É importante informar que o status do WhatsApp desaparecerá após 24 horas, permitindo novas criações.

Leia mais:

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Aprenda como escrever no status do WhatsApp apareceu primeiro em Olhar Digital.

Com o objetivo de manter a privacidade das pessoas segura, o Facebook conta com vários recursos para proteger seus usuários. Um deles é o bloqueio do perfil de alguém que esteja sendo inconveniente ou que venha protagonizando diversos tipos de problemas nas conversas na rede social. Dessa maneira, você pode ter controle sobre quais pessoas poderão acessar o seu perfil, mantendo afastadas as pessoas que não merecem a sua atenção.

Ao bloquear um contato, a pessoa não poderá mais acessar o seu perfil, seja por meio de links ou através da busca. Além disso, a pessoa também não conseguirá visualizar suas postagens, mesmo que estejam públicas. As funções de comentar e curtir as publicações também ficarão vetadas.

Passo a passo para bloquear alguém no Facebook

Primeiramente, você deverá acessar o perfil da pessoa que deseja bloquear. Clique no botão com os três pontinhos que fica no canto inferior direito da imagem.

Após clicar nos três pontinhos, uma caixa com vários recursos aparecerá. Aí basta você clicar em bloquear.

Ao clicar em bloquear, uma nova janela com um aviso de bloqueio surgirá em sua tela. Trata-se de mensagens informando o que acontecerá caso você prossiga com a decisão. Caso a sua escolha seja se afastar dessa pessoa, basta confirmar o bloqueio.

É possível também apenas limitar o que você compartilha com essa pessoa, vendo menos conteúdo dela no Facebook, o que contribuirá para uma pausa na interação. Agora, se o bloqueio for concretizado, a interação estará totalmente cortada.

Leia mais:

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Descubra como bloquear uma pessoa no Facebook apareceu primeiro em Olhar Digital.

Ao mesmo tempo em que as pessoas ficam cada vez mais conectadas, também aumentam os golpes praticados no WhatsApp. O mais comum deles é alguém se passando por um familiar, pedindo determinada quantia de dinheiro para alguma emergência. O caso que você vai ver agora aconteceu nesta quarta-feira (18), em Campinas (SP). Uma funcionária pública chegou a cair no golpe e só não perdeu R$ 4.000 porque a gerente do banco desconfiou da transação e bloqueou a senha. Caso contrário, a quantia estaria nas mãos dos cibercriminosos.

Veja como a conversa se desenrola

No momento em que a funcionária pública estava em uma aula, ela recebeu uma mensagem no WhatsApp de uma pessoa que a abordou como mãe, pedindo um valor para cobrir determinados gastos extras que surgiram e que a quantia seria devolvida ainda hoje. O mais curioso: a vítima tem uma filha que mora em São Paulo e acabou se de mudar. E o mais intrigante: o celular mais novo da filha está no conserto. Todas as informações estavam nas mãos dos cibercriminosos, que logo enviaram a mensagem:

“É que preciso fazer um pagamento agora e meus aplicativos estão tudo no outro aparelho”. Ao receber a mensagem, a mãe logo pensou que, realmente, fosse a sua filha e caiu na conversa.

golpe zap

Sem hesitar, a funcionária pública pediu os dados da conta. Ao recebê-los, logo começou a realizar a operação bancária.

Ao longo do procedimento, a vítima aproveitou para perguntar sobre a rotina de sua filha, tendo em vista que a jovem está a poucos dias na capital paulista a trabalho. E tudo foi respondido na maior tranquilidade.

E a conversa prosseguiu, enquanto a transação era efetuada. O que os criminosos não esperavam é que o banco desconfiou da ação. Ao ser comunicada pela gerência, a vítima entrou em contato novamente com a sua ‘pseudo’ filha e pediu que fosse feita uma chamada de vídeo. Como não houve resposta, o golpe estava confirmado e sua conta livre de perder R$ 4.000.

