As capitais Curitiba (PR), Goiânia (GO) e Salvador (BA) começaram a operar o sinal de 5G puro, ou Standalone(SA) nesta terça-feira (16). 

As três cidades se juntam a Brasília – a primeira cidade a transmitir o sinal 5G puro – Porto Alegre, João Pessoa, Belo Horizonte e São Paulo.

Leia também:

Com o inicio da transmissão do novo sinal de rede móvel, as operadoras TIM, Claro e Vivo divulgaram os bairros de cobertura na capital paranaense. Confira a seguir.

TIM

A TIM informou que já está transmitindo o sinal 5G em TODOS os bairros da cidade.

A cobertura inicial é semelhante ao que a operadora realizou no estado de São Paulo, que iniciou a transmissão da rede móvel atendendo a todos os bairros da capital paulista.

Confira a lista completa de bairros a seguir:

“Curitiba foi escolhida para ser a capital brasileira no desenvolvimento do projeto ‘Cidade 5G’, em que trabalhamos o conceito de smart city a partir da implementação da nova rede. O 5G é um diferencial importante em iniciativas de segurança e mobilidade, por exemplo, e já estamos realizando diversos testes para trazer novas soluções para a capital do Paraná”, disse Alberto Griselli, CEO da TIM Brasil.

Rede 5G utiliza uma frequência de 3,5GHz para operar o sinal. Esse núcleo exclusivo garante que o 5G puro tenha menos latência . Imagem: Fit Ztudio/ Shutterstock

Claro

A operadora informou que irá realizar transmitir o sinal 5G em apenas 6 bairros nessa fase inicial, confira:

  • Água Verde
  • Batel
  • Bigorrilho
  • Centro
  • Jardim Botânico Portão

Vivo

A Vivo começa a fase inicial de transmissão em Curitiba com cobertura em 14 bairros:

  • Água Verde
  • Alto da Glória
  • Alto da rua XV
  • Batel
  • Bigorrilho
  • Centro
  • Centro Cívico
  • Cristo Rei
  • Jardim Botânico
  • Portão
  • Prado Velho
  • Rebouças
  • São Francisco
  • Vila Izabel.

Imagem: Vitoriano Junior/Shutterstock.com

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post 5G começa a ser transmitido em Curitiba; confira os bairros de cobertura pela TIM, Claro e Vivo apareceu primeiro em Olhar Digital.

Athletico-PR x Flamengo se enfrentam às 21h30 (horário de Brasília) desta quarta-feira (17) na Arena da Baixada, em Curitiba, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil 2022. A transmissão será feita pela Globo na TV aberta, SporTV na TV fechada, Premiere no pay-per-view e Globoplay no streaming.

A partida da ida, no Maracanã, terminou empatada por 0 a 0. Um novo empate por qualquer placar leva a decisão para os pênaltis.

Leia mais:

Athletico-PR x Flamengo: prováveis escalações

Athletico-PR: Bento; Pedro Henrique, Thiago Heleno e Nico Hernández (Matheus Felipe); Khellven, Hugo Moura, Erick (Canobbio), Fernandinho e Abner; David Terans e Cuello. Técnico: Felipão
Fora: Vitor Roque (já atuou pelo Cruzeiro)

Flamengo: Santos, Rodinei, Fabrício Bruno, Léo Pereira e Filipe Luís; Arturo Vidal, João Gomes, Everton Ribeiro e Arrascaeta; Pedro e Gabriel. Técnico: Dorival Júnior
Fora: David Luiz (expulso), Thiago Maia (terceiro cartão amarelo), Rodrigo Caio, Bruno Henrique e Diego Alves (lesionados)

Arbitragem

Árbitro: Raphael Claus – SP (FIFA)
Árbitro Assistente 1: Danilo Ricardo Simon Manis – SP (FIFA)
Árbitro Assistente 2: Neuza Ines Back – SP (FIFA)
Quarto Árbitro: Lucas Paulo Torezin
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral SP (VAR-FIFA)

Ingressos

Os ingressos para a decisão na Arena da Baixada estão esgotados, lembrando que a capacidade do estádio é de 42.372 pessoas.

