O Vizer por muito tempo foi um dos aplicativos favoritos para os apaixonados por filmes e séries. Contudo, este serviço costuma encontrar instabilidade e muitas das vezes que o usuário o acessa, ele está fora do ar. Isso porque o Vizer não é exatamente uma opção legal e segura. 

Fonte: Freepik/DivulgaçãoFonte: Freepik/Divulgação

Leia mais…

Nesta sexta-feira (9), um personagem importante dentro do contexto de The Crown faleceu na vida real. Trata-se do Príncipe Philip que, ainda sem causa anunciada oficialmente, morreu aos 99 anos de idade. Mesmo assim, os fãs da produção da Netflix já estão ansiosos com a 5ª temporada da série, que deverá ser lançada em 2022.

Nos novos episódios de The Crown, o Príncipe Philip será interpretado pelo ator Jonathan Pryce. Enquanto a série não retorna, que tal conhecer outras produções que também apresentam os bastidores da realeza?

Leia mais…

Dizer adeus aos seus personagens favoritos de séries nunca é fácil. Felizmente, nem sempre os roteiristas estão dispostos a seguir em frente com essas mortes. No mundo dos seriados, existem muitos personagens que já morreram e foram ressuscitados, seja pela premissa da própria série, seja por sorte, magia ou apelos dos fãs.

Pensando nisso, preparamos uma lista com alguns dos nossos personagens favoritos que já voltaram do mundo dos mortos. Quer descobrir quais são?

Leia mais…

O teste da Starship SN11, realizado pela SpaceX na manhã de 30 de março, foi marcado por uma densa neblina. Por causa dela, não foi possível ver a espaçonave decolando e não tivemos imagens de câmeras em solo, apenas das instaladas dentro do foguete. Nem sequer o momento da explosão da espaçonave durante a preparação para o pouso foi visível, com as câmeras em solo registrando ao máximo o intenso brilho laranja atrás da névoa.

Mas algumas câmeras em solo, operadas pelos canais do YouTube Cosmic Perspective e Everyday Astronaut, registraram algo tão impressionante quanto a explosão: a chuva de destroços que aconteceu a seguir.

O vídeo mostra peças dos mais variados tamanhos caindo do céu, algumas delas quase atingindo as câmeras, acompanhadas do som de metal retorcido.

Segundo Elon Musk, CEO da SpaceX, o acidente ocorreu devido a um vazamento de metano, e a explosão arremessou destroços a até 8 km do local de lançamento.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Explosão em detalhes: Novas imagens em câmera lenta mostram desastre da Starship SN11 apareceu primeiro em Olhar Digital.

A EUSST, uma cooperação entre agências europeias para monitoramento e rastreamento de satélites, alertou para o risco de colisão entre dois objetos no início da tarde desta sexta feira.

A colisão quase aconteceu entre o satélite americano inativo OPS 6182 e um corpo de foguete russo SL-8, visto aqui como um pequeno ponto luminoso cruzando o céu no meio das estrelas. Pelos cálculos dos astrônomos, eles passaram a menos de 10 metros um do outro, o que em termos celestes, é uma distância muito pequena.

A velocidade resultante da colisão seria de 52.592 quilômetros por hora, e causaria uma catástrofe. Segundo o nosso colunista de assuntos espaciais Marcelo Zurita, os destroços se espalhariam por uma região muito grande, e poderiam causar o cancelamento do lançamento de foguetes e até danos em satélites em órbita da terra.

O corpo do foguete SL-8 era o segundo estágio do foguete Soyuz lançado em 7 de maio de 1981 na então União Soviética. O OPS 6182 é um satélite meteorológico que foi operado pelo Programa de Satélites de Defesa Meteorológica dos Estados Unidos. Ele foi lançado no dia 1° de maio de 1978, na Califórnia.

Por sorte, a colisão acabou não acontecendo, mas esse risco é cada vez maior por conta da quantidade de lixo espacial que se acumula na órbita terrestre.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Catástrofe evitada: Um satélite e o pedaço de um foguete se cruzam no espaço e quase causam grave acidente apareceu primeiro em Olhar Digital.

Pagar um boleto, direcionar usuários para sites na internet ou compartilhar um contato. Essas são apenas algumas funções que podem ser realizadas por meio do QR Code.

Por conta da pandemia, muitas pessoas tiveram que adaptar negócios ou tarefas, que passaram a ser realizadas de forma remota. E o QR Code cresceu: entre os exemplos de uso, também estão a facilitação de vendas online, o compartilhamento acessos de Wi-Fi, e possibilidade de acessar um cardápio de restaurante sem a necessidade de contato físico.

Você sabia que é super fácil criar um QR Code? Pois é, e nós vamos ensinar como. Confira agora duas formas simples e rápidas para gerar esse artifício.

A primeira dica é pelo próprio Google Chrome. Basta abrir o navegador, acessar a página que deseja compartilhar e acessar o menu de três pontos do browser. Feito isso, clique em “Compartilhar” e escolha a opção “Código QR”. Ao clicar em “Fazer o download”, o código será baixado em formato de foto e poderá ser compartilhado.