No entanto, muita gente cai em golpes similares. Portanto, é preciso ficar atento a esses sinais. Geralmente, os criminosos se apresentam como filhos, pais ou mães e dificilmente dizem o nome da pessoa. Observe também o tipo da linguagem, tendo em vista que geralmente eles cometem erros de português. Ou falam de situações comuns, como o tempo, a escola ou o trabalho. E sempre querem tudo “para ontem”.

Senso de urgência

Outro sinal nítido de um golpe é o senso de urgência do pedido. Nesse sentido, muitas vezes conseguem enganar justamente pelo fato das vítimas terem pressa na transação, o que contribui para que não pensem racionalmente, tomando decisões precipitadas.

Por isso, chegar as informações é fundamental. Busque ligar para a pessoa que está entrando em contato ou peça uma chamada de vídeo. Fazer perguntas bem íntimas também funcionam, como um apelido de infância ou o nome do PET da família, por exemplo.

Leia mais:

Solicitam informações desnecessárias

Em outro tipo de golpe praticado no WhatsApp, os cibercriminosos se apresentam como gerentes do seu banco e pedem a senha para uma atualização. Instituições financeiras nunca fazem isso.

Isso também vale para os seus dados. Desconfie de contatos que peçam informações demais sobre você. No caso de mensagens e e-mails, fique atento ao remetente e confira se quem enviou é de confiança.

No caso de ligações feitas por funcionários de instituições, se você não tiver certeza de que está falando com alguém que realmente representa a empresa, desligue a chamada e tente ligar para um número oficial – como os que aparecem nos canais oficiais de bancos, lojas e outras instituições.

Baixar um arquivo

Entre os golpes mais comuns praticados no WhatsApp está os que ofertam ganhos extraordinários de dinheiro para trabalhar em casa ou no celular, muitas vezes com uma expectativa de até R$ 1.500 por dia. Claro, é golpe.

Nunca clique nesses links, pois eles podem te redirecionar para uma página de downloads onde existem softwares maliciosos que podem roubar os seus dados. Veja um exemplo comum que circula nos grupos Brasil afora.

Diante desses alertas, vale a pena sempre desconfiar e ser cauteloso em suas rotinas online. E tenha muito cuidado também com o PIX. Afinal, a tecnologia pode ser muito útil para facilitar a vida dos cidadãos, mas também abre inúmeras brechas para pessoas mal intencionadas obterem ganhos rápidos e fáceis do dinheiro alheio.

E não se esqueça: caso você seja vítima de algum golpe, não deixe de registrar um Boletim de Ocorrência (BO). Somente com os dados, a Polícia Civil poderá ter mais embasamento nas inivestigações e consequente prisão dos cibercriminosos.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Veja como desenrolam os principais golpes no WhatsApp apareceu primeiro em Olhar Digital.

Apesar de ser um campo propício para a troca de informações em conversas que valorizam a privacidade, o WhatsApp conta com regras e uma política de uso que pode banir contas de quem desrespeita alguns critérios internos. Para você não ser surpreendido com uma mensagem de banimento, vamos mostrar seis motivos que podem influenciar no cancelamento da sua conta. Confira!  

1. Uso de versões não oficiais 

Recentemente, o WhatsApp emitiu alertas de possíveis cancelamentos de contas de quem estava usando algumas versões modificadas do aplicativo de mensagens, como o WhatsApp GB ou WhatsApp Plus. 

Pelo fato de serem desenvolvidos por terceiros, esses programas violam os Termos de Uso do WhatsApp e ainda trazem riscos à segurança dos usuários. 

Afinal, sem uma devida proteção, os dados pessoais ficam vulneráveis, sendo um campo aberto para a ação de hackers. Além disso, alterar a aparência das conversas por meio de funções não oficiais também pode influenciar em possíveis penalidades. 

2. Adicionar contatos de grupos sem a permissão das pessoas 

Caso você esteja adicionando contatos em grupos de usuários desconhecidos, é bem provável que seja bloqueado e denunciado. Portanto, não faça isso sem permissão prévia. 

Essa prática é muito comum no caso de quem vende cursos ou produtos online, tendo em vista que necessitam de um grande número de contatos, inclusive com metas diárias. 