Premiação

A classificação para as semifinais da Copa do Brasil rende R$ 8 milhões.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Athletico-PR x Flamengo: onde assistir, horário e escalações das quartas da Copa do Brasil apareceu primeiro em Olhar Digital.

Segundo a Snap Inc, após o lançamento do Snapchat+ em junho, a controladora do aplicativo e rede social Snapchat alcançou 1 milhão de assinantes para sua assinatura no serviço premium da empresa.

Outras organizações de redes sociais como o Snap, Twitter e Meta Platforms, que consegue grande parte da receita com venda de publicidade digital, estão com problemas no mercado de anúncios, pois essa rede está muito fraca por causa da inflação recorde, fazendo com que as marcas reinem em seus gastos com marketing.

Leia mais:

Em julho de 2022, as ações do Snap diminuíram cerca de 25% depois do pequeno resultado no segundo trimestre, já que eles sofreram com uma pouca demanda de publicidade.

Evan Spiegel, presidente-executivo, informou que a empresa trabalhará para acelerar o crescimento da receita, em parte por meio de novas fontes de receita.

Atualmente, o Snapchat+ custa US$ 3,99 por mês nos Estados Unidos e possibilita o acesso a 11 recursos exclusivos que ainda não estão disponíveis para todos os usuários. 

Além disso, o Snapchat anunciou mais quatro novos recursos que incluem novos designs de ícones de aplicativos e a capacidade de os assinantes terem suas mensagens mais visíveis para celebridades no Snapchat. 

Snapchat
Imagem: Ink Drop/Shutterstock

Quem é assinante do Snapchat+ também pode usar o aplicativo em desktops. De acordo com o Snapchat, esse recurso de assinatura paga agora está se expandindo para mais países, incluindo Arábia Saudita, Índia e Egito, para um total de 25 mercados.

Anteriormente, o Twitter também lançou um produto de assinatura de US$ 4,99 por mês chamado Twitter Blue. Por outro lado, o Facebook e Instagram não oferecem assinaturas pagas até o momento.

Via: Reuters

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Snapchat+ atinge 1 milhão de assinantes premium apareceu primeiro em Olhar Digital.

Corinthians x Atlético-GO se enfrentam às 21h30 (horário de Brasília) desta quarta-feira (17) na Neo Química Arena, em São Paulo, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil 2022. A transmissão será feita pela Globo na TV aberta, SporTV 2 na TV fechada, Premiere no pay-per-view e Globoplay no streaming.

A partida de ida terminou com vitória do Dragão por 2 a 0 em Goiânia. Por isso, o Timão precisará vencer por dois gols de diferença para levar a disputa para os pênaltis.

Leia mais:

Corinthians x Atlético-GO: prováveis escalações

Corinthians: Cássio; Fagner, Balbuena, Gil (Raul Gustavo) e Fábio Santos (Lucas Piton); Du Queiroz, Fausto Vera (Cantillo) e Renato Augusto; Gustavo Mosquito (Adson), Róger Guedes e Yuri Alberto. Técnico: Vitor Pereira
Fora: Bruno Méndez (já jogou pelo Internacional), Maycon, Paulinho e Rafael Ramos (lesionados)

Atlético-GO: Renan; Dudu, Wanderson, Lucas Gazal e Jefferson; Baralhas, Marlon Freitas e Jorginho; Airton (Peglow), Wellington Rato e Luiz Fernando. Técnico: Jorginho
Fora: Klaus, Churín, Camutanga, Rhaldney, Willian Maranhão e Kelvin (já jogaram por outros clubes)

Arbitragem

Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ)
VAR: Rafael Traci (SC)

Premiação

A classificação para as semifinais da Copa do Brasil rende R$ 8 milhões.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Corinthians x Atlético-GO: onde assistir, horário e escalações das quartas da Copa do Brasil apareceu primeiro em Olhar Digital.

