Auto Added by WPeMatico

A série ‘Round 6’ é um sucesso inevitável e está conquistando cada vez mais a atenção e curiosidade das pessoas. Com tamanha repercussão, a Netflix divulgou fotos de bastidores da produção coreana que mudam um pouco a forma de ver as cenas brutais, nem parecendo que são momentos tensos.

As imagens são das gravações dos personagens durante o “Jogo da Lula” e trazem os principais nomes do elenco sorrindo e aproveitando cada momento do que viria a ser o maior sucesso da história da plataforma de streaming.

O enredo de ‘Round 6’ envolve cidadãos com diversos problemas financeiros que são escolhidos para participar de um jogo de sobrevivência em busca de um prêmio milionário. O time de atores conta com Lee Jung-jae, Lee Beyung-hyun e Gong Yoo. Veja as cenas divertidas de bastidores no Twitter:

Leia mais:

‘Round 6’: atriz posta vídeo de teste para fazer a Jogadora 067 na série

‘Round 6’ é um sucesso. Mas, você já parou para pensar como os atores chegaram à produção sul-coreana exclusiva da Netflix? A atriz Jung Ho-yeon publicou em sua conta oficial no Instagram dois vídeos com imagens dos testes que realizou antes de ser escalada para interpretar Kang Sae-byeok, conhecida como a Jogadora 067 na série mundialmente aclamada.

Por algum motivo, Jung publicou os vídeos sem som, então não é possível saber se ela ou mais alguém dizia algo. Ao seu lado, estão outras estrelas de ‘Round 6’, Lee Yoo-mi e Anupam Tripathi. A atriz é uma das profissionais que foi alçada à fama graças à série. Antes da produção, Jung não tinha experiência profissional. Ao se destacar, ela reúne hoje cerca de 22,5 milhões de seguidores do mundo inteiro no Instagram.

Para saber mais, acesse a reportagem completa no Olhar Digital.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post ‘Round 6’: Netflix divulga bastidores do “Jogo da Lula”; veja apareceu primeiro em Olhar Digital.

Casados há quase 40 anos, Sharon e Ozzy Osbourne terão sua história de amor transportada para as telonas. O filme sobre o casal está sendo desenvolvido pela Sony Pictures e pela Polygram Entertainment, escrito por Lee Hall, indicado ao Oscar de Melhor Roteiro Original em 2001 pelo filme ‘Billy Elliot’.

A divulgação foi feita pelo próprio músico, em sua conta oficial no Instagram. O filme terá tanto músicas do Black Sabbath na trilha sonora, como da própria carreira solo de Ozzy. A produção do longa está a cargo da própria Sharon e Jack e Aimée Osbourne, dois dos três filhos do casal.

Leia mais:

Jack Osbourne, filho caçula do casal, foi o produtor executivo do documentorário ‘The Nine Lives of Ozzy Osbourne’, lançado em 2020. Além dos membros da família envolvidos, há ainda dois produtores da Polygram Entertainment, Michele Anthony e David Blackman. Pela Sony, a supervisão é de Andrea Giannetti,

“Nosso relacionamento às vezes era selvagem, insano e perigoso, mas foi nosso amor eterno que nos manteve juntos. Estamos entusiasmados com a parceria com a Sony Pictures e a Polygram para trazer nossa história para a tela”, disse Sharon Osbourne.

Sharon e Ozzy Osbourne se casaram em 1982. Imagem: Instagram @sharonosbourne/Reprodução

O projeto, ainda sem título, deve ter um formato biográfico, centrado no vínculo de Sharon e Ozzy Osbourne. A vida do casal já foi, inclusive, retratada em um reality show da MTV, chamado ‘The Osbournes’.

Sharon e Ozzy se conheceram quando no início dos anos 1970, quando o pai dela, Don Arden, era empresário do Black Sabbath. Em 1979, quando Ozzy foi excluído da banda, o casal começou a namorar e Sharon passou a ser empresária dele.

Eles se casaram em 1982, no Havaí. Além de Aimée e Jack, que vão produzir o filme, Sharon e Ozzy também são pais de Kelly Osbourne, que segue também a carreira artística. Durante os 40 anos de união, o casal já passou por momentos de abuso de álcool e drogas, levando a relação a situações violentas de ambas as partes.

Via: Variety

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post História de Sharon e Ozzy Osbourne vai virar filme apareceu primeiro em Olhar Digital.