Outra forma de conseguir gerar o código é pelo app QRbot que está disponível gratuitamente na Play Store e na App Store. Com o app baixado, clique na aba “Criar” e escolha o elemento para ser compartilhado — as opções envolvem textos, sites, contatos, acessos de Wi-Fi, localização GPS, aplicativos e muito mais.

Após detalhar os dados a serem compartilhados, prossiga para que o QR Code seja gerado. Em “PNG”, localizado no canto superior direito, são disponibilizadas diversas formas de compartilhamento. É só escolher e pronto, “tá na mão”.

Confira mais detalhes dessa dica em nosso site, olhardigital.com.br.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Dica: aprenda como criar QR Code – Tutorial fácil e rápido apareceu primeiro em Olhar Digital.

Macacos estão entre os animais mais inteligentes do mundo e não é à toa. Com a ajuda de uma tecnologia avançada de interface cérebro-máquina , um chimpanzé apareceu em um vídeo jogando videogame de forma “telepática” e chamou atenção dos internautas e profissionais da área da ciência.

O estudo é desenvolvido pela Neuralink, companhia de neurotecnologia cofundada por Elon Musk.

Chamado de Pager, o macaco apareceu jogando Pong com um joystick na mão, de um antigo Atari lançado em 1972. Antes de conseguir alcançar o controle do game com a mente, ele aprendeu a usar as mãos. Em certa altura do vídeo, o primata solta o controle do jogo e passa a realizar tudo com os olhos.

Para que a atividade tenha sentido e seja proveitosa também para Pager, toda vez que ele conclui uma tarefa, é recompensado com creme de banana, que sai pelo canudo metálico.

O chimpanzé recebeu um implante cerebral há alguns meses com o objetivo de testar a nanotecnologia, ciência voltada para o estudo da manipulação de matéria atômica e molecular.

O objetivo, de acordo com a empresa, é “devolver a liberdade digital” para pessoas com deficiências físicas como a paralisia.

Mas segundo a Neutralink, que desenvolve o projeto desde 2017, a técnica ainda não está pronta para ser usada em humanos, mas a possibilidade é cada vez maior.

Elon Musk compartilhou e comemorou o avanço da ciência no Twitter, e afirmou que além do produto poder ajudar pessoas com paraplegia, a estética sem fio e grandes aparelhagens fará com que essas pessoas se sintam inclusas.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Telepatia cibernética: Macaco com implantes cerebrais comanda videogame só com o pensamento apareceu primeiro em Olhar Digital.

O primeiro voo do Ingenuity, helicóptero da Nasa na superfície de Marte, está próxima. A Nasa programou um evento online para as 4 e meia da manhã no horário de Brasília da próxima segunda-feira. O voo vai ser transmitido pelo canal Nasa TV no YouTube.

A tentativa de voo em si deve ocorrer ainda no dia 11, domingo. O atraso é devido ao tempo necessário para transmissão dos dados de Marte para a Terra e o processamento das imagens. Atualmente o sinal de rádio emitido pelo Perseverance, que vai acompanhar o voo, leva um pouco mais de 15 minutos para chegar até nós.

Se tudo correr como programado, durante o evento veremos os engenheiros analisando os primeiros dados de voo e, provavelmente, teremos fotos do experimento. Ainda não se sabe se haverá vídeo gravado pelo rover.

A Nasa já confirmou sucesso no teste das hélices do Ingenuity, que giraram a 50 rotações por minuto. E esse é apenas um dos muitos procedimentos de checagem que estão sendo realizados para garantir que o voo ocorra.

O helicóptero deve decolar, subir a três metros de altura, pairar por 30 segundos e pousar.

A equipe de engenharia do helicóptero tem 30 dias marcianos para realizar cinco voos de teste.

Se o Ingenuity funcionar como esperado, as futuras missões a Marte devem incluir helicópteros autônomos como instrumentos de rotina. Eles podem fazer reconhecimento de terreno ou mesmo ser usados como exploradores individuais.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Voo histórico: Ingenuity deve decolar em Marte na madrugada da segunda-feira apareceu primeiro em Olhar Digital.

A criação do elenco para a série She-Hulk, próxima série da Marvel a ser produzida para o Disney+, está começando a crescer cada vez mais. O novo nome a entrar para a produção do MCU é Renée Elise Goldsberry, que foi coprotagonista no musical Hamilton

Renée Elise Goldsberry em Hamilton. (Fonte: Disney/Reprodução)Renée Elise Goldsberry em Hamilton. (Fonte: Disney/Reprodução)

Leia mais…

Muito grandes para serem classificadas como planetas e muito escuras para serem estrelas, as anãs marrons, ou “estrelas fracassadas”, são objetos que queimam deutério, um tipo de hidrogênio, porém com fraca emissão de luz. No início do mês passado (2), uma pesquisa revelou três anãs marrons com a rotação mais rápida já observada até hoje.  

Difíceis de ser observadas pela sua fraca emissão de luz, as anãs marrons tiveram suas velocidades de rotação documentadas por um grupo de astrônomos da Western University de Ontário, no Canadá, que utilizaram o Telescópio Espacial Stpitzer da NASA, atualmente desativado.

Leia mais…