Recentemente a AMD anunciou seu novo processador Ryzen 7000 de última geração. Com isso, a empresa acabou de divulgar que o lançamento será no dia 29 de agosto e terá transmissão pelo YouTube.

Antes de mais nada, as informações que já sabemos sobre os processadores Ryzen 7000 é que são os primeiros chips de PC baseados em um processador de 5 nanômetros. Ainda mais, eles são também os primeiros chips de desktop AMD a ultrapassar 5 GHz e sua plataforma de placa-mãe AM5 é a primeira da AMD a suportar DDR5 e PCIe 5.0 fora da caixa, isso dependendo de qual placa-mãe você comprar.

Leia mais:

É importante ressaltar que para acompanhar os lançamentos da AMD, será necessário uma troca de placa-mãe, pois a AMD está quebrando a compatibilidade com a plataforma AM4 de longa duração e abandonando os pinos da CPU. 

Se por acaso você não acompanhar todas as novidades da AMD, saiba que esses serão os primeiros chips de desktop da empresa desde sua popular série Ryzen 5000, já que o Ryzen 6000 era apenas para notebooks e outros aparelhos móveis. 

Porém, com esse lançamento, a AMD pretende lançar alguns chips Ryzen 7000 para “laptops para jogos extremos” pequenos e leves já no próximo ano.

AMD realizará um evento de lançamento para seus processadores Ryzen 7000 este mês
Imagem: Tester128/Shutterstock

AMD mostra seus chips série Ryzen 7000 rodando a 5,5 GHz

Na Computex 2022 desta terça-feira (16), a AMD deu detalhes sobre seus novos chips série Ryzen 7000 para desktops. Por enquanto, a companhia não deu informações exatas sobre os SKUs dos novos chips, mas mencionou vários recursos importantes e detalhes sobre placas-mãe.

Os chips Ryzen 7000 serão baseados na arquitetura Zen 4 de 5 nm da AMD. E ainda terão o dobro do cache L2 por núcleo, passando de 512 KB por núcleo para 1 MB. A empresa afirma que o desempenho de thread único melhorou mais de 15% para as versões passadas.

Ainda segundo a empresa, os novos processadores vão oferecer velocidades de clock de mais de 5 GHz para jogos. Em uma demonstração rodando Ghostwire: Tokyo, um processador não identificado de 16 núcleos da série 7000 atingiu velocidades de clock de até 5,5 GHz. Rodando uma carga de trabalho de todos os núcleos do Blender, o novo chip mostrou tempo de renderização 30% mais rápido em comparação com o Core i9-12900K.

Via: The Verge

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post AMD realizará um evento de lançamento para seus processadores Ryzen 7000 apareceu primeiro em Olhar Digital.

Cientistas da Universidade de Tecnologia de Delft, na Holanda, inseriram com sucesso dez genes musculares humanos em uma amostra de leveduras. Organismos microscópicos pertencentes ao reino dos fungos, as leveduras são seres unicelulares que compõem um dos principais ingredientes culinários: o fermento biológico.

Os genes em questão são essenciais para a sobrevivência do ser humano, já que contêm as informações necessárias para um processo chamado ‘via metabólica’, que decompõem o açúcar para reunir energia e produzir blocos de construção celular dentro das células musculares. Como esse mecanismo está envolvido em muitos distúrbios, incluindo o câncer, as leveduras modificadas podem ser usadas em estudos médicos.

“Agora que entendemos todo o processo, os cientistas médicos podem usar esse modelo de leveduras humanizadas como uma ferramenta para triagem de medicamentos e pesquisa de câncer”, diz Daran-Lapujade.

