Auto Added by WPeMatico

Nesta segunda-feira (15), o Twitter anunciou que irá aumentar o acesso aos dados da rede social para ajudar desenvolvedores de softwares na criação de ferramentas e produtos que possam proporcionar mais segurança às conversas online e selecionar conteúdos.

Twitter anunciou medidas importantes que beneficiam desenvolvedores de aplicativos. Imagem: Konstantin Savusia – Shutterstock

Segundo Amir Shevat, diretor global de relacionamentos com start-ups do Twitter, a medida é parte de seus esforços crescentes desde o último ano para descentralizar a empresa, com o objetivo de fornecer aos usuários mais controle sobre o que veem em no feed, além de novas maneiras de compartilhar conteúdo no site.

Leia mais:

Esforço do Twitter e outras redes sobre controle de conteúdo

Conforme ressalta a Agência Brasil, a iniciativa de aumentar o acesso de desenvolvedores acontece enquanto o microblog, a Meta e outras empresas de redes sociais enfrentam uma pressão global sobre como seus algoritmos favorecem certos tipos de conteúdo, em especial a circulação de desinformação ou discurso de ódio.

A partir de agora, desenvolvedores poderão acessar dados em até 2 milhões de tuítes mensalmente por meio da interface de programação do Twitter (API), de forma gratuita. Em comunicado à imprensa, a empresa afirma que está removendo as restrições de sua política de desenvolvedor sobre “como você constrói com os recursos principais do Twitter e limita o número de usuários aos quais você pode oferecer suporte por meio de seu aplicativo”.

Segundo Shevat, a nova política deixará claro o que é permitido e tornará mais fácil para os desenvolvedores competirem com o Twitter de maneiras sem precedentes.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Twitter amplia acesso a dados para desenvolvedores de aplicativos apareceu primeiro em Olhar Digital.

O TikTok divulgou que removeu mais de 81 milhões de vídeos da plataforma no segundo trimestre de 2021. Isso faz parte do combate ao ciberbullying e a conteúdos impróprios, como vídeos com caráter sexual.

Embora o número pareça grande, ele corresponde a pouco mais de 1% do total de vídeos publicados na plataforma no período. Em três meses, foram postados mais de 8 bilhões de vídeos no TikTok, o que dá uma média de mais de 90 milhões de vídeos por dia.

Desde julho, a empresa adotou uma nova tecnologia que remove automaticamente qualquer conteúdo que viole as políticas da rede. Os bots removem qualquer conteúdo que apresente nudez, conteúdo sexual, violência explícita ou atividades ilegais.

Além disso, o TikTok também conta com uma equipe de moderadores, que analisam o conteúdo sinalizado por outros usuários como potencialmente nocivos.

O sistema de dupla checagem acabou reintegrando 5% desses 81 milhões de videos retirados, por conta de erros de avaliação.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Em três meses, TikTok removeu mais de 81 milhões de vídeos por violação de conteúdo apareceu primeiro em Olhar Digital.