Auto Added by WPeMatico

Quem acompanha a franquia ‘Star Wars‘ já está acostumado com a ideia de que Jango Fett, pai de Boba Fett, foi a matriz para a criação do exército de clones. Mas, antes da chegada de ‘O Império Contra-ataca’ aos cinemas, Lando Calrissian quase foi um clone.

Com o sucesso do primeiro filme, ‘Uma Nova Esperança’, em 1977, a sequência logo começou a ser desenvolvida, no ano seguinte. O primeiro rascunho do roteiro ficou a cargo da escritora Leigh Brackett, com a introdução de personagens familiares, como uma irmã de Luke, Yoda e o próprio Lando.

Leia mais:

Mas, no texto da roteirista, havia diferenças fundamentais. Luke teria mesmo uma irmã, mas ela não seria Leia. Yoda se chamava Minch. E o ex-contrabandista, apostador e administrador da Cidade das Nuvens seria um clone.

Tanto a caracterização quanto o cenário que apresentaram Lando aos espectadores passaram por diversas mudanças, além da origem como clone. O rascunho incluía uma cena em que Han Solo explicava a Leia que era amigo de Lando.

No diálogo, o piloto contava à princesa que achava que a família de Lando era refugiada das Guerras Clônicas e citava que viajaram juntos. Apenas a parte do personagem interpretado por Billy Dee Williams ter sido um contrabandista ficou para o roteiro final.

O sobrenome de Lando seria Kadar e ele teria o título de barão. Ele então receberia Han, Leia, Luke e os dois androides acompanhado de uma mulher chamada Ethania Eredith. Depois que C-3PO fosse desmontado, Leia começaria a desconfiar das origens de Lando e questionaria Han se ele era um clone.

Lando Calrissian
A cena da traição de Lando Calrissian já estava no primeiro rascunho do roteiro e chegou ao texto final de ‘Star Wars: O império Contra-ataca’. Imagem: Reprodução

“Não sei, ele nunca me contou. Nunca pensei nisso. O que é tudo isso, afinal?”, responderia Han. A caminho do jantar com o amigo, Lando revelaria a verdade. “Sim. Sou um clone. Da família Ashardi. Meu bisavô queria muitos filhos e os produziu a partir das células de seu próprio corpo… Mas desde as guerras, não restaram muitos de nós e tentamos não chamar a atenção”, revelaria.

A traição de Lando já estava no primeiro rascunho e chegou às telonas. Outras mudanças do primeiro rascunho do roteiro para o texto final de ‘Star Wars – O Império Contra-ataca’ incluíam um nome diferente para a Cidade das Nuves. Lá, ela se chamaria Cidade Orbital de Hoth. Depois, Hoth virou o planeta gelado com a base Rebelde no começo do filme.

Infelizmente, a escritora Leigh Brackett morreu apenas dois meses depois de entregar o primeiro rascunho do roteiro do filme, vítima de um câncer. George Lucas escreveu mais dois rascunhos e eliminou a história do ex-contrabandista. Lawrence Kasdan se juntou ao trabalho e ajudou com a versão final.

Mesmo com o roteiro de Brackett não entrando como um todo, algumas ideias da escritora ficaram até o final, como a traição de Lando com Darth Vader à mesa de jantar. Além disso, a ideia dos clones foi usada na trilogia prequela e seguiu em ‘Star Wars: The Clone Wars’, com o soldado desertor Cut Lawquane.

Via: CBR

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Lando Calrissian quase foi primeiro clone em ‘Star Wars’ apareceu primeiro em Olhar Digital.