Mais semelhantes do que imaginamos

“Parece estranho, já que esses seres vivem como células únicas e os humanos consistem em um sistema substancialmente mais complexo, mas as células operam de maneira muito semelhante”, argumentou Pascale Daran-Lapujade, principal autora do estudo publicado na revista Cell Reports. Como resultado, os cientistas geralmente transferem genes humanos para leveduras em seus estudos.

O organismo desses fungos é adequado a esse tipo de experimento pois é uma maneira de os pesquisadores estudarem certos mecanismos celulares de maneira isolada, ou seja, sem a interferência de outros fenômenos biológicos.

“Em comparação com células ou tecidos humanos, a levedura é um organismo fantástico por sua simplicidade de crescimento e acessibilidade genética: seu DNA pode ser facilmente modificado para abordar questões fundamentais”, explica Daran-Lapujade. “Muitas descobertas cruciais, como o ciclo de divisão celular, foram elucidadas graças à levedura.”

Engenharia genética

O grupo de pesquisadores já havia conseguido desenvolver cromossomos artificiais que agem como plataformas de DNA para “programar” novas funções em leveduras. O objetivo era testar até que ponto eles poderiam adicionar genes humanos e vias metabólicas nas células sem que elas deixassem de operar.

Criar esse “fermento humanizado” foi surpreendentemente simples para a equipe de cientistas. “Não apenas transplantamos os genes humanos em leveduras, também removemos os genes de levedura correspondentes e os substituímos completamente pelos genes do músculo humano”, explica Daran-Lapujade.

Leis mais:

Os pesquisadores trabalharam em conjunto com o Centro Médico da Universidade de Groningen, onde puderam comparar a expressão de genes humanos em levedura e em seu ambiente muscular humano nativo usando células de tecido humano cultivadas em laboratório. As propriedades das enzimas humanas produzidas em levedura e em suas células humanas nativas foram notavelmente semelhantes, apoiando o valor da nova levedura humanizada como modelo para células humanas.

Este processo é apenas uma pequena parte do metabolismo humano; existem muitos outros processos semelhantes entre leveduras e células humanas que poderiam ser estudados nos “fermentos humanizados”. Daran-Lapujade espera colaborar com outros cientistas interessados ​​em usar a ferramenta.

“Este é apenas o ponto de partida”, diz ela, “podemos humanizar ainda mais a levedura e, passo a passo, construir um ambiente humano mais complexo nesse fungo”.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Fermento de gente: cientistas inserem genes musculares humanos em leveduras apareceu primeiro em Olhar Digital.

Pode até não parecer verdade, mas após um estudo da Vanarama, foi analisado que usuários estão gastando milhões de dólares em NFTs relacionados a carros

E o que isso quer dizer? Quem compra carros de NFT tem direitos a renderização digital dos veículos, como por exemplo, visualizá-lo e baixá-lo em seu computador, porém essas pessoas nunca conseguirão encostar uma única vez no automóvel.

Leia mais:

E segundo análises, foi comprovado que usuários estão consumindo ainda mais carros em versões NFT do que em veículos reais, pagando ainda mais caro em seus modelos digitais.

Confira agora alguns exemplos de carros em NFT e seus respectivos valores:

1. Nissan GT-R

Uma versão NFT  3D do carro esportivo Nissan GT-R foi leiloada por mais de US$ 2,3 milhões, o que significa 10 vezes o valor real do automóvel, que gira em torno de US$ 200.000.

Crédito Imagem: Nissan Canadá

2. Um vídeo de um Lamborghini explodindo

O carro Lamborghini Huracan está sendo vendido por aproximadamente US$ 200.000, porém, alguns consumidores pagaram $ 250.000 em um vídeo desse veículo que foi estourado em pedaços e vendido.

Segundo Shl0ms, artista da obra, sua intenção não era obter lucro e sim realizar uma espécie de protesto contra a “cultura criptográfica”.

3. DeLorean DMC-12

Antes de mais nada, para quem é fã dos filmes ‘De Volta para o Futur’o vai se animar com essa ideia. O famoso viajante no tempo DeLorean está sendo vendido por cerca de US$ 50.000. Em contrapartida, o mesmo carro em versão NFT custa US$ 183.000.