Quem compartilha contatos sem a permissão prévia também entra no rol de possíveis banimentos. Portanto, aja sempre com consciência e pergunte antes de qualquer ação. 

3. Gerar spam  

Enviar inúmeras mensagens para vários contatos pode gerar spams, sendo uma prática condenável pelo WhatsApp. Caso a sua conta seja denunciada, ela pode ser banida. Portanto, é mais um alerta para você ficar atento. 

Leia mais:

4. Propagar fake news 

Quem encaminha mensagens falsas pode ser banido do WhatsApp, que conta com vários recursos para identificar as chamadas fake news. 

Para não divulgar notícias falsas, a dica é sempre buscar informações em sites confiáveis e também verificar a veracidade do que será transmitido antes de propagar as mensagens. 

Fake news WhatsApp
Propagar Fake News no WhatsApp é uma prática condenável; aplicativo conta com recursos que identificam e punem usuários que realizam tal ato. Imagem: Henryk Ditze/Shutterstock

5. Coletar dados pessoais 

Seja em pequena ou grande quantidade, coletar dados pessoais dos usuários por meio de ferramentas manuais ou automatizadas é mais uma prática proibida no WhatsApp. 

Independentemente da finalidade, sempre será considerada irregular e passível de punições. 

6. Práticas ilícitas no aplicativo 

Perseguir, ameaçar, cometer assédio ou qualquer ação que viole a legislação brasileira configura práticas ilícitas que podem configurar a eliminação da sua conta no WhatsApp. 

Dentro do rol das práticas ilegais, também está a violação dos direitos autorais, se passar por outra pessoa ou disseminar fake news.  

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Conheça seis motivos que podem banir a sua conta do WhatsApp apareceu primeiro em Olhar Digital.

Após um longo período de espera, o Nubank finalmente permitirá que os seus clientes utilizem o “roxinho” no Samsung Pay. Ao utilizar o recurso, você pode usar o cartão pela carteira digital da Samsung e até receber benefícios por isso.

Confira abaixo como o processo funciona.

Cartão do Nubank no Samsung Pay

1. Primeiro, abra o aplicativo do Nubank no seu smartphone Samsung e toque na opção ‘Meus cartões’;

2. Na próxima tela, selecione um cartão virtual ou físico e toque em ‘Configurar’ para prosseguir;

Imagem: Reprodução

3. Nas opções para adicionar o seu cartão em um novo serviço de pagamento, escolha Samsung Pay (por aqui, você também pode adicionar o seu cartão no Google Pay);

4. Agora, toque em Samsung Pay > Adicionar ao Samsung Pay e digite a sua senha para continuar.

Pronto! Por fim, o aplicativo Samsung Pay será aberto no seu telefone. Para finalizar o processo, basta seguir as instruções na tela para conseguir fazer pagamentos com o celular por aproximação.

Aproveite e confira também o nosso guia que ensina a desvincular o Nubank do seu aparelho remotamente em caso de perda ou roubo. Em casos como esse, é fundamental agir rápido para desconectar o seu celular de serviços essenciais para tentar manter a sua conta protegida contra a ação dos criminosos! O processo também é simples e pode ser feito pelo navegador em poucos cliques.

Leia mais:

Como falar com o Nubank?

Caso precise entrar em contato com o banco digital para tirar alguma dúvida ou relatar algum problema, saiba que pelo próprio aplicativo é possível iniciar um atendimento via chat. 

Se por algum motivo não tiver acesso ao app, o cliente pode entrar em contato pelo telefone 0800 591 2117 ou pelo e-mail [email protected]

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Como adicionar um cartão Nubank no Samsung Pay apareceu primeiro em Olhar Digital.

Imprescindíveis nas rotinas de trabalho, estudo ou até mesmo de lazer, os computadores se transformaram em companheiros inseparáveis dos seres humanos e precisam de cuidados para não falharem no momento de maior necessidade. Afinal, imagine ficar na mão logo no dia da entrega daquele projeto que levou meses para ser concluído. Ou atrasar a sua jornada diária em razão de um teclado que parou de funcionar.