O final de tarde deste domingo (24) não é nada agradável para quem é apaixonado por ‘Friends’. O ator James Michael Tyler, mundialmente conhecido por ter interpretado Gunther na famosa série norte-americana, morreu hoje, aos 59 anos. O ator lutava contra um câncer de próstata e teve a morte confirmada pela família. De acordo com o site TMZ, ele faleceu em sua casa, localizada em Los Angeles.

Através de um comunicado oficial, a família prestou homenagem a James Michael Tyler: “O mundo o conheceu como Gunther (o sétimo ‘amigo’), de Friends, mas os entes queridos de Michael o conheceram como ator, músico e marido amoroso. Michael amava música, torcia pelos Clemson Tiger, e frequentemente se via em aventuras divertidas e não planejadas. Se você o conhecia uma vez, você fazia um amigo para a vida”. 

O personagem de James fez muito sucesso nas telinhas e conquistou gerações – Imagem: Twitter

Em junho deste ano, James Michael Tyler revelou que havia sido diagnosticado com câncer de próstata e estava em estágio avançado. Infelizmente, a descoberta foi tardia e a doença já se espalhou para seus ossos, tanto que naquele período, o artista não conseguia mais andar. 

Tyler participou da reunião de elenco de ‘Friends’ e decidiu compartilhar o diagnóstico depois do lançamento do especial, pois segundo ele, não queria estragar o clima do momento. “Não queria que fosse algo do tipo ‘aliás, o Gunther tem câncer’”, comentou, por mais que o elenco e os produtores já sabiam do seu estado grave de saúde.

“Meu objetivo no último ano era comemorar meu aniversário de 59 anos. Eu fiz isso. Agora, minha meta é ajudar a salvar ao menos uma vida”, contou ator. Na internet, seu nome está nos assuntos mais comentados no Twitter e diversas pessoas lamentam sua partida.

Com responsabilidade, James Michael Tyler também alertou os espectadores – antes de partir – para que deem mais atenção aos exames de próstata quando fizerem um check up, pois ele disse que “poderia ter descoberto antes”.

Vale lembrar que além de ‘Friends’, ele fez participações em séries como: ‘Scrubs’, ‘Sabrina, a Aprendiz de Feiticeira’ e ‘Episodes’. Além disso, estrelou os curtas ‘Processing’ e ‘The Gesture and The Word’.

Leia mais:

Já assistiu aos novos vídeos noYouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post James Michael Tyler, o Gunther de ‘Friends’, morre aos 59 anos apareceu primeiro em Olhar Digital.

Não é preciso olhar longe para ver que em pleno ano de 2021 crianças ainda são diariamente exploradas, em qualquer parte do mundo. São elas as protagonistas do filme iraniano ‘Crianças do Sol’, drama dirigido por Majid Majidi, primeiro cineasta do país a ser indicado ao Oscar, no ano de 1999 pelo filme ‘Filhos do Paraíso’.

Em sua nova produção, Majidi mostra a situação dos pequenos que moram nas ruas por lá. Pela lei do Irã, é proibido que crianças até 15 anos trabalhem, mas o país registrou, em 2012, 11% das crianças realizando trabalho ilegal, de acordo com dados da Unicef. No mundo inteiro, segundo informações de 2020 do fundo para a infância, uma em cada dez crianças são forçadas a trabalhar, muitas vezes em funções perigosas e através do tráfico humano.

Leia mais:

E o filme não se furta a mostrar como a vida pode ser cruel para essas crianças, que perdem a infância precisando prover o próprio sustento e até de familiares, como é o caso do protagonista Ali de apenas 12 anos, interpretado por Roohollah Zamani. Além de si mesmo, o garoto precisa ajudar a mãe, que vive em uma instituição de saúde.

Em sua vida, ele conta com três grandes amigos, que o ajudam em bicos e pequenos furtos. Os garotos são escalados por um homem para encontrar um tesouro, que estaria no cemitério do outro lado da escola. Para cavar o túnel, eles precisam se matricular na instituição.

Crianças do Sol
O quarteto de amigos entra na escola para um trabalho e alguns aproveitam a chance de estudar. Imagem: Divulgação

A Escola do Sol é justamente um local que visa tirar essas crianças das ruas e dar novas perspectivas. Mas, por já estarem no meio do período letivo, o diretor recusa a matricula do quarteto. É o vice-diretor quem resolve dar uma chance aos meninos, lembrando dos prodígios que já tiveram por lá.