Crédito Imagem: DeLorean Motor Company

4. Logotipo do homem do carro

Por fim, esse aqui nem a forma 3D possui, apenas a 2D. É um NFT relacionado a carros mais caros, atualmente custando US$ 8.562.450. Ao invés disso, é possível adquirir um Aston Martin DB5 original, que é um dos carros clássicos mais procurados existentes, por US$ 6,9 milhões e ainda ter dinheiro de sobra.

Mas então, você compraria um carro NFT? Trocaria o seu bom e velho veículo real por versões 3D? Fica aí o questionamento.

Via: The Next Web

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Fãs de criptomoedas estão pagando mais por carros NFTs do que por veículos reais apareceu primeiro em Olhar Digital.

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos aprovou no ano passado um esforço para consolidar programas espaciais a novos ramos militares. A previsão de entrega das estações de satélite terrestres, que há décadas são operadas pelo exército norte-americano, para a Força Espacial, é nesta segunda-feira (15).

A Força Espacial assumirá o controle do Wideband Global Satcom e do Sistema de Comunicações por Satélite de Defesa Militares. Eles foram construídos e lançados pela Força Aérea dos EUA, mas até então, era o exército quem controlava as informações de tráfego.

Leia mais:

Em um comunicado à imprensa, a Força Espacial disse que “essa transferência marcará a primeira vez que todas as funções militares de comunicação por satélite do Departamento de Defesa foram consolidadas sob um único serviço militar”. São vários os sistemas operados pelo Sistema de Comunicaçõess por Satélite de Defesa, como o Advanced EHF, MILSTAR e o Enhanced Polar System.

Satélites do exército dos EUA

O tenente-general Daniel Karbler, chefe do Comando de Defesa Espacial e de Mísseis do Exército dos EUA declarou que os militares estão em busca de novas maneiras de usar recursos espaciais de formas não tradicionais, como para operações de guerra cibernética e informação. Além disso, ele ressaltou que “o espaço é um esporte conjunto” e, portanto depende do trabalho em equipe. Portanto, ele estará integrado aos “componentes aéreos, marítimos e terrestres”.

Devido ao seu grande tamanho, o Exército é o maior consumidor militar de serviços espaciais, disse o tenente-general, “e devemos reter capacidades orgânicas adaptadas para atender às nossas demandas, respondendo às nossas prioridades e refletindo nossa cultura”.

Segundo várias fontes consultadas pela SpaceNews, a Força Espacial teve negociações com o Exército sobre uma possível transferência das Estações Táticas Conjuntas, localizadas na Itália, Coreia do Sul, Japão e Catar. Conhecidas como JTAGS, essas unidades fazem atualmente parte da 1ª Brigada Espacial. Eles analisam e divulgam dados infravermelhos desvinculados de sensores aéreos e fornecem aviso prévio de lançamentos de mísseis balísticos.

Essa situação abriu brecha para o investimento em outras atividades, como o melhoramento de cargas e sensores, no setor espacial para destinados ao uso exclusivo da força terrestre.

Via: SpaceNews

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Exército dos EUA perde controle de satélites terrestres, mas mantém atividades no Espaço apareceu primeiro em Olhar Digital.

A Apple pode estar tomando novas medidas para expandir anúncios no Iphone e Ipad para impulsionar ainda mais seu setor de publicidade.

Atualmente a Apple já conta com anúncios em seus próprios aplicativos como App Store, News e Stocks. Porém, de acordo com Mark Gurman, da Bloomberg, a empresa teria ambições de ampliar os anúncios para outros aplicativos como o Maps, Apple Books e Apple Podcasts.

Leia mais:

As evidências são para essa mudança de estratégia por causa da promoção da equipe de publicidade da Apple que ganhou uma posição no departamento de serviços da empresa. 