Com práticas preventivas, é possível prolongar a vida útil dos equipamentos, além de evitar prejuízos técnicos e financeiros. Quer manter a sua máquina sempre redondinha? Então confira essas dicas imperdíveis!  

Evite o uso de notebooks em superfícies inapropriadas 

É muito comum que usuários de notebooks apoiem o equipamento em superfícies inadequadas como no colo, na cama ou em cobertores. Esse tipo de uso obstrui as entradas e saídas de ar e causam um superaquecimento da máquina.

“Ao impedir a refrigeração correta do notebook e, consecutivamente, aumentar a temperatura interna do aparelho, o usuário está colocando em risco o funcionamento do computador a curto e longo prazo. O superaquecimento pode reduzir a vida útil dos componentes da máquina e, em casos mais críticos, até ocasionar o mau funcionamento do sistema operacional, causando lentidão ou até mesmo provocando o seu desligando repentino É recomendável que o aparelho esteja sempre posicionado em superfícies planas e duras”, explica Camilo Stefanelli, responsável pela Compaq no Brasil. 

Leia mais:

Mantenha a limpeza do computador em dia  

Higienizar com frequência o computador é essencial para manter seu bom funcionamento, mas é preciso fazer isso da maneira certa, tomando alguns cuidados básicos. Antes de tudo, o usuário deve verificar se a máquina está totalmente desligada e com o cabo de força fora da tomada.  

Feito isso, é aconselhável limpá-lo com um pano macio de modo que a poeira não seja empurrada para dentro da máquina.

Além disso, é preciso ter muita atenção com soluções líquidas, que podem danificar partes eletrônicas e até mesmo o acabamento do equipamento.  

Antivírus rodando em notebook
Com ataques de hackers e invasões de pessoas mal intencionadas crescendo no Brasil, nada melhor do que sempre manter o sistema com um antivírus atualizado. Imagem: Rawpixel

Mantenha o antivírus atualizado

Ao contrário do que muitos pensam, não é necessário utilizar softwares de varredura para certos programas e arquivos, já que eles podem trazer outros potenciais riscos à máquina. Nesse caso, o recomendado é sempre utilizar um antivírus completo e atualizado.

O antivírus pode detectar a maioria dos vírus, destruí-los e, em grande parte dos casos, reparar o dano causado. Para fornecer proteção contínua contra ameaças recentemente descobertas, o software deve estar sempre atualizado.

“Um programa de antivírus pode vir pré-instalado no computador, mas o usuário também pode escolher o programa que já está acostumado para proteger o seu sistema”, recomenda o responsável pela Compaq no Brasil.

Faça backups periodicamente 

Fazer o backup do sistema é extremamente importante e a melhor forma de evitar a perda de arquivos importantes em caso de pane na máquina. Nesse caso, o recomendado é fazer o processo periodicamente, de acordo com a frequência de uso de cada um. 

Atualize os programas e ative recursos de segurança

Manter o sistema operacional e os principais softwares do computador atualizados também é muito importante, já que eles auxiliam na correção de problemas de segurança e a melhorar o desempenho da máquina.

No caso de programas da Microsoft, por exemplo, os usuários recebem um alerta sempre que uma nova atualização está disponível. O ideal é fazer a atualização assim que a notificação chegar. 

Outra iniciativa importante sobre segurança, é ativar alguns recursos de proteção à rede wi-fi, já que nem todas oferecem a proteção necessária. 

“Se precisar viajar com o computador ou transportá-lo, o ideal é que o usuário faça um backup das informações em uma unidade de armazenamento externo e remova todos os discos e cartões de mídia acoplados, como SD cards, micro SD e pen drives. Ao utilizar transporte aéreo, leve o computador como bagagem de mão e a mídia externa com o backup das informações e arquivos importantes”, conclui Camilo.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Descubra como aumentar a vida útil do seu PC ou notebook apareceu primeiro em Olhar Digital.