O dedicado professor se chama senhor Rafie, interpretado por Javad Ezzati, um dos grandes nomes do cinema iraniano. A atuação de Ezzatti dá um quentinho no coração (principalmente se você convive ou já conviveu com professores), por ser um educador que se importa com as crianças ao seu redor.

É sob a supervisão de Rafie que os amigos de Ali começam a se destacar nos estudos, mesmo realizando o trabalho paralelamente. Um dos meninos chama a atenção pelo desempenho no futebol. Outro, por ser muito bom em matemática, algo que aprendeu quando precisou trabalhar em uma construção.

Crianças do Sol
Apesar de se mostrar autoritário, Ali se importa com a segurança dos amigos e dos familiares deles. Imagem: Divulgação

Nem tudo são flores no filme, obviamente. Ali é um pré-adolescente autoritário com os amigos que lidera. Tudo isso, claro, é fruto do que viveu. O jeito dele é facilmente percebido como um reflexo de sua vida explorada. ‘Crianças do Sol’ é um bom filme. Que pode até lembrar como a educação é libertadora, mas entristece ao mostrar a crueldade da vida para aqueles que perdem a infância.

“O filme mostra as habilidades e humanidade dessas crianças e que todos somos responsáveis por elas, muitas das quais extremamente talentosas. O elenco juvenil principal é composto por garotos em situação de rua e eles provaram ser atores surpreendentes”, contou o diretor. Segundo Majidi, 152 milhões de crianças da região trabalham para ajudar no sustento das famílias.

Confira o trailer e a sinopse de ‘Crianças do Sol’:

Ali e seus amigos sobrevivem de bicos e pequenos furtos nas ruas. Para encontrar um tesouro escondido no subsolo de uma escola, precisam se matricular. Através da educação, descobrirão um novo tipo de riqueza: a interior.

O filme estreou no Festival Internacional de Cinema Farj, realizado em Teerã, capital iraniana, em fevereiro 2020. Nele, o longa foi indicado em três categorias, vencendo todas elas, como Melhor Filme, Melhor Roteiro e Melhor Design de Set. Ele ainda venceu um prêmio em duas indicações no Festival de Cinema de Veneza de 2020, com o ator Rouhollah Zamani recebendo o Marcello Mastroianni.

A produção iraniana conta ainda com indicações Festival Internacional de Miami, o de Munique e o de Moscou, além da premiação de cinema da Ásia. ‘Crianças do Sol’ foi a indicação do Irã para concorrer ao Oscar 2021, chegando a lista de 15 indicações, mas não foi nomeado.

O elenco conta com, além de Zamani e Ezzati, Ali Nassirian, Tannaz Tabatabaei, Shamila Shirzad, Seyed Mohammad Mehdi Mousavi Fard, Abolfazl Shirzad, Mani Ghafouri, Safar Mohammadi e Ali Ghabeshi.

‘Crianças do Sol’ pode ser comprado ou alugado a partir de sexta-feira (22), nas plataformas Claro Now, Amazon, Vivo Play, iTunes/Apple TV, Google Play e YouTube Filmes.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Crítica: ‘Crianças do Sol’ expõe a dor da exploração infantil apareceu primeiro em Olhar Digital.

‘Esqueceram de Mim’ terá um novo filme neste fim de ano, mas os fãs da franquia já podem se divertir relembrando o primeiro longa da série. A Lego já está comercializando o conjunto da casa de Kevin McCallister, com quase 4 mil peças, incluindo as armadilhas usadas pelo garoto para enfrentar os bandidos naquele natal de 1990.

O brinquedo foi anunciado nesta quinta-feira (21). Ele foi sugerido dentro do grupo Lego Ideas, onde usuários enviam suas ideias para conjuntos à empresa. Às vezes, a Lego aceita a indicação e produz, remetendo a taxa de 1% de royalties ao designer original. No caso da casa dos McCallister, o idealizador foi o ucraniano Alex Storozhuk.

Leia mais:

O designer já era fã de ‘Esqueceram de Mim’. O brinquedo idealizado por ele tem exatamente 3.955 peças, lotado de referências do filme. Há uma variedade de armadilhas, uma televisão mostrando o longa ‘Anjos de Cara Suja’, filme que Kevin deixa rolando na TV enquanto está sozinho, e até o manequim de Michael Jordan.