Durante a divulgação de negócios da empresa, o vice-presidente do setor de Anúncios em Plataformas da Apple, Todd Teresi, disse que a receita por anúncios estava em aproximadamente US$4 bilhões, o que ele desejaria aumentar significativamente.

Com essa ambição de aumentar ainda mais sua receita por anúncios, a empresa deve reforçar publicidades no seu serviço de streaming, Apple TV+, o que poderia levar o serviço a contar com diferentes planos mais baratos – estratégia que tem sido aplicada, ou estudada, por diversas concorrentes como HBO Max, Netflix, Discovery e Disney+.

Essas possíveis mudanças relacionadas ao aumento de anúncios podem significar mudanças negativas ao usuário que escolhe a marca justamente pelo design simples e limpo dos softwares da empresa. 

Anúncios de busca da Apple na App Store. Crédito: Mark Gurman/ Bloomberg

Apple Tracking 

Com o Apple Tracking Transparency, a marca permitiu que os usuários decidam se os aplicativos podem ou não rastreá-los ao usar apps e sites. O recurso prejudicou, por exemplo, profissionais de marketing que precisam coletar dados para exibir anúncios de acordo com o perfil do consumidor.

Bigtechs como Meta e Snapchat reclamaram do recurso pois além de desmonetizar publicidades ele impede que os apps façam a segmentação e métrica de seus anúncios no iOS. Com a estratégia, a Apple passou a cobrar dos desenvolvedores de aplicativos para que os mesmos sejam promovidos na App Store.

Lior Eldan, diretor de operações da Moburst, agência de marketing digital, disse à Reuters que a medida da Apple fez com que clientes passassem a gastar de 3 a 4 vezes mais com anúncios nos aparelhos da companhia. E ainda que relatou que a eficácia de anúncios em outras plataformas foi extremamente afetada pela proprietária dos iPhones.

“Vimos aumentos dramáticos nos orçamentos dos anúncios de busca da Apple após as mudanças de privacidade”, disse Eldan.

Com informações de Bloomberg e Reuters

Imagem: Daniel Constante/Shutterstock.com

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Apple pode aumentar anúncios em Iphones e Ipads apareceu primeiro em Olhar Digital.

Nesta segunda-feira (15), a Porsche divulgou que assinou um contrato de 25 anos de duração com a empresa de energia Cherry Street Energy. Essa parceria é para produzir e controlar uma microrrede solar em Atlanta, nos Estados Unidos.

A Cherry Street Energy é a maior fornecedora de energia solar não utilitária do estado americano da Geórgia. E com isso a empresa será dona e operará essa rede, vendendo a energia para a Porsche.

Leia mais:

Como a Porsche está aumentando significativamente sua pegada One Porsche Drive nos próximos anos, os painéis solares serão instalados em cima de prédios novos e antigos, em cima de áreas de teste de pista e também em uma passarela de garagem. 

No geral, a Cherry Street Energy estima que a rede gerará cerca de 2.050 megawatts-hora de eletricidade por ano, e sendo assim, representará “uma parcela significativa” das necessidades anuais de energia do local, de acordo com a empresa de automóveis esportivos.

Porsche energia solar
Imagem: Fit Ztudio/Shutterstock

Vale ressaltar que produzir muita energia solar também pode causar um grande impacto na poluição. Segundo um comunicado da empresa de automóveis, a utilização desta nova microrrede diminuirá cerca 3,2 milhões de libras em gastos de emissões de dióxido de carbono por ano. 

Uma das metas da Porsche é ser neutra em carbono em toda a sua cadeia de valor até 2030. A empresa também usa concreto de baixo carbono e outras práticas sustentáveis ​​em sua sede, incluindo paisagismo nativo e reciclagem de água. Sua mais recente expansão de campus visa a certificação LEED Gold, e também é a segunda classificação mais alta na estrutura de construção sustentável.

Via: CNET

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Porsche assina contrato de 25 anos com empresa da energia solar apareceu primeiro em Olhar Digital.