Entre os cinco personagens no Lego, estão o próprio Kevin, papel de Macaulay Culkin no filme, e os bandidos que invadem a casa, interpretados por Joe Pesci e Daniel Stern. Um dos bandidos tem, inclusive, o rosto queimado pelo ferro de passar, como no filme.

O conjunto ‘Esqueceram de Mim’ começa a ser vendido no dia 1º de novembro. O valor do brinquedo é US$ 249,99 ou R$ 1.414,69, na conversão direta com o dólar cotado a R$ 5,66, no site da Lego. As peças também serão vendidas nas lojas.

Esqueceram de Mim lego
O brinquedo tem quase 4 mil peças. Imagem: Lego/Divulgação

Retorno de ‘Esqueceram de Mim’:

O novo filme da franquia estreia no dia 12 de novembro. Neste, Max Mercer é o menino travesso e cheio de recursos esquecido pelos parentes, que viajam para Tóquio, no Japão. Ele é interpretado pelo britânico Archie Yates, que fez Yorki em ‘Jojo Rabbit’.

O casal Pam e Jeff Fritzovski, interpretado por Ellie Kemper (‘Unbreakable Kimmy Schmidt’) e Rob Delaney (‘Deadpool 2’), tenta recuperar uma relíquia de família de valor inestimável e se volta para a residência dos Mercer. Lá, Max é o único presente para impedir a invasão dos intrusos e faz tudo que pode para mantê-los fora de casa.

O elenco de ‘Home Sweet Home Alone’ tem ainda Aisling Bea, Kenan Thompson, Ally Maki, Pete Holmes, Chris Parnell, Timothy Simons, Andy Daly e Mikey Day. No trailer, já é possível ver a participação de Devin Ratray mais uma vez dando vida a Buzz McCallister, irmão mais velho de Kevin nos primeiros filmes de ‘Esqueceram de Mim’. Agora, ele aparece como um policial.

Via: Polygon

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Lego de ‘Esqueceram de Mim’ tem 4 mil peças e armadilhas para bandidos apareceu primeiro em Olhar Digital.

Os abusos do diretor Joss Whedon no set de filmagens voltaram à tona. Agora, a atriz israelense Gal Gadot voltou a citar o comportamento inadequado e autoritário do cineasta durante a finalização do filme ‘Liga da Justiça’. A produção foi terminada por Whedon após Zack Snyder precisar se afastar do projeto por questões pessoais, em 2016.

Em entrevista à revista Elle, a atriz relembrou o tormento pelo qual Joss Whedon a fez passar durante as extensas reescritas e refilmagens do filme. As intervenções do diretor não foram bem recebidas pelos críticos e fãs do Universo DC nos cinemas. Nos filmes da Warner Bros, Gadot interpreta Diana Prince, a Mulher-Maravilha.

Leia mais:

“Devo dizer que os chefes da Warner Brothers cuidaram disso… Voltando ao senso de retidão que eu tenho… você fica zonza porque não consegue acreditar que aquilo foi dito a você. E se ele diz isso para mim, então obviamente ele diz para muitas outras pessoas. Eu apenas fiz o que senti que tinha que fazer. E era para dizer às pessoas que não está tudo bem”, comentou Gal Gadot.

O diretor ameaçou a carreira da atriz, dizendo que a tornaria “miserável” se ela não obedecesse quando Gadot expressou preocupação criativa em relação à sua personagem. Além dela, o ator Ray Fisher, que interpretou o Cyborg na ‘Liga da Justiça’, também falou sobre o comportamento não profissional e abusivo de Joss Whedon durante o trabalho.

O cineasta também demonstrou falta de profissionalismo ao falar de Patty Jenkins, diretora do filme solo da ‘Mulher-Maravilha’. Ele tratou a colega de profissão de forma depreciativa. Ele modificou a super-heroína, inclusive, porque sabia que Gal Gadot não aprovaria.

Ciborgue - Liga da Justiça
Ray Fisher também falou dos abusos de Joss Whedon nos sets de filmagens. Imagem: Warner Bros./Divulgação

Outra atriz se pronunciou após os comentários de Ray Fisher. Charisma Carpenter trabalhou com Joss Whedon em ‘Buffy, a Caça-Vampiros’, série criada e produzida por ele. A profissional afirmou que segurou tudo por quase duas décadas e inventava desculpas para não falar sobre eventos que a traumatizaram. Além do abuso de poder, ela disse que o cineasta tornava os ambientes de trabalho hostis e tóxicos.

“Embora ele achasse sua conduta inadequada divertida, só serviu para intensificar minha ansiedade, enfraquecer-me e afastar-me de meus colegas. Os incidentes perturbadores desencadearam uma condição física crônica da qual ainda sofro. É com o coração batendo pesado que digo que enfrentei isso isoladamente e, às vezes, destrutivamente”, disse.

Ela acrescentou ainda que Whedon a ameaçava de demissão e destruía a autoestima dos jovens atores. “E insensivelmente me chamando de ‘gorda’ para os colegas quando eu estava grávida de 4 meses. Ele era mau e mordaz, depreciativo sobre os outros abertamente e muitas vezes tinha favoritos, colocando as pessoas umas contra as outras para competir e vencer por sua atenção e aprovação”, concluiu Carpenter.

Via: ScreenRant

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Gal Gadot volta a falar sobre comentários abusivos de Joss Whedon apareceu primeiro em Olhar Digital.

A Warner realizou neste sábado (16/10) a conferência global DC FanDome – evento online para apresentar as novidades do Multiverso DC nos quadrinhos, cinema, séries e games. Durante a apresentação, foram revelados os teasers de Aquaman: o Reino Perdido, Adão Negro e o trailer de The Batman. O filme dirigido por Matt Reeves e estrelado por Robert Pattinson estreia em 4 de março de 2021.

Após o lançamento dos posters oficiais do filme, a DC aproveitou para promover um bate-papo entre o diretor Matt Reeves e os protagonistas Robert Pattinson e Zoe Kravitz para falarem sobre o clima nos sets de filmagem e as expectativas ao viverem Batman e Mulher Gato.

O elenco de ‘The Batman’ ainda inclui Zoe Kravitz como Selina Kyle/Mulher-Gato, Andy Serkis como Alfred, Jeffrey Wright como o comissário James Gordon, John Turturro como Carmine Falcone e Colin Farrel como Oswald Cobblepot/Pinguim. O longa estava com lançamento previsto para 21 de junho de 2021. No entanto, devido a atrasos nas filmagens por conta da pandemia, sua estreia foi remarcada para março de 2022. Confira o trailer abaixo:

Leia mais:

DC FanDome 2021

O DC FanDome foi a forma que a DC e a Warner encontraram para divulgar as novidades do multiverso durante a pandemia de Covid-19. Para celebrar a edição, a DC preparou  NFTs exclusivos dos seus heróis para quem acompanhou o evento ao vivo.

De acordo com a DC, serão distribuídas cópias aleatórias com artes exclusivas de personagens como Superman, Mulher Maravilha, Jovens Titãs, Batman, Lanterna Verde e Esquadrão Suicida para quem fizer o cadastro na plataforma do evento.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post ‘The Batman’: novo trailer é revelado durante DC FanDome 2021 apareceu primeiro em Olhar Digital.

Seja o mistério em volta do senhorzinho ou da música da boneca gigante, ‘Round 6’ tomou conta das telinhas de pessoas de todo o mundo. Com tamanho sucesso e repercussão, a Netflix anunciou que a série foi assistida por 111 milhões de telespectadores e assim, consagrou a produção como o maior lançamento da plataforma.

Um dos diretores executivos e também diretor de conteúdo da Netflix, Ted Sarandos, disse que isso poderia acontecer, pois já suspeitava do grande sucesso e que tinha uma “chance muito boa” de se tornar o maior programa da empresa de todos os tempos. 

No primeiro dia de outubro, ele revelou que ‘Round 6’ era o número 1 em todos os país e com isso, seria “definitivamente” o seu “maior programa em língua não inglesa do mundo, com certeza”.

Além disso, ‘Round 6’ é a primeira série da Netflix a ultrapassar 100 milhões em seus primeiros 28 dias de lançamento e esse tempo é a régua principal para a marca medir o desempenho de um título em sua plataforma.

De acordo com um porta-voz, os dados compartilhados são baseados no número de contas que assistiram à série por pelo menos dois minutos, que é a sua métrica padrão para as produções.

Leia mais:

Já assistiu aos novos vídeos noYouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post ‘Round 6’ é a maior série da Netflix de todos os tempos apareceu primeiro em Olhar Digital.

A nova versão do icônico filme de natal ‘Esqueceram de Mim’ ganhou um trailer nesta terça-feira (12). A nova comédia exclusiva da plataforma de streaming Disney+ se chama ‘Home Sweet Home Alone’ em inglês e reimagina a antiga franquia, inicialmente estrelada por Macaulay Culkin nos anos 1990. O novo longa estreia no dia 12 de novembro.

Assim como os outros filmes da franquia ‘Esqueceram de Mim’, um garotinho de dez anos fica para trás quando a família toda viaja para as festas de fim de ano. Neste, Max Mercer é o menino travesso e cheio de recursos esquecido pelos parentes, que viajam para Tóquio, no Japão. Ele é interpretado pelo britânico Archie Yates, que fez Yorki em ‘Jojo Rabbit’.

Leia mais:

O casal Pam e Jeff Fritzovski, interpretado por Ellie Kemper (‘Unbreakable Kimmy Schmidt’) e Rob Delaney (‘Deadpool 2’), tenta recuperar uma relíquia de família de valor inestimável e se volta para a residência dos Mercer. Lá, Max é o único presente para impedir a invasão dos intrusos e faz tudo que pode para mantê-los fora de casa.

Home Sweet Home Alone - Esqueceram de Mim - Disney+
Mais uma criança esquecida em casa pela falta de uma chamada. Imagem: Disney/Divulgação

O elenco de ‘Home Sweet Home Alone’ tem ainda Aisling Bea, Kenan Thompson, Ally Maki, Pete Holmes, Chris Parnell, Timothy Simons, Andy Daly e Mikey Day. No trailer, já é possível ver a participação de Devin Ratray mais uma vez dando vida a Buzz McCallister, irmão mais velho de Kevin nos primeiros filmes de ‘Esqueceram de Mim’. Agora, ele aparece como um policial.

O novo filme da franquia tem roteiro de Mikey Day e Streeter Seidell, ambos do ‘Saturday Night Live’, com a história baseada em um antigo roteiro do cineasta John Hughes. Os produtores são Hutch Parker e Dan Wilson, com Jeremiah Samuels como produtor executivo. Dan Mazer dirige o filme.

Confira o trailer do novo ‘Esqueceram de Mim’:

Via: Collider / CBR

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Confira o trailer do novo ‘Esqueceram de Mim’, do Disney+ apareceu primeiro em Olhar Digital.

O filme ‘A Fantástica Fábrica de Chocolate’ é um sucesso há gerações e agora, uma nova produção contará a história de origem do chocolateiro Willy Wonka. Neste domingo (10), os fãs foram surpreendidos pela primeira imagem de bastidores, graças ao Timothée Chalamet.

O ator viverá o famoso chocolateiro no prelúdio e revelou uma foto em que aparece caracterizado de blazer e cartola, figurino clássico que foi consagrado por Gene Wilder na versão original da trama nos anos 70. O novo filme mostrará o lado da juventude de Willy Wonka e isso muito antes da obra clássica de Roald Dahl.

‘Wonka’ será dirigido por Paul King e com roteiro de Simon Rich. A trama foi criada por Dahl, o doceiro interpretado por Gene Wilder em ‘A Fantástica Fábrica de Chocolate’, de 1971, e também por Johnny Depp no remake de 2005. Além disso, a estreia está prevista para 17 de março de 2023.

Leia mais:

Timothée Chalamet será novo Willy Wonka dos cinemas

Timothée Chalamet, indicado ao Oscar por ‘Me Chame Pelo Seu Nome’ (2017), foi confirmado como o novo Willy Wonka dos cinemas. Em um prelúdio (prequel), ele viverá a versão jovem do icônico personagem que viria a se tornar o dono da ‘Fantástica Fábrica de Chocolate’.

O spin-off está sendo desenvolvido pela Warner Bros. O ator de 25 anos disputou o papel e levou a melhor contra Tom Holland (‘Homem-Aranha‘). De acordo com o site Deadline, que divulgou a informação em primeira mão, Chalamet era o favorito dos produtores há algum tempo, mas conflitos de agenda quase acabaram com a negociação.

Para saber mais, acesse a reportagem completa no Olhar Digital.

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Timothée Chalamet mostra primeira foto como Willy Wonka apareceu primeiro em Olhar